Pesquisar este blog

terça-feira, 3 de abril de 2012

Lógica e Moral



[...] você pode considerar 'lógica' a sua premissa pela simples questão semântica, considerando que bom e mau são antônimos... Mas o problemas não é esse, o problema é estabelecer o que é bom e o que é mau, o que 'logicamente' recairá em uma questão 'subjetiva'... Tratar questões subjetivas como objetivas em retórica constitui falácia lógica... Por exemplo: Ignoratio elenchi (ou conclusão sofismática)... O fato de mau e bom serem antônimos não significa que seja simples assim definir o que é ser uma pessoa boa ou má, sem uma boa dose de apelo moral, o que fatalmente é extremamente subjetivo...

Carlos Sherman

Nenhum comentário:

Postar um comentário