Pesquisar este blog

domingo, 8 de janeiro de 2012

A BESTA...




Assisto com assombro, que pessoas ditas defensores da moral e dos bons costumes - apenas porque são religiosas ou crentes -, estão adulterando e falsificando vídeos, textos e notícias, com o sombrio propósito de promover as suas frágeis convicções... Frágeis sim, porque se não o fossem, não seria necessário lançar mão de atos desonestos e vergonhosos para atingir seus objetivos de dominação das massas e proselitismo... Autômatos da fé, escravos do medo, e dispostos a tudo, até a perder-se, pela mentira e falsidade ideológica... Um dos principais alvos destes crimes contra a verdade, é o renomado e consagrado cientista, homem livre, pensante, e que tem dedicado a sua vida a ajudar aos crentes delirantes de todo o planeta: Richard Dawkins... Estes marginais da fé, denunciam blogs, sites, videos, e publicações idôneas e científicas apenas para prejudica-las... Em mais de uma oportunidade recorri ao YouTube, Google e Facebook, para recuperar o direito de exibição de matérias da maior importância, que haviam sido denunciadas indevidamente por crentes delirantes... Também passei por esta terrível situação, em meus posts, e necessitei recorrer, e vencer... 


Ao mesmo tempo, tais sabotadores são panfletários de matérias que mais parecem 'matérias fecais', e continuam despejando sem censura, o seu lixo tóxico do estelionatário descarado, por toda parte... Onde está a justiça para encarcerar de uma vez a bandidos sórdidos como Malafaia, Edir Macedo, Valdemiro Santiago, David Miranda - entre outros meliantes da fé? 


Mas não podemos acordar a quem prefere continuar dormindo, desperdiçando sua vida, e esperando pelo juízo final...

Mas deixando de lado atos de flagrante desonestidade, trato aqui de outro viés da fé, a IGNORÃNCIA... Tratarei a seguir, de uma publicação crente, um Clássico, e que assusta pela grandiosidade e grandiloquência da estupidez... Clássico por tentar, sem sucesso, passar a falsa ideia de um relato científico - e pelo simples fato de que cita números e termos técnicos, assim como medidas utilizadas pela ciência, assim como pelo ensino básico e fundamental em nosso país... E aqui, abro um parentese para destacar um aspecto realmente muito relevante sobre o tal texto, porque o que o autor considera ‘ciência’, não é nada mais nada menos do que o uso da lógica, do racionalismo, do bom senso, da boa argumentação, do ajuntamento de evidências, enfim, do uso do CÉREBRO... Obrigado, agradeço em nome da ciência, mas infelizmente ele não chegou nem perto de cumprir seu intento...

Trata-se de uma pérola preciosa da Crença de Carteirinha, o argumento number one (número um), o argumento ‘#1’, ‘Provando, com a Ciência, que os Ateístas estão errados‘... Trata-se do argumento número um, para provar exatamente a que ponto, e a que nível de imbecilidade e ignorância, um crente pode chegar, em poucas e mal fadadas linhas... Mas trataremos de desenvolver o tema, assim que eu puder parar de rir... Rsrsrsrsrs... Rir pra não chorar...

Primeiro empanturrem-se com a publicação original, e a sua tradução está logo abaixo:

Imagem original da burrice monumental...



A quantidade de água na Terra é 1.386x10 ^ 21 litros. Vamos supor que as pessoas usarão apenas 2 litros de água por dia. Isto é muito menos do que as pessoas realmente usam, mas para simplificar, vamos considerar apenas a quantidade ideal de consumo por dia. Existem 6 bilhões de pessoas na Terra (estamos perto de 7 bilhões, mas vamos ser generosos com os ateus). Isso significa que nós bebemos 12 bilhões de litros de água por dia (12x10 ^ 9 litros).

A Bíblia diz que a terra tem apenas 6.000 anos. Neste período teríamos sido capazes de usar 0,0012% da água de todo o mundo. Compare isso com o que os ateus dizem - que a vida já existe há cerca de 3 bilhões de anos. Isso significa que teríamos bebido 9,5 vezes a quantidade de água do planeta. Isto é obviamente impossível, já que nossos oceanos não estão vazios, na verdade, nós temos enormes quantidades de água não utilizada.

E agora ateus?
A ciência está provando aos poucos que você está errado. O que você faz quando você não tem nem as Escrituras nem a ciência para suportá-lo?
Onde você vai parar?

Pouco menos de uma página, com asneiras para dar e vender... Poderíamos convocar uma criança em qualquer la, e que esteja cursando a 4ª ou a 5ª sério do Ensino Básico, e solicitar noções elementares sobre o Ciclo da Água... Dispensamos nosso amiguinho de 9 a 10 anos, e solicitamos a presença então de outro ‘professor’, de 11 a 12 anos, 6ª ou 7ª série, ainda no Ensino Básico, para perguntar sobre a origem da vida na Terra... Seleção Natural, CO2, Estromatólitos (O2), e o desabrochar da vida há pouco mais de 3,5 bilhões de anos, no Período Arqueano – ou talvez antes, e nunca depois... Estamos precisando, cientificamente, o tempo exato, assim como os possíveis caminhos deste processo evolutivo, e temos muito conhecimento acumulado... Mas com certeza, a vida não começou a parcos 6.000 anos, e muito menos com uma varinha de condão...

Então vamos dispensar as crianças, e vamos falar como adultos... Isso se for possível falar como adulto com quem acredita em um amiguinho imaginário, uma mistura de Don Corleone com o Super-Homem... Que criou TUDO, a 6.000 anos, e por mágica... Tudo prontinho... Tcha, tchan, tchan, tcha... E como os crentes sabemos disso? Porque a bíblia diz... Ok, mas por que deveríamos considerar válida tal afirmação absurda? Porque deus disse que o que está na bíblia está certo... Mas se somente a bíblia endossa deus, e somente deus endossa a bíblia, temos um argumento circular, que em termos lógicos não tem valor... Acho que os crentes querem jogar tênis sem rede, e então eles decidem quem marca pontos ou não...



Mas vamos insistir em conversar como adultos... E espero que destapem os ouvidos, abram os olhos, e parem de repetir ‘bilúbilúbilúbilú...’... Não vai doer... Hora da aula, já que pelo visto você tem faltado muito... Vamos fazer estes cérebros enferrujados – que nunca precisaram pensar – pegar no tranco... Vamos recuperar o tempo perdido:

1. Tudo isso é ridículo – para começar - em função do Ciclo da Água, ou Ciclo Hidrológico... Este ciclo rege a troca contínua de água na hidrosfera, que engloba a atmosfera, a água do solo, águas superficiais, subterrâneas e das plantas... Os oceanos evaporam, assim outros corpos d'água, além da transpiração e da excreção dos seres vivos no planeta – plantas e animais, assim como o homem -, e este vapor eleva-se no ar (em função da temperatura); para então ser acumulado e condensado nas nuvens, retornando na forma líquida através das precipitações pluviométricas – chuva -, e assim retornando a água para a terra ou para o mar... A água depositada na solo, montanhas, geleiras, escoam pelos rios novamente para o mar... Este processo pode ser modelado matematicamente, e temos vivido bem com os seus resultados até aqui... O modelo funciona... Esta informação serve - além de refutar totalmente a proposição inicial - para evitar que um crente passe vergonha diante dos filhinhos em idade escolar;

2. Em química, e mais especificamente em Termodinâmica, um Sistema é dito Fechado – diferentemente de um Sistema Isolado – quando está delimitado por uma fronteira que permite trocas energéticas, e não de matéria - entre o referido sistema e sua vizinhança... E este é o caso da Terra... Já o Universo é um Sistema Isolado, pois não permite troca de matéria, nem de energia com sua ‘suposta’ vizinhança...

3. Não existiam humanos, e muito menos 7 bilhões, a 3,5 Bilhões de anos... E menos ainda consumindo água – além de beber - para tomar banho, fazer a barba, encher a piscina, lavar o carro, lavar os aviões, lavar as ruas e os edifícios, aplicar em sistemas de calefação e hidrodinâmicos, etc e tal, ou em cultos de ‘lavagem cerebral’ para a conversão de crentes em autômatos do ‘não-pensar’... 
O termo "humano" no contexto da evolução humana, refere-se ao gênero Homo, mas os estudos da evolução humana usualmente incluem outros hominídeos, como os australopitecos... O gênero Homo se afastou dos Australopitecos entre 2,3 e 2,4 milhões de anos na África... Os cientistas – de verdade - estimam que os seres humanos ramificaram-se de seu ancestral comum com os chimpanzés - o único outro hominins vivo - entre 5 e 7 milhões anos atrás... Diversas espécies de Homo evoluíram e agora estão extintas... Estas incluem o ‘Homo erectus’, que habitou a Ásia, e o ‘Homo neanderthalensis’, que habitou a Europa... O ‘Homo sapiens’ arcaico evoluiu entre 400.000 e 250.000 anos atrás... A opinião dominante entre os cientistas sobre a origem dos humanos anatomicamente modernos é a "Hipótese da origem única", que argumenta que o ‘Homo sapiens’ surgiu na África Oriental e migrou para fora do continente entre 50-100,000 anos atrás, substituindo as populações de ‘Homo erectus’ na Ásia e de ‘Homo neanderthalensis’ na Europa... Já os cientistas que apoiam a "Hipótese multirregional" argumentam que o Homo sapiens evoluiu em regiões geograficamente separadas... Continuamos estudando... Tais conclusões e estudos, estão baseados em estudos Antropológicos e Genéticos, principalmente envolvendo o DNA Mitocondrial... Desta forma, amigo crente, sua continha deveria começar por calcular – no seu modelo ridículo – a partir de, digamos, 7 milhões de anos, mas iniciando com um número bem modesto de hominídeos, que eram bem diferentes de nós, sobretudo no consumo de água, rsrsrsrs... Você poderia modelar um crescimento geométrico no período em que não dispomos de dados, e depois usar os dados disponíveis da tabela abaixo... Então a conta muda dramaticamente, e isso se estivéssemos brincando de continha, porque nas lições anteriores, fica ridículo avançar nesta palhaçada... Mas o exercício serve para mostrar o tamanho da sua burrice;


4. O nosso crente – científico – se esqueceu de acrescentar que outros seres vivos também tomam água, de forma que a sua ‘continha’ seria bastante potencializada... Lembrando apenas que eles transpiram e tem secreções como nós, lembrando do Ciclo da Água, do Sistema Fechado... E que deus o acuda;

5. Note-se que as primeiras referências documentais da CERVEJA, datam de 6.000 anos, isso nos povos Sumérios (Mesopotâmia)... A Terra deve ter sido criada juntamente com a 'cerva'... E mais, usamos água na cerveja... Põe na conta;

6. Provar a sua ignorância completa em Física, Química e Biologia, e o desconhecimento – sequer – do Ciclo da Água, assim como de noções de Termodinâmica Básica, não ajuda a provar que deus existe... Mesmo que a sua continha estivesse certa, assim como os seus conceitos – e estamos diante de uma negação acachapante de seus argumentos – ainda assim isso não provaria a fábula da bíblia... Você estaria refutando uma corrente de pensamento com argumentos – e não é o caso, rsrsrsr –, mas isso não tornaria outro argumento - a existência de um deus mágico - válido... Trata-se de outro desconhecimento de sua parte... Sobre o Método, sobre Filosofia, Lógica e ‘Pensabilidade’... Algumas das faltas e falácias, cometidas até aqui, são: Mudança do Ônus da Prova, Argumentum ad ignorantiam... A proposição primordial, ou seja, ‘de que a disponibilidade de água no planeta demonstra a antiguidade do homem na Terra’, precisa ainda ser provada... E até aqui foi inteiramente refutada... A proposição de que ‘um deus mágico criou tudo do nada ao seu bel prazer’, repito,  é outra proposição, e merece um novo julgamento de valor; e assim, deve ser provada de forma independente... É importante relembrar que ainda que a proposição inicial fosse provada verdadeira, isso não implicaria que a outra proposição necessariamente o é... O ônus da prova continua existindo para ambas... E se não forem provadas, ambas devem ser desconsideradas como argumentos...

7. No entanto, falando em antiguidade da Terra e da vida no planeta, assim como o Universo, será bem mais complicado do que o nosso amigo pensa, para provar sua proposição de ‘6.000 anos’, afinal será necessário desbancar de uma só vez todo o conhecimento humano sobre Geologia, Astronomia, Radiometria, Paleontologia, Arqueologia, Antropologia, Genética, Biologia, Ecologia, Química, Física, Fisiologia, Astrofísica, Astrobiologia, entre outras fronteiras da investigação e do pensamento... Não será tarefa fácil para quem não concluiu o Ensino Básico...

8. Lembre-se de considerar, em seu recalculo, que o percentual de água potável no planeta é bem inferior ao que você considerou que ‘bebemos’... Não bebemos água do mar... Lembre-se ainda de considerar que, se não eliminamos toda esta água onde ela irá parar? Estaríamos acumulando milhares de litros em nosso corpo, como bolhas gigantescas e ambulantes... E como você aprendeu no dia de hoje, a Terra é um sistema fechado então pra onde foi toda a água? Deus levou? Acho que este argumento não será bem recebido... Bom, será engraçado, mas não será válido... Pergunte-se também, após estudar o Ciclo da Água, porque tratamos a água e o esgoto?

Seria reconfortante se estivesse assinado por Chapolin Colorado, ou Pateta, ou pelos 3 Patetas... Diminuiria substancialmente a minha preocupação com o mundo... Mas não, alguém realmente achou que estava mandando muito bem... E isso dói... É MUITA BURRICE EM UMA ÚNICA SENTENÇA... VALE MAIS COMO SENTENÇA DE MORTE... A MORTE DA INTELIGÊNCIA, DO BOM SENSO, DA RAZÃO...

E agora ateus?
Faço muito mais na minha vida do que negar a existência de fantasminhas e deuses... Sou um homem livre e pensante, e que tem mais o que fazer do que brincar com um amiguinho imaginário rabugento e vingativo... Mas sobre a sua proposição, comento que você se esqueceu de que, entre outras coisas, nós mijamos... Você e eu... Mas você escolheu este texto para defecar, e da forma mais imbecil possível... É difícil acreditar que tal jumento bíblico, possa realmente existir...

A ciência está provando aos poucos que você está errado. O que você faz quando você não tem nem as Escrituras nem a ciência para suportá-lo?
A decência humana... A decência e a dignidade de usar o órgão mais importante do corpo para servir... Ao contrário de sua mente lavada e enxaguada com água benta... Porque o resto da água, nós já bebemos, não é mesmo?

Onde você vai parar?
Eu? Eu vou parar por aqui... Não tenho mais paciência com a 'ignorância arrogante'... E você, onde vai parar com tanto excremento na cabeça?

Pare de rezar um pouco e termine o Ensino Fundamental, ou pelo menos o Básico... Você consegue;

Carlos Sherman

O MAPA DA VIDA...

2 comentários:

  1. A diferença entre os sábios e os ignorantes é a mesma que há entre os vivos e os mortos. (Aristóteles)

    ResponderExcluir
  2. Discutir com um homem que renunciou à sua razão é como medicar um cadáver - Thomas Paine...

    ResponderExcluir