Pesquisar este blog

quarta-feira, 11 de abril de 2012

A Ciência é falível... Vivaaaaaaaaaa!!!




A Ciência é falível, certo? O dogma e o credo não... Mas é exatamente no reconhecimento - honesto - desta falibilidade que reside a maior força da Ciência: a auto-correção...

O vigoroso e genial físico Richard Feynman - ganhador do Nobel - explica: "um princípio de pensamento científico corresponde a uma espécie de honestidade incondicional"... É esta honestidade incondicional ou ética, que reside no ceticismo científico, que confronta a vacuidade de crer... Isso porque as crenças se baseiam apenas na caprichosa, débil ou vã vontade de acreditar... Não se pode de forma alguma comparar as atitudes de 'tomar ciência ou tornar-se ciente' - da verdade -, com reconfirmar velhas ou novas convicções... Não se pode usar como desculpa a falibilidade assumida da ciência... Uma verdade científica tem um prazo de validade e um universo de aplicação demarcado, assumidamente, e será sempre revisada, sendo esta a sua maior fortaleza - e não o contrário...

Carlos Sherman

Nenhum comentário:

Postar um comentário