Pesquisar este blog

quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

Silas Malafaia, 'Cristãos', e a Liberdade Individual...




A LIBERDADE INDIVIDUAL É INVIOLÁVEL...

Carlos Sherman


Um exemplo para a família, vigarista e criminoso, repleto de casos extra-conjugais... Um cara familiar... 


Quem é Silas Malafaia?

Silas Malafaia é um estelionatário, que comercializa com a fé é o desespero das pessoas... Silas Malafaia é um cara de pau, um bandido que tem o disparate de criticar a justiça para defender o notório casal estelionatário da Renascer... Silas Malafaia é farinha do mesmo saco que Edir Macedo, Valdemiro Santiago, David Miranda, entre outros salafrários que estão fora das grades por falta de coragem em atacar estes redutos da criminalidade, ditos ‘Evangélicos’... Isso é uma piada de mal gosto...

Atentar contra a esperança e o desespero humano, como fazem estes mercadores da fé, que se dizem ‘representantes’ de Deus, deve ser considerado crime hediondo... Esta é a questão... Silas Malafaia comente crime similar ao estuprando, violentando a esperança de pessoas humildes e pouco instruídas... Silas Malafaia é um criminoso que fala livremente um programa de televisão, e escarnece da ignorância de quem assiste e paga pelo seu reinado sórdido...

30 pastores, ditos evangélicos, são envolvidos no escândalo Sanguessuga, ligados à Igreja Renascer, o tal Bispo João da Universal, flagrado com 10 milhões de dólares, entre outros bandidos da fé e da bancada ‘evangélica’ no congresso... Pois bem,  o cara de pau do Silas minimiza o fato, desconversa, e muda de réu a acusador...

Sabem por que homens ‘ditos’ religiosos precisam de uma ‘bancada’ no Congresso? Para cuidar de seus interesses econômicos, e proteger a sua ‘permissão para roubar, corromper, mentir, enganar, espoliar o povo, dar calote, tomar dinheiro publico’... E tudo isso, travestido de defesa dos interesses da “igreja evangélica”... Ladrão é ladrão, evangélico ou não, e devem ser julgados... Mas Silas, no topo da cadeia alimentar, da rede de roubalheira evangélica, sai em defesa dos ladrões da fé, pelo simples fato de que está defendendo sua classe... Corporativismos puro e simples, adequado às piores práticas de nosso congresso... Isso tudo é um lixo...

O que Silas deseja, é que a bandidagem e a malandragem religiosa sejam ‘abençoadas’ pelo Estado Brasileiro!!! O que Silas deseja neste episódio ‘homofobia’, é provocar uma cortina de fumaça, é fazer com que o estado, ou as pessoas de bem, estejam mobilizadas em se defender dos seus ataques, para que ele continue passando a sacolinha... Essa é a verdade... Isso é mais um truque, assim como fazem os mágicos, levando sua atenção às mão direita, enquanto esconde ‘a grana’ com a mão esquerda... Embora, a grana que o Silas embolsa, necessita de muitas mãos para embolsar...

O truque da dominação evangélica envolve ferramentas clássicas, empregadas pelo Cristianismo Católico de outrora - e hoje muito mais sutil de discreto -, levando pessoas assustadas e desesperadas a temer o ‘super mal’, para apresentar o seu papel como guardião do ‘super bem’... É preciso pintar demônios assustadores, para justificar a fé – e a grana – empregada em exorcizá-los... Tudo isso é um truque, baixo, barato, mas que sai caro, para quem já não tem....

Silas Malafaia não é somente um bandido, é o pior deles, ao lado de Edir Macedo, Valdemiro, Valdemiro, Miranda, Garotinho, entre outros, no panteão da criminalidade pela fé religiosa...

Silas dirige seu ataque aos homoafetivos, assim como dirige à Globo... Lembrando sempre que, independente de julgar os não as práticas da Globo, vale lembrar que esta emissora vende propagandas de empresas privadas, e trata-se de um negócio, claramente vinculado a interesses... Mas não é mercadora da fé.... E sobre a causa homoafetiva, quem é Silas Malafaia? Um hipócrita, bandido, que vive faturando menininhas por aí, e posando de baluarte do moralismo? Que porra é essa, que inversão absurda de papéis?



Quem são os Evangélicos?

Os evangélicos, de forma geral, são pessoas pouco instruídas, e inocentes - quanto aos desígnios de vorazes pastores -, um rebanho assustado que pode ser facilmente manobrado pela ‘interpretação’ do seu único livro, de toda a vida: a Bíblia... São manobradas pela interpretação do ‘único livro’, e pela eterna dicotomia, a luta entre o bem e o mal... O mal que lhes causa medo, e o bem – na forma de pastores eloquentes – que lhes promete proteção, colaboração, e vida eterna... Enquanto suas vidas despencam, a alusão à uma vida muito melhor, depois, é fonte inesgotável de consolo... E a sacolinha vai sendo passada, para que ditos pastores gozem de uma vida nababesca, aqui e agora...

Só isso? Não, existem pessoas abnegadas, mas ainda assim mal instruídas, que estão completamente bitoladas no ‘único livro’, sendo portanto incapazes de aprender, e conhecer um pouco do que a humanidade já sabe sobre a vida, o universo e o homem... Mas outra vez, sem a lavagem cerebral dos mercadores da fé, e promovendo mais educação democrática e livre, mudaríamos este quadro...

Este ‘único livro’, de toda uma vida, a Bíblia, está dividido em duas partes, o Antigo e o Novo Testamento... No primeiro, um deus caprichoso, cruel e vingativo, trata de assassinar direta e indiretamente 2,5 Milhões de pessoas... Esta lá, na sua bíblia... Leia a Bíblia... É claro que Malafaia e os demais pregadores e mercadores da fé, sejam eles judeus, cristão católicos, cristão em geral, não querem arrumar encrenca e promover uma debandada daqueles fiéis que não querem ser cúmplices de um deus assassino...

Na primeira parte do ‘único livro’, está também a criação do universo... Um fábula simplista e ignorante sobre todos os aspectos da realidade do universo, onde o ‘amiguinho imaginário’ – deus – cria ‘tudo’, e sem sequer saber o que é tudo, em 6 dias, para descansar no sétimo... Ridículo seria, se não houvessem pessoas acreditando nisso... Piamente... O que demonstra que religiosidade e grau de instrução andam em vias opostas... Mas na segunda parte do ‘único livro’ da vida dos fiéis evangélicos, depois de passar por uma terapia, deus fica legal, bacana, mas nem tanto... Só que acaba com tudo no final, e ameaça promover o maior assassinato de todos os tempos: o Apocalipse... Superando em muito aos inúmeros em genocídios e infanticídios do Antigo Testamento... Desta vez a chacina será aos bilhões... ¼ da humanidade deverá perecer horrivelmente no primeiro dia do ‘humanicídio’ divino... 


É mole ou quer mais? E tem mais, este deus no qual todos acreditam cegamente, conforme detalhado na bíblia, incentiva a escravidão, promove a aversão contra estrangeiros, racismo, infanticídio, aprova o incesto, sugere apedrejar filhos rebeldes, mata por qualquer tipo de desobediência, ordena sacrifícios humanos e de animais, promove todo tipo de injustiça, mata por intolerância religiosa, genocídio, ódio aos homossexuais, punindo estes últimos – também – com morte, etc e tal... Trata-se de um manual de matanças e sandices, em nome da glória de um deus realmente malvado...  

Mas a interpretação dos pastores será bem diferente, afinal, não querem perder fiéis... Contribuintes... E por isso dizem que a bíblia é complexa, metafórica, difícil de entender... Na realidade, para pessoas instruídas, a bíblia é difícil de engolir... Pensem na seguinte correlação, os países menos instruídos e educados são os menos religiosos... E antes de tirar suas conclusões, pense também, que os países mais religiosos são os que mais têm fome... Os mais religiosos são também os mais desiguais, os mais violentos, com menor qualidade de vida, com menor acesso à saúde, com menor expectativa de vida e maior taxa de mortalidade infantil... Então pergunto, qual é o mapa de deus, se o mapa da fome e sofrimento se confunde exatamente com o mapa da crendice? Qualquer crendice, seja ela a sua, ou a de outras facções... Seja ela cristão, islâmica, hinduísta, etc... Basta crer muito para passar fome e dificuldades... Qual o sentido disso? Onde está deus? Deus espera por você no paraíso? Tem certeza? Aquele deus, cruel e mortal? Melhor repensar sua vida, e estudar...

Educar é libertar, e isso não interessa aos pastores, e muito menos aos governantes... Na verdade, os que lutam pela justiça, liberdade e ética, são homens não religiosos, humanistas, que acreditam no ser humano, em você e eu... O humanismo derrubou a escravidão, o racismo, a opressão... Por não conhecer a História, seria difícil entender minhas palavras, mas ainda assim está será a verdade... Viver de um único livro é o que se convencionou chamar de Fundamentalismo... E um dos maiores problemas para o fundamentalismo, é a impossibilidade de comparar mensagens e doutrinas...


Afinal, só existe ‘uma verdade’... E que, segundo os pastores, é incompreensível para você... De forma que você precisará dele, ou deles, para entender a ‘mensagem de deus’... Não é assim? Mas quem disse que eles estão habilitados para isso? Quem disse que deus disse aquilo? Quem disse que deus existe? 


Posso responder a estas perguntas... Quem disse que deus existe foi a Bíblia... E quem disse que a Bíblia tem autoridade para isso foi deus... Entendeu? É isso, ou seja, deus não existe em nenhuma outra parte senão na bíblia... E nada e nem ninguém endossa a bíblia, senão, deus... Tão simples quanto isso... Argumento circular... E quem disse que estes pastores tem autoridade para interpretar deus e a bíblia? Ninguém além deles próprios... Você vai continuar vivendo disso?

Então, vocês, evangélicos, que julgam-se especiais, escolhidos e salvos, estão completamente equivocados sobre tudo... Sobre o que é o Universo, a Vida e o Homem... Desesperados  em busca de um caminho, e sem a menor instrução, escolheram apenas o ‘único livro’, e escolheram muito mal... E nem assim se dedicaram a lê-lo, deixando esta tarefa para pessoas tão ignorantes quanto você – mesmo que de boa fé – ou para estelionatários perigosos como Malafaia...

Triste destino...




O que é a Homoafetividade?

O afeto entre pessoas no mesmo sexo... E daí? Qual é o problema? O afeto de alguém não é problema de outrem... Ninguém tem nada a ver com isso... Podemos sentir afeto por quem melhor nos aprouver... E daí? Em que isso afeta a sua vida? A homossexualidade por sua vez, embora também de foro íntimo, é o sexo com pessoas no do mesmo gênero... E daí? Trata-se de outra questão de for íntimo... Assim como outras escolhas que fazemos... Em uma sociedade cada vez menos hipócrita, é uma liberdade importante...



Infelizmente, o ‘homossexualismo’, mais do que a homoafetividade está em moda, ou seja, pessoas do mesmo sexo ou gênero, estão posando para a foto e mantendo relações sexuais – normalmente pouco afetivas – com pessoas do mesmo sexo... Porque é moda... Mas  moda passará, como ocorreu no passado, na Grécia Antiga por exemplo... Quando passar, algumas pessoas transaram com outras do mesmo sexo por prazer, e outra viveram com pessoas do mesmo sexo por afeto – e por prazer... Mas o excesso irá passar... Isso é comum em um momento de liberalização, e logo advém a estabilização... Vivemos um pouco do radicalismo do movimento, e assistiremos a uma sólida e saudável acomodação de gostos e preferências individuais... Liberdade individual... Gosto do termo ‘homoafetividade’, porque considero o afeto inatacável... Mas alguns só querem se divertir, e tudo bem...

Porque disse ‘infelizmente’ e acentuei o modismo? Porque o excesso tem sido a marca... Por exemplo, a ‘Parada Gay’ é um excesso, um pretexto comercial e festa... Um Carnaval Gay... O movimento gay, na luta pelo ‘direito à homoafetividade, e sem preconceito público’, luta suas batalhas em outra esfera... Se a Parada Gay já foi importante como exposição da representatividade do público gay, agora corre o risco de ser um movimento que prega a apologia à homoafetividade, o que seria um erro, e uma distorção - em si -, uma contradição... Por quê? Porque a espécie humana estaria, por exemplo, fadada à extinção... Por exemplo, muita gente não quer ter filhos, e ótimo... Mas se houvesse um movimento dizendo ‘é melhor não ter filhos’, poderíamos dizer o mesmo, ou seja, este movimento prega o fim da espécie humana em longo prazo... Ou seja, não existe sentido em fazer a apologia da homoafetividade, nem da escolha por não ter filhos... Assim como ninguém poderá ser discriminada por não ter filhos, ou amar uma pessoa do mesmo sexo... Ou não amar ninguém...


Hoje, ainda, a cena homossexual ´também' abriga a quem simplesmente quer levar uma vida promiscua; e nada contra isso, afinal, cada um faz o quer com o seu corpo... Mas esta correlação tem sido prejudicial para quem simplesmente 'ama e deseja viver em estado de direito' com uma pessoa do mesmo sexo... Conheço bons casais 'homo', assim como conheço bons casais 'hétero', ou seja, conheço bons casais, mas a maioria dos casais, homo ou hétero deveria continuar a procura... A liberdade individual assegurada, permite que vivamos sós, em casal, com ou sem filhos, em trio, quadra... Devemos viver como pudermos viver melhor... Tem gente que passa a vida cuidando da mãe, e não constitui família, e daí? Ou dedica a vida aos animais, ou ao celibato... E daí? O problema e deles, ou é seu?

Devemos sim, condenar todo tipo de discriminação contra a conduta afetiva, em ter um dois, dez parceiros, e ter parceiros do mesmo sexo, em não ter parceiros... Ninguém, publicamente, pode ser discriminado por sua afetividade... Mas a apologia é uma besteira, como outras besteiras, como a apologia a ser evangélico... ‘Deixe seu cérebro em casa, traga o dízimo, e acredite roboticamente em tudo o que dissermos, e você terá a vida eterna, dinheiro, saúde, e todas as graças que desejar, porque um ser invisível que fala comigo, garantiu que vai rolar’...

Finalmente, é óbvio que Silas Malafais, um hipócrita bandido de carteirinha, não entende nada de afeto, nem de direito, nem de nada... Nem de biologia, quando diz que ‘está provado que o homossexualismo é comportamental’... Senhor Silas, não está provado nada disso... Apenas está provado que o senhor é um vigarista, mas este é outro papo...

O que sabemos é que somos quem somos sem intencionar sê-lo... O Silas é um vigarista por sua genética contribuiu para isso, tendência essa, acentuada em sua educação, e vida... A tendência ao egoísmo - de Silas -, assim os seus traços de psicopata, vieram pela sua genética, e tais traços foram incentivados em sua educação – ou na falta dela... Mas  decidir roubar por meio da fé foi uma questão de oportunidade, ou seja, circunstancias próprias da vida deste vigarista... Assim como ocorre com a homoafetividade, e todas as características de nossa personalidade...

Devemos entender que uma pessoa, sua individualidade - expressa em seus pensamentos, dizeres, e sobretudo, em suas ações -, de forma simplificada, é a resultante das seguintes forças: 1. A impulsão ou impulso genético, que representa – como hoje sabemos – grande parte de nossa resultante, e conforme envelhecemos esta influência aumenta... Nossas potencialidades estão definidas geneticamente e serão estimuladas ou não em nosso aprendizado, em nossas relações psicossociais, e na cadeia de eventos específicos de nossa vida... 2. O desenvolvimento fetal, expondo o feto aos diferentes hormônios - com destaque para a Testosterona, neste caso -, e induzindo, dirigindo, acentuando, bloqueando, ou alterando, a resposta genética... 3. A Fisiologia, ou seja, a nossa resultante bioquímica, decorrente da genética e da embriogênese... Nossa fisiologia irá regular e muito, as nossas respostas emocionais, afetivas, e lógicas... 4. O nosso aprendizado do mundo, que também estará dirigido por nossa bioquímica, terminará por estimular ou bloquear os nossos impulsos inatos – in natura... 5. Os eventos e as circunstâncias de nossa vida, promovendo uma sequência de desafios e tomada de decisão...

De forma simplificada, e finalmente, seremos uma resultante de todos estes aspectos, considerando que a parte física, bioquímica, associando Genética, Embriogênese e Fisiologia, responderá em média por até 40% de nosso comportamento... 25% virão de nossas relações psicossociais, família, meio, e 25% virão de nossa cadeia de eventos própria, guardando 10% para indeterminação...



O sexo como anatomia, encontra consenso, somos machos ou somos fêmeas... Sob o ponto de vista do aparelho reprodutor... O problema da sexualidade desemboca em conflito quando tratamos da atitude masculina ou feminina, u do interesse pelo sexo oposto ou pelo mesmo sexo... Neste ponto enveredamos o pântano da desinformação e do preconceito... Os gregos, guerreiros, dormiam com seus parceiros de luta, sem perder a 'masculinidade ou virilidade', no sentido da força para o combate com outros homens... Os iranianos beijam-se na boca, e não consideram que isso ofenda a sua 'masculinidade'... Os russos e outros povos, neste ou em outros tempos, também consideravam o beijo na boca como natural entre 'homens'... Que tal um selinho? Muitos artistas, e pessoas públicas em nosso país, abraçaram esta prática de dar um selinho... Particularmente sinto que fere o meu sentido 'masculino', mas sei que isso não passa de uma besteira... Meus atos, minha vida, não dependem somente disso... Então, o que é masculino ou não, variou muito ao longo do tempo...


Já o desejo por pessoas do mesmo sexo, tem realmente um forte viés genético... E mesmo tendo dito e afirmado isso, quero repetir que não considero que o momento atual reflita uma amostragem desta tendência 'genética'... O modismo hoje é muito forte e, repito, passará... Conviveremos então com pessoas que inexoravelmente possuem desejo natural por pessoas do mesmo sexo, ou de ambos, ou de nenhum... Conviveremos com pessoas que 'aprenderam' a portar-se como o sexo oposto ao seu sexo anatômico e genético, e que desejam continuar assim... E neste caso, ninguém tem o direito de pensar em 'curar' tais pessoas... Não podemos pensar em 'curar' um gosto, preferência ou característica, mesmo que singularmente adquirida pelo aprendizado, por viola o princípio do direito individual... Posso preferir mulheres gordas ou magras, louras ou morenas, asiáticas ou russas, e daí? Isso 'já faz parte de quem eu sou, ou me tornei'... Ninguém pode me dizer para gostar de ruivas rechonchudas... Isso seria uma afronta ao meu direito de SER QUEM EU SOU... 


Existem casos de homoafetividade decorrente das relações psicossociais,  e daí? Vamos recuperá-lo? Não... Vamos respeitar sua individualidade... Muitos são os fatores que contribuirão para esta identidade, e quem porta a identidade deve decidir o que fazer com ela... E mais uma vez, não existem referências absolutas sobre ser masculino ou feminino... Reprodutivamente sim, mas já deixamos isso de lado a muito tempo, quando inventamos a pílula anticoncepcional... Então deixemos de falácia e hipocrisia... Nossa sociedade celebrou e celebra, a liberdade de ter prazer com o sexo, e que maravilha... Sexo é bom demais... Se levantarmos a bandeira de falso moralismo do atentado contra a família, deveremos lembrar que muitos casais não querem ter filhos, e muitas pessoas não querem se casar, e o sexo com a pílula, a camisinha, etc, é a nossa maior fonte de prazer contemporânea...


Obviamente Silas não conhece, não entende, ou não quer entender, nada disso... Trata-se de um fundamentalista, ignorante, e hipócrita... Sem contar a sua folha corrida como estelionatário... Mas Silas não é um homem de um único livro, como os evangélicos... Ele conhece também o Código Penal, e muito sobre Vendas e Marketing... Mas não sabe nada sobre a VERDADE, sobre a VIDA, sobre o HOMEM, sobre HUMANIDADE, sobre AMOR, RESPEITO, ÉTICA, e muito menos sobre o UNIVERSO... Na realidade ele nem acredita em deus... Porque se acreditasse saberia que se afunda mais e mais, dia a dia, roubo por roubo, mentira por mentira, no lamaçal do inferno, que ele mesmo tanto gosta de descrever...

PL122

Trata-se de um projeto de lei apresentado pela Deputada Iara Bernardi (PT - SP)... O projeto de lei tem por objetivo criminalizar a homofobia no país, assim como ocorre com o racismo, e outras discriminações... Encontra-se na Comissão de Direitos Humanos do Senado, e tem a Senadora Marta Suplicy (PT -SP) como relatora... É considerado por importantes juristas como constitucional, necessário e urgente... Todavia, para algumas entidades ditas cristãs (católicas, protestantes e pentecostais, etc e tal), o projeto fere a ‘liberdade religiosa’ e de expressão, por prever cadeia (de até 5 anos) para quem criticar publicamente os homossexuais... Trata-se de crime de discriminação, além de calúnia e difamação, por considerar ‘doente’ ou ‘possuído pelo demônio’, uma pessoa que sente afeto por outra do mesmo sexo... É cadeia mesmo... Estes hipócritas da religião querem engrossar o coro dos ‘skin-heads’, ‘carecas’, e outros grupos criminosos que agridem física e verbalmente cidadãos brasileiros... Sob o Estado de Direito isso é crime sim... Atenta contra a liberdade individual...

‘Segundo pesquisa telefônica conduzida pelo DataSenado em 2008, com 1120 pessoas de todas as cinco regiões do Brasil, 70% dos entrevistados posicionaram-se a favor da criminalização da discriminação contra homossexuais no país. A aprovação é ampla em quase todos os segmentos, no corte por região, sexo e idade. Mesmo o corte por religião mostra uma aprovação de 54% entre os evangélicos, 70% entre os católicos e adeptos de outras religiões e 79% dos ateus. Entre aqueles entre 16-29 anos, 76% apoiaram o projeto. Ainda de acordo com a pesquisa, as pessoas com melhor nível de escolaridade tendem a ser mais favoráveis ao projeto de lei - 78% das pessoas com ensino superior e 55% das pessoas com o 4º ano da escola. No entanto, outra pesquisa do DataSenado, esta feita em 2009 com 400 mil pessoas, indicou que 52% dos brasileiros são contrários ao PL-122.’


Isso que mostra que a escolaridade e bom senso vem caindo, e que a propaganda da hipocrisia religiosa vem avançando, com os discursos inflamados dos pastores ao seu rebanho... Os 'Bolsonaros' e 'Silas', vem obtendo sucesso em sua lavagem cerebral...


A hipocrisia não tem limites, afinal os evangélicos aceitam que Ló, 'o único homem justo e bom de Sodoma e Gomorra' - segundo DEUS - transe com suas duas filhas, e engravide as duas... Abrão, nada mais nada menos do que o patriarca do mundo judaico-cristão-islâmico, é o cafetão de sua própria esposa em mais de uma oportunidade... Vários incestos, entre outros absurdos bíblicos, e Silas Malafaia vem falar em FAMILIA? Exemplo familiar? Quando a bíblia diz para apedrejar seu filho rebelde até a morte... Belo exemplo familiar... E Malafaia e seu rebanho ainda acham que o problema aqui é gostar de uma pessoa do mesmo sexo? LEIAM A BÍBLIA... TODINHA... Uma manual de assassinatos, cometidos por deus ou a mando dele, por simples intolerância religiosa... Um compêndio de todo tipo de atrocidade elevado à enésima potência... Que perdão que nada, é o Código de Hamurabi amplificado... Leiam a Bíblia...



Mas uma outra questão prejudica o bom andamento do assunto: a apologia à homoafetividade... A homoafetividade vendida como sendo superior, melhor... Isso é absurdo, como seria se disséssemos que ser branco é melhor do que ser negro, etc... Isso é grave e deve ser discutido... Isso é discriminatório também... A liberdade individual é inviolável, e desde de que alguém dirija o seu afeto a quem quiser dirigir, isso não diz respeito a ninguém... 


Mas criar redutos, movimentos, e slogans gays, é uma tremenda contradição... O que importa em tudo isso é a liberdade individual... Bandeiras de ‘um Brasil gay’, ‘um mundo gay’, só servem para confundir toda  a questão, e são similares a ‘um Brasil para Cristo’, ‘um mundo para Cristo’...



O afeto, ou uso do corpo, a intimidade, são questões individuais, e esta é a luta, a liberdade individual... Defender bandeiras de incentivo à homoafetividade é outra coisa... É desnecessário, e igualmente discriminatório...


LEIAM A BÍBLIA... E ESTUDEM... OUTROS LIVROS... MUITOS OUTROS... ENTENDAM UM POUCO DE GENÉTICA, FISIOLOGIA, BIOLOGIA, NEUROCIÊNCIA COGNITIVA, ANTROPOLOGIA, HISTÓRIA, MITOLOGIA, ETC...


E SEJAM IMENSAMENTE FELIZES, DEIXANDO EM PAZ QUE SÓ QUER EXERCER A SUA LIBERDADE FÍSICA, PESSOAL, ÍNTIMA... CHEGA DE HIPOCRISIA...


Carlos Sherman



Um comentário:

  1. Pensamentos repletos de preconceitos e idéias sem lógica e fundamento. Considere-se mais um manipulado pelo sistema, que forma hoje diversos seguidores de modismos antinaturais. Triste saber que há pessoas que procuram justificar seus erros e induzirem outras pessoas as mesmas praticas. Permita-me lhe dar o título de tumor de um câncer social chamado homossexualismo. Deixando bem claro aqui que respeito toda e qualquer atitude pois acredito no "livre arbítrio", sou contrário apenas aos ataques de entidades que manipulam e se fazem de vitimas, além de criarem inimigos fictícios. Se as idéias ferem princípios naturais, logo entende-se quem são os "perseguidores" e os "perseguidos".

    ResponderExcluir