Pesquisar este blog

segunda-feira, 2 de abril de 2012

As fronteiras estão em você...




Respondendo a um crente sofismático:

(...) Rsrsrs, Fábio, o fato de você não conhecer o estado atual de evolução científica, nas mais diversas áreas, não significa que não existam avanços e explicações detalhadas... O seu conhecimento ou desconhecimento não é a medida de nada... A verdade é bem diferente, e simples... Você não tem a menor ideia do que está falando, em tom de propriedade, e pronto à discussão... Você acha que a amplitude do Universo é a fronteira... Mas não é... A fronteira está bem aqui na Via Lactea... Acha que a quantidade de estrelas é o parâmetro da 'distância' que nos encontramos de entender o Universo? Mas não é... As estrelas se comportam de forma similar, assim como as galáxias... A fronteira está nos buracos negros, e até lá já avançamos muito... Muito mesmo, mesmo distantes... 

Imagine você que a crença que você defende de forma tão abnegada não sabia minimamente o que era a Terra, nem o Sol, nem a Lua... Nem as suas posição relativas, dimensões, constituição, nem nada... Aliás, a proposição que quer que aceitemos como válida, estava equivocada sobre 100% dos fenômenos naturais... O Google Maps não é um avanço violento? A Zoologia, a Botânica, a Biologia, a Seleção Natural? A Cassini visitando uma lua em Saturno - Titã - nos remete a padrões importantes, da mesma forma que será com Marte... 

Não é importante para você que o DNA tenha sido descoberto e mapeado? Lido? Não é importante para você que 80% das instruções estejam saltadas, indicando exatamente um processo evolutivo? Não importa a você que a oxitocina e a vasopressina regulavam a salinidade de nossos corpos e hoje estão envolvidos em nossos laços afetivos? Não importa a você que conheçamos detalhes sobre o desenvolvimento do cérebro humano e animal, dos olhos, do polegar do panda, dos 'dentes' da galinha? Não importa que a Evolução esteja gravada e evidente no Cérebro? Não importa que o núcleo reptiliano seja idêntico ao cérebro dos répteis, nem que o córtex seja idêntico ao cérebro dos macacos? Não importa a você que tenhamos descoberto a fonte dos elementos químicos na fusão estelar do Hidrogênio? Não importa nada disso? 

Não importa que saibamos como a memória funciona, como o hipocampo seleciona a informação que será armazenada, como o cerebelo armazena as nossas habilidades, e que saibamos como distúrbios no Sistema Límbico explicam a superstição? Não importa toda a microbiologia, e o resultado evidente sobre a nossa sobrevida? O homem de cro-magnon vivia praticamente no mesmo tempo que um romano cristão, e com a ciência disparamos em todos os indicadores de sobrevida e diminuição mortalidade infantil... Isso não importa para você? O aparelho de ressonância magnética não é nada para você? 


Não é relevante que a crença que defenda, como séria e plausível tenha se equivocado sobre tudo o que envolve saúde e natureza? Não é uma fronteira relevante abandonar as velhas crenças em possessões demoníacas para justificar todas as doenças? Não é importante que entendamos o papel da fecundação, do parto, da vida? Que este entendimento nos iguale como humanos, independentemente de cor, etnia, ou sexo? 


Assim como ir ao espaço e deixar um satélite, resolve a sua vida em vários aspectos, criamos o CERN e estamos investigando partículas sub-atômicas... Se você desconhece as fronteiras do pensamento e da investigação científica fica difícil conversar... Você só deseja uma coisa, e isso é claro e límpido para todos: reconfirmar sua crença, e pregá-la... E nos escolheu para 'Cristo'... 

O que sapara o seu grau de entendimento das fronteiras atuais é avassalador... O que separa o conhecimento atual de uma conhecimento unificado e bem completo - embora nunca seja final e definitivo - é desprezível se considerarmos o que separa a sua condição do conhecimento das atuais fronteiras da ciência... Você está a anos luz de um conhecimento médio... Pegue a sua régua e ande todos os dias metade do caminho... Nunca chegaremos, por mais desprezível que seja o próximo passo, e será cada vez mais difícil dar o próximo passo... Caro e minúsculo... Mas estamos investigando bósons e buracos negros... E você ainda está na Galileia empoeirada, estéril, ignorante, que negava a importância do corpo, temente a deuses inventados, desconhecendo o ciclo da água, a geologia da Terra, suas dimensões... Preocupado com o que Noé disse a Zebedeu, etc... Isso é mais do que ridículo... Mesmo que esteja cercado de evidências, nada fará diferença para a sua obstinação tacanha e cega... A neurociência explica também este fenômeno... Mas você não conhece a neurociência, e nem a genética, seus conceitos básicos, e nem o evolucionismo... 

Divergimos em muito mais do que você pensa, no método, na atitude, no enfrentamento do medo e na ética... 

As fronteiras estão em você... 

Carlos Sherman

Nenhum comentário:

Postar um comentário