Pesquisar este blog

domingo, 1 de abril de 2012

A Ilusão Literária da ‘Perfeição’ Platônica




A Ilusão Literária da ‘Perfeição’ Platônica

[...] como os diálogos de Platão, cuja influência e cujas devastações durante esses dois últimos milênios poderiam dar origem a uma enciclopédia de danos. [...] Um punhado de fragmentos de um pensador que parece dos mais importantes – Leucipo – contra duas mil páginas dedicadas a celebrar o ódio ao mundo terrestre - Platão -: eis como uma civilização se orienta para a luz ou para a escuridão. 

[...] Pois, como ganhadores, Platão, os estóicos e o cristianismo impõem suas lógicas: ódio ao mundo terreno, aversão à paixões, às pulsões, aos desejos, desconsideração ao corpo, ao prazer, aos sentidos, culto às forças noturnas, às pulsões de morte. Difícil pedir aos vencedores que escrevam objetivamente a história dos vencidos.

Michael Onfray

Nenhum comentário:

Postar um comentário