Pesquisar este blog

domingo, 15 de janeiro de 2012

A Fábula Freudiana...



Freud, Sigmund Freud, acreditava em Telepatia, Numerologia, Má Sorte, Mal Olhado, Signos Cabalísticos, Espíritos... Freud inventou a 'atenção flutuante', ou melhor, a técnica de executar uma sessão de análise com o psicanalista - literalmente - dormindo, enquanto as suas 'consciências' permanecem em comunicação (Recomendações aos Médicos que Exercem a Psicanálise - Freud), enquanto o paciente pagava EU450 por sessão - corrigido a valor presente... Mas o paciente deveria acordar o psicanalista para efetuar o pagamento antes de sair...

Freud acreditava que, em um relacionamento, um casal, sob a ótica feminina, é a única forma de reabilitar a sua frustração por não ter um pênis... Então ela procura por um parceiro para 'ter um pênis para chamar de seu'... Freud acreditava, basicamente,  que todos os meninos desejavam 'comer a própria mamãe', e temiam o pai, que por sua vez, pretendia evitar o incesto 'castrando o próprio filho'... É mole ou quer mais?

Freud acreditava e redigia tratados, dizendo que o enjoo nos primeiros meses da gravidez decorrem da frustração da mulher em função da rejeição de seu marido; e então a mãe tenta vomitar o feto, ou seja o próprio filho... O organismo não é tão burro assim... Freud baseou absolutamente tudo no comportamento humano em sexo, em em desejos reprimidos - sempre -, além de severamente doentios... 


Freud nutria um desejo doentio por sua mãe - descrito em todas as suas biografias -, e tratava de projetar esta experiência sobre a humanidade como um padrão...


Todos os casos de sucesso e cura relatados por Freud são fraudes... Com destaque para os clássicos: O Homem dos Ratos, Dora, Anna O., Bertha Pappenheim, Fanny Moser, Fräulein Elizabeth von R., Fräulein Katharina, Fräulein Lucy R., O Pequeno Hans, O Homem dos Lobos...



Freud foi um dos primeiros usuários e proponentes da cocaína como medicamento... Ele escreveu vários artigos sobre as qualidades antidepressivas da COCAÍNA... Fliess, amigo de Freud, operou o nariz de vários pacientes de Freud, que ele acreditava estarem sofrendo de "neurose nasal reflexa" - que viagem -, incluindo Emma Eckstein, cuja cirurgia foi desastrosa... 


Utilizar a Navalha de Ockham está fora de questão? Ou seja, as narinas não podem estar sofrendo pela corrosão da cocaína? Simplesmente? Trata-se de 'neurose nasal'? Isso é ofensivo e desonesto, degradante...


Freud achava que a cocaína seria revolucionária para muitos dos seus "transtornos", e escreveu um aclamado artigo dito "científico" sobre sua "descoberta": "On Coca"; ressaltando as virtudes deste poderoso "medicamento", e suas faculdades "curativas"...


Freud dizia que os pobres não poderiam ser curados, porque não queriam ser curados... Somente os ricos desejavam realmente a reabilitação... Sobre a pretensa adesão de Freud a causas como o Feminismo, Homossexualismo e terapias gratuitas, tratam-se de vergonhosas LENDAS... 

Tudo isso está claríssimo e documentado na correspondência de Freud com Wilhelm Fliess e Max Eitingon, e na sua 'obra' A "Interpretação dos Sonhos", "Recomendações aos Médicos que Exercem a Psicanálise - Obras Completas de Sigmund Freud: Vol. 12", entre outras... 

Os argumentos de Onfray, e do Livro Negro da Psicanálise nunca foram contestados... Os brados, das legiões psicanalíticas, que vêem o seu ganha-pão e seu status minguar, é dizer que "existem pacientes por todo o mundo", cursos, profissionais"... E daí? Existem ainda mais crentes, pastores, padres, e igrejas em todo o mundo, e a religião não deixa de ser uma fábula muito mal contada... Não é porque existem adeptos e agremiações em todo o mundo que o comunismo deixará de ser uma falácia histórica, cínica, hipócrita e cruel...


O Argumentum ad populum (ou Apelo à Popularidade ou à Quantidade), assim o Argumentum ad verecundiam (ou Apelo à Autoridade) ou Argumentum magister dixit (ou Apelo ao 'Meu Mestre Disse), estão refutados e assinalados... 

O Freudianismo, a exemplo de outros 'ismos' - cristianismo, espiritismo, islamismo, comunismo -, tratava de INCUTIR O MEDO PARA VENDER SALVAÇÃO... Este MEDO residia na aparente 'complexidade' de sua teoria... 'Freud explica', este era o jargão... O Freudianismo é uma ofensa a humanidade, promovendo como meio de CURA uma CRENÇA que nunca foi provada cientificamente - e que foi de certa forma plagiada a Josef Breuer, Francis Galton, entre outros... Freud foi um viciado em cocaína, um homem doentio, ambicioso, vaidoso, oportunista e competitivo, que sonhava em ter um busto na escola onde havia estudado... 


Freud foi um mestre sim; um mestre do marketing...

E neste sonho freudiano, um século de nossa civilização ficou imerso em uma caricatura sexual obscura e doentia... 



Carlos Sherman 

Nenhum comentário:

Postar um comentário