Pesquisar este blog

quarta-feira, 14 de março de 2012

A Verdadeira Origem dos 10 Mandamentos...



As 'Leis de Shuruppak' (Rei Sumério, filho de Ubara-Tutu) estão entre as mais antigas literaturas do mundo - cerca de 3.000 AEC [Antes da Era Comum] -, e pode ser considerada como a antecessora sumeriana dos 10 Mandamentos e de alguns dos Provérbios da Bíblia... Ou seja, os mandamentos bíblicos eram parte integrantes de culturas anteriores ao lendário Moisés, e seu conturbado povo....

As 'Leis - ou instruções - de Shuruppak', eram uma peça importante na vida sumeriana, e em sua literatura sapiencial.... Estavam destinadas a ensinar a piedade 'adequada', incutindo conceitos de virtude, e preservando as normas seguidas pela comunidade... Estava aplicado a todo o Antigo Meio Oriente, incluindo o que viria a ser a 'terra prometida'... O texto é está sulcado por expressões de 'antiguidade', como na bíblia: ".. Naqueles dias, naquele tempo remoto, naquelas idas noites, em noites distantes, naqueles anos, naquele tempo."...  Os preceitos são colocados na boca ou atribuídos ao rei Shuruppak, filho de Ubara-Tutu que também governou a Suméria... Ubara-Tutu está no topo da lista em termos de popularidade entre os reis sumérios, mas destaca-se sobretudo como sendo o último rei da Suméria antes do dilúvio... 

Em escrita cuneiforme, as placas foram encontradas junto a outros escritos em Abu Salabikh (Mesopotâmia), as Instruções datam do início do terceiro milênio AEC, estando entre os escritos mais antigos da humanidade... Consiste fundamentalmente de advertências e reprimendas a seu filho Ziusudra - herói do dilúvio... 

As placas de Abu Salabikh são a cópia mais antiga cópia existente, mas numerosas cópias sobreviventes atestam sua popularidade continuada dentro dos cânones sumérios e acadianos...

Alguns conselhos são puramente práticos: "Você não deve cultivar em uma estrada; [...] Você não deve fazer uma casa no campo: as pessoas podem causar danos nele e prejudicar você. (Linhas 15-18)."... Assim como as obviedades bíblicas... 


Preceitos morais devem ser seguidos em função dos resultados negativos, ou pelo aspecto transgressor: "Você não deve brincar com uma mulher casada jovem: a calúnia poderá ser grave. (Linhas 32-34)."... A opinião da comunidade na possibilidade de calúnia (linha 35) têm um papel importante, dependendo do parecer "público" (linha 62), onde insultos e linguagem grosseira, tem importância universal (Linha 142)."...

As Instruções, contém claramente os preceitos básicos, que 'posteriormente', serão convertidos nos 10 Mandamentos, além de 'instruções' e regras, presentes no livro bíblico 'Provérbios'... O estilo não deixa dúvidas, e seguramente influenciou a escrita da bíblia judaica...

Carlos Sherman

5 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Os “10 Mandamentos de Moisés” são plágios


    Antes dos “10 Mandamentos de Moisés” já existiam, o “Código de Urukagina”; o “Código de Hamurabi”; as 42 Leis de Maat; o “Papiro Nu” dos egípcios; o Feitiço 125 do “Livro dos Mortos”; as Mitzvot Positivas e Negativas; e os “Dez mandamentos” da religião brâmane.

    Sendo que os Pecados do Corpo eram:

    I – Bater.
    II – Matar.
    III – Roubar.
    IV – Violar mulheres.


    Os Pecados da Palavra eram:

    V - Ser falso ou dissimulado.
    VI – Mentir.
    VII – Injuriar.

    E os Pecados da Vontade eram:

    VIII – Desejar o mal.
    IX – Cobiçar o bem alheio.
    X – Não ter dó dos outros.

    BATER virou, “HONRARÁS PAI E MÃE”!
    NÃO MATAR seu semelhante, virou, “NÃO MATARÁS”!
    NÃO ROUBAR, virou, “NÃO FURTARÁS”!
    NÃO VIOLAR MULHERES, virou, “NÃO ADULTERARÁS”!
    NÃO SER FALSO, virou, “NÃO DARÁS FALSO TESTEMUNHO”!
    NÃO MENTIR, virou, “NÃO MENTIRÁS”!
    NÃO INJURIAR, virou, “ADORARÁS UM SÓ DEUS”!
    NÃO DESEJAR O MAL, virou, “NÃO DESEJARAS O MAL A OUTREM”!
    NÃO COBIÇAR O BEM ALHEIO, virou, “NÃO COBIÇARÁS A MULHER DO PRÓXIMO”!
    E TER DÓ DOS OUTROS, virou, “AMARÁS AO PRÓXIMO COMO A TI MESMO”!



    ResponderExcluir
  3. Tanto faz
    Não LIGO para nenhum tenho mais no que pensar

    ResponderExcluir