Pesquisar este blog

sábado, 4 de fevereiro de 2012

Psiquiatra Crente?






E a questão foi colocada a mim:


Um psiquiatra que acredita em deus!
Tem lógica?
rs


Não... Um médico que acredita em deuses e no sobrenatural, assim como um cientista, necessariamente estarão limitados e em franco conflito com suas profissões... Aliás, em qualquer área, e na vida de qualquer pessoa, achar que o mundo foi criado e regido por um ser imaginário, através de uma fábula sangrenta e contraditória, é motivo suficiente para um grande atraso, e distorções na aprendizagem... Simplesmente não procede, e por achar que sabem tudo, pela bíblia, essas pessoas deixarão de aprender, e estarão empacadas, como autômatos da fé... 

No caso de um 'psiquiatra' - conferir se não se trata de um psicólogo -, fica muito complicado... Porque ele estuda 'como a mente funciona', e deve saber, pela neurociência moderna, que deus é uma invenção, e que está invenção, assim como o recorrente fervor, também está relacionada com problemas e características em nossa fisiologia cerebral; e com decisiva impulsão genética... Não saber disso impede o exercício pleno da profissão... 

E mais, Freud já foi exumado e teve o seu diploma cassado... Falácia e charlatanismo do início ao fim... Trata-se apenas de mais uma modalidade de crença: a psicanálise... E que não deveria ter nenhuma relação com a psiquiatria, porque nunca foi comprovada cientificamente... Um psiquiatra é um médico... 

Já na área psicológica, vivemos uma ampla transição, onde tudo o que acreditavam funcionar, está furado... Uma ampla revisão por parte da Genética e da Neurociência, deverá direcionar novos processos terapêuticos... E abaixo dos trópicos, andamos bem atrasados nesta questão... Todo o 'achologismo' da Psicologia está sendo contestado e posto à prova, o papo é bem delicado... Grave... Um problema de saúde pública...

Um psiquiatra crente, está decretando a 'extrema unção de sua carreira'...

Carlos Sherman

Nenhum comentário:

Postar um comentário