Pesquisar este blog

sábado, 4 de fevereiro de 2012

Sobre a Esquerda...


Contestando um amigo sobre a esquerda....

Valeu irmão, rsrsrs, vamos nessa, rsrsrsr... Mas com todo o respeito, sempre, você acha que fez uma análise isenta, baseada em documentos sobre Che Guevara e Fidel? Já foi a Cuba? Acha que já explorou o tema com a devida profundidade? Porque eu explorei... Precisei de muito tempo para estudar, analisar e entender... Quero dizer com isso, e somente, que percebo certo romantismo em sua opinião, sendo portanto para mim, até aqui, somente mais uma opinião - clichê... O assunto Cuba, trás a reboque toda a questão comunista, URSS, China, etc... E existe farta documentação para formar opinião sobre o tema... Desapaixonadamente... Trata-se de um absurdo tão grande, em minha análise, que poderia facilmente ser arrolado em um processo sobre 'mais uma crença'... Uma crença sanguinária... Teve todos os ingredientes... E tem... 

Mas, o que ainda não disse, é que com base em documentos e provas, estarei ansioso por desvendar uma falácia histórica mesmo que derrubem os meus ídolos... Sou um iconoclasta, já tive ídolos, e não os tenho mais... Assim como você bem disse em uma oportunidade: 'Debatemos sobre ideias'... Ideias sim, pessoas não, mas as pessoas por trás das ideias, também nos dão boas pistas sobre 'onde está Wally'... E a Era do Comunismo, Marxismo, como quisermos chamar, ou Era das Revoluções, foi também uma Era das Utopias... Não somente envolvendo o marxismo, mas outras ideologias e conceitos, que preconizavam 'resolver a questão'... 'É isso', 'É assim', 'mexemos aqui e ali, e fica perfeito'... E no comando destas utopias mal fundamentadas, estavam homens aferrados ao poder, e com severos traços psicóticos, como Lenin, Satálin, Mao, Fidel, Che... Mas também Hitler, Musolini, Hoover, Franco, entre outros monstros que aproveitaram quando as janelas históricas para os totalitarismos utópicos se abriram... Foi um fenômeno mundial... Acho que o cinismo e a hipocrisia foram a marca registrada deste tempo, que se foi... 

O problema aqui, não é revisar o passado para execrá-lo, mas sim revisar o presente e não permitir que o oportunismo político trate de vender uma ideia falaciosa de que a 'esquerda está ligada ao moralismo, á decência, à honestidade, aos interesses do povo, etc e tal', porque é mentira... Deslavada e 'deschavada'... A semântica esquerda e direita, olhando daqui, de nada vale... Vale o totalitarismo, de uma lado ou de outro, a truculência, o cinismo, a hipocrisia... Suprimindo direitos individuais, e matando pessoas em nome de uma Ideologia da Carochinha... Fidel financiou a revolução cubana com dinheiro levantado nos Estados Unidos, e com discurso capitalista... O New York Times foi decisivo na campanha de Fidel em Sierra Maestra... O partido comunista cubano, paradoxalmente, foi fundado durante o regime de Fulgêncio Batista, e gozando de sua simpatia, ao menos no princípio...

Mas, e sem a menor sombra de dúvidas, nenhum outro regime recente foi tão terrível sob estes aspectos do que a URSS, a China, a Korea e Cuba... Como criticar a ditadura brasileira, com um discurso de Che Guevara na outra mão? Como pedir diretas já empunhando uma bandeira de uma país de partido único, sem eleições? Como falar em decência humana citando doentes e dementes como Lenin, Stálin e Kruchev... Este caras eram pirados, Mao dormia com centenas de amantes, homens e mulheres, e tinha sífilis, de forma que obrigava a todos que tivessem contato com ele, quisessem ou não quisessem... Isso é grotesco... 

Me incomoda a hipocrisia, o corporativismo, ou a cegueira, no estereotipo clássico do estudante de história, geografia, sociologia, filosofia, ou do ateu, que tem que ser militante de esquerda? Por quê? Aliás o termo 'militante' sou prosaico, e atenta contra as boas práticas do pensamento... A isenção... Afinal porque estudantes de história, geografia, sociologia, filosofia, e ateus, não podem ser livres, pesantes, éticos e - rsrsrsrsrsrs, brincadeirinha - inteligentes?

Posso criticar a morte de Kennedy, e tenho critico, mas e Trotsky, e Assimov, e tudo o mais? A Inquisição Russa, Cubana e Maoísta, superam em perversidade ao Macarthismo e a qualquer ditadura de direita sulamericana... Não tem comparação... De forma que tudo isso é uma grande falácia... Foi um período nefasto, superado por muitos, menos por outros, e vamos em frente... Mas desta vez, com os olhos, ouvidos e bocas, bem abertas... 

Um forte abraço irmão... Desculpe se neste quesito, temos conclusões diferentes, mas sei que entenderá os meus argumentos... A questão é referenciar esquerda como legal, 'cool', e direita como careta, e truculenta... Não procede, nem minimamente... Mas não confie em mim, estude com mais profundidade e isenção, veja com os seus próprios olhos, e tire suas próprias conclusões... Agradeço sempre, o elevado nível de qualquer debate com você... E curto muito... Um forte abraço...

Carlos Sherman

Nenhum comentário:

Postar um comentário