Pesquisar este blog

terça-feira, 24 de janeiro de 2012

Argumento Ontológico...




Trata-se da Falácia do Argumento Ontológico, ou seja a existência de Deus pode ser provada a priori, apenas com um silogismo... Ou seja, bastando apenas a intuição e a 'experiência', não sendo necessárias, portanto, provas materiais, ou seja, a posteriori, porque sua comprovação material é a própria realidade do ser... 

Deus é o ser perfeito, elevado á máxima potência, e não pode haver um ser mais perfeito do que ele... Ora, um atributo da perfeição é o existir, logo Deus deve forçosamente existir, sem o que ele não seria perfeito; sua existência faz parte do seu ser... Ou não? 

Esse argumento foi diversas vezes reabilitado ao longo da história, por pretender passar da ordem lógica à autoridade, e sem evidências ou provas... Foi proposto pela primeira vez pelo doutor da Igreja Anselmo de Cantuária, dito Santo Anselmo... Trata-se de mera falácia, refutada por Hume, Kant, entre outros... 

Com o mesmo tipo de raciocínio, ou seja, se o Argumento Antológico fosse plausível, seria possível 'provar a inexistência de Deus', como demonstrado por Dawkins e Gasking... Não engoliremos deuses apenas 'prestidigitações dialéticas', nem com 'sofismas sem-vergonhas'... 

Tal argumento, invoca também as falácias de 'Petitio principii - Partindo de um Princípio Válido', da 'Reversal de onere probandi - Inversão do Ônus da Prova ', de 'Non causae ut causae - Tratar como prova o que não é prova', da 'Pressuposição', da 'Explicação Superficial', da 'Explicação Incompleta', da 'Evidência Anedótica', do 'Egocentrismo Ideológico', da 'Distorção de Fatos', da 'Generalização Apressada, do 'Deus das Lacunas', da 'Definição Obscura', da 'Conclusão Irrelevante', do 'Complexo do Pombo Enxadrista', do 'Bulverismo', do 'Círculo Vicioso', da 'Regressão Infinita', da 'Bola de Neve', do 'Argumentum verbosium - Verborragia', do  'Magister dixit - Apelo a Autoridade', do 'Argumentum ad populum - Apelo à maioria', do 'Argumentum ad ignorantiam - Argumento da Ignorância', do 'Apelo à Consequência', do 'Apelo à antiguidade ou tradição', do 'Apelo ao Ridículo', do 'Apelo à Autoridade Anônima'... 

Provar a existência de deus, é uma árdua tarefa, e invoca tantos argumentos falaciosos... E me pergunto, porque empreender tal missão, sem a menor sombra de evidências ou provas? Por fé, medo e ignorância... 

Tenho dito...

Carlos Sherman

Nenhum comentário:

Postar um comentário