Pesquisar este blog

terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Racionalidade e Emoção, a eterna questão...



Frequentemente, encontro pessoas interessadas no velho  confronto entre racionalidade e emoção... E frequentemente noto que tais pessoas desconhecem tanto sobre o que é racionalidade, quanto sobre o que é verdadeira emoção... Confundem o seu mal entendimento sobre racionalidade - 'pessoa-geladeira'... Confundem a sua dita 'sensibilidade', com o mais puro sentimentalismo manipular... Na verdade, dito confronto só interessa aos medíocres, tanto em emoção, quanto em racionalidade...

Costumo citar Borges, Neruda e Pessoa, e pergunto: - Lhes falta racionalismo como pensadores, criatividade, ou emoção e sensibilidade? Não existe confronto, e sim, coexistência harmônica... Assim como Darwin, Eisntein e Galileu, foram incríveis pensadores, dominaram a arte da escrita, e donos de uma poesia refinada, e criatividade sem igual...

'O que importa na culinária, a criatividade, a sensibilidade, ou o respeito 'racional' do equilíbrio entre os alimentos ácidos, básicos, proporção, temperatura, reações químicas como o corte do leite pelo limão? Ambos... Cozinhar bem é um ato de inteligência, assim como pintar e compor... A arte decorre da inteligência, e não da falta dela...' 

Carlos Sherman

Nenhum comentário:

Postar um comentário