Pesquisar este blog

sábado, 3 de dezembro de 2011

Fé Imoral...




Em face de toda a dor e sofrimento em que o planeta está imerso – hoje, existe menos sofrimento proporcional que ontem, e hoje existe menos crença proporcional do que antes, mas para entender isso é necessário entender um pouco de História, e noções básicas de proporção -, e sob direção ‘divina’, a fé é a máxima expressão do egoísmo: ‘deus curou a minha unha encravada, deus falou comigo enquanto eu rezava na igreja, e falou mais alto quando paguei o dízimo, e quando tudo parecia perdido, o banco parcelou o meu débito’... Dar-se por satisfeito com a sua condição e declarar 'Deus é bom, glória a Deus', é egoísta e imoral, e por quê? Porque a maioria esmagadora dos que vivem no reino 'do seu deus', e ao seu lado, sofrem... Este Deus de bondade precisa ser devidamente encostado na parede, ou não?



Considere por um instante que a maior parte do mundo – ainda - vive em condições terríveis, e a maioria dos que sofrem são crentes como você, embora possam ter rezado para o deus errado, ou não pagado o dízimo - porque não tendo o que comer, fica difícil pensar em onde obter recursos para agradar a Deus...

Mas onde está o ‘amor ao próximo’? Ou ‘próximo’ seria melhor traduzido como ‘aquele que paga o dízimo na mesma igreja, terreiro, xamã, ou curandeiro que você’? Por que os dizem ter fé, em um deus tão poderoso, e sentem a exaltação delirante da salvação, não questionam os seus respectivos deuses para entender: porque tanto sofrimento? Por que o universo começa em uma fábula infantil e porque termina em assassinato - em ‘humanicídio’, com a morte de Bilhões? Por que não há perdão neste caso? Por que pecamos? Por que o pecado original, se na verdade, segundo a Bíblia, Adão teria transgredido Deus para saber a diferença entre o bem e o mal, entre o certo e o errado? E isso não é bom? Não é justo, ético? Deveríamos seguir imbecilizados, incapazes de sequer compreender o que é certo, e o que é errado?



E o mais absurdo de tudo isso, é que sem discernir entre o certo e o errado, como poderíamos ter escolhido entre obedecer a Deus ou não? É ridículo, infantil, mas igualmente hipócrita, cínico e mortal... A inspiração bíblica depende do grau de ignorância de quem lê... A essência da fé é acreditar na ‘sua salvação’, sem questionamentos, e sem entender nada, sem provas, sem nada... Questionar, entender, são inimigos da fé... Mas como promover justiça, e conhecer a verdade sem questionar? Crendo? Crendo que os planos de deus, do pastor, e os seus planos coincidem?



A vida é finita, e se a morte é o fim, tudo o que temos de fato é a vida... E não poderemos viver em plenitude, entorpecidos pela fé... E não poderemos ser de nenhuma utilidade, além de dormir o nosso próprio sonho ‘pessoal’ de salvação... Auto-salvação, auto-engano... Auto-ajude-se... Seja humano, pense em outros humanos... Questione o seu deus... Questione a sua vida... Uma vida que não é questionada, não vale a pena ser vivida...

Triste destino...

Carlos Sherman



FIGURAS PARA FACILITAR A COMPREENSÃO...




Nenhum comentário:

Postar um comentário