Pesquisar este blog

domingo, 29 de abril de 2012

Marlon e Eu




Fui questionado pelo meu amigo Marlon:

'A tecnocracia funciona?'

Respondi:

(...) sobre tecnocracia, considere a malícia por trás da verdade... A pergunta parece capciosa, e o termo 'tecnocracia' sem dúvida é... É pejorativo, negativo, crítico... Mas vamos aos fatos.. O que buscamos na vida? O que queremos de fato? Queremos viver bem, pagar as contas, comer, beber, dormir, saúde, diversão, segurança... Certo? Para todos... Ok?

Isso passa necessariamente pela geração de riqueza, e pela distribuição através do trabalho... Certo? Observe que todo país rico também foi bem administrado... Os nossos lampejos de prosperidade coincidiram com lampejos de boa administração... E os países rico, e que forma e são bem administrados também são os que melhor remuneram sua população, por meio do benefício público da educação, medicina e segurança, e pela qualidade de vida... Os países ricos e bem administrados também dividiram bem a sua riqueza, praticando regras igualitárias... Exceções? China, Índia e Rússia... Temos aí 'três países crentes', rsrsrsrsrs... Hoje precismos colocar o Brasil na roda... Mais um país crente, rsrsrsrs...

O Brasil é mais justo entre os BRICs... Bem mais justo do que a China, Índia e a Rússia... Mas estamos melhorando a passos largos... As classes D e E somam 24%, e estão em queda desde de 2005, quando apontavam 51%... Estamos melhorando, e a passos largos... E quando um país é bem administrado as coisas funcionam bem... Um país pode ser entendido como uma grande empresa, e não como marxistas pensavam, uma grande utopia ideológica... Na prática precisamos de boa administração, técnica, e estratégica... Como uma empresa...

Quando se coloca o termo 'tecnocracia', se está tentando denegrir o valor de administrar bem, para encenar na sequência a paródia sociológica... A falácia populista e demagógica clássica do socialismo... 'Teocracia' traz uma crítica implícita, e qual: a insensibilidade... 'E o social'? O bem estar social emerge diretamente da boa administração e não dos truques de magos sociológicos... Este é o ponto, este é o problema, essa é a questão... Em meu livro demonstro que a sociologia está montada sobre a falácia behaviorista, assim como o marxismo... E irmanados sociologia e marxismo, tratam de proteger seus feudos... Historicamente, acho que o marxismo vive a fase de 'Alzeheimer', e não se lembra do que forma os países socialistas/comunistas... Um catástrofe... Não entenderam nada sobre o ambiente social, porque nada sabiam sobre o homem... O homem natural, biológico, e não aquele homem inventado, social, pavloviano... 

Tudo isso faz parte de uma grande e complexa falácia histórica... A era das utopias, e a falácia do behaviorismo, marxismo... Falácias ainda não superadas, e seus eco ainda causam muitos problemas... Enquanto a sociologia não se apartar por completo do marxismo, seu sinônimo, não poderá desempenhar o papel de uma ciência séria...

Recomendo um livro espetacular 'O Que Nos Faz Humanos' de Matt Ridley... Não perca o seu tempo com Marx... É ridículo... Só se justifica pela devoção ao marxismo... Isso é grave... Para começar a entender a falácia do marxismo leia 'Casos Filosóficos' de Martin Cohen, e 'História do Século XX' de Geofrey Blainey... Confira sem demora 'Guia Politicamente Correto da História do Brasil e da História da América Latina'... Tudo isso te ajudará no vestibular, e na vida...

Você pergunta sobre as críticas de Marx ao capitalismo, se são procedentes, certo? Vejamos:

1. Capitalismo: O que é o capitalismo? Não é um organismo, uma empresa, uma entidade de classe, um sindicato, nem o protagonista de uma maniqueísta 'do bem contra o mal', nem o protagonista de uma luta messiânica estilo MMA: 'capitalismo x marxismo'... O que chamamos de capitalismo é na realidade a própria ECONOMIA... O que chamam de capitalismo é na verdade o sistema econômico mundial... E os diversos países participam de tal sistema com suas nuances própria, mais o menos agressivos, mais ou menos conservadores... Já o marxismo foi e é somente uma crítica, e não uma alternativa... Este é o ponto....

2. Livre-Mercado: Ou seja, o livre-mercado não é discutível... É essencial... Ou seja, empreender é inerente à liberdade de empreender... Confira em 'História do Século XX', página 41...

3. Marxismo: O marxismo não é um novo sistema, nem uma alternativa... A crítica marxista em 'O Capital', volume 1, é ridícula, fraquíssima, limitada, demonstra profundo desconhecimento dos meios de produção - claro, Marx nunca trabalhou na vida, nunca foi dirigente de nada, público ou privado -, e não é sequer original... Esta é uma das falácias mais vivas da história, competindo par e passo com deus e Freud... Marx, tem 4 filhos mortos por inanição, embora insistisse em uma estilo de vida aristocrático, decorrente de sua origem rica... Marx é sustentado por Engels, e com o excedente da exploração que este impõe aos operários de sua fábrica têxtil em Manchester... Não é um ataque Ad Hominem, trata-se da verdade...

4. A Crítica Marxista foi muito mal fundamentada, muito mesmo... Marx por exemplo não considera - em sua crítica ao excedente - depreciação, manutenção de máquinas, etc... É fraco, desconectado da realidade e da verdade empresarial... Mas nos pontos em que acerta, não faz mais do que ecoar outras vozes também críticas, dentro do próprio sistema econômico mundial, ou capitalismo se preferir... Ou seja, no início do Século XX seria natural pensar em corrigir um sistema econômico que começava a se tornar global e complexo... Natural, mas nada revolucionário...

5. Ambição Revolucionária: Marx faz estardalhaço por razões pessoais, ambição, projeção - no melhor estilo freudiano... E este é o estrago, porque se a sua crítica já era meia boca, agora transformada em alternativa revolucionário, a casa pode cair... E caiu... Tais aberrações populistas como 'o controle pelo povo dos meios de produção', 'a revolução do proletariado', 'uni-vos', 'vamos formar o novo homem' - segundo o behaviorismo - ecoam perigosamente na Rússia e na China, em explodem em uma luta pelo poder... Trocando uma ditadura por outra muito mais opressora e sanguinária...

6. Diagnóstico e Prognóstico: então, Marx e outros, antes, e ao mesmo tempo que ele, criticaram a ECONOMIA... Tudo bem, mas se de alguma forma Marx contribuiu para o diagnósticos de 'certos' problemas, ele errou absurda e infantilmente no PROGNÓSTICO, e isso matou milhões, oprimiu muitos mais... Foi um dos momentos mais terríveis da história recente...

7. A Ilha da Fantasia: Mas porque tais ideias encontraram eco na China e na Rússia e não em países como a França, Inglaterra, Estados Unidos, Suécia, Noruega e a NOVA ZELÂNDIA... Sim, a Nova Zelândia, que poderia ter se tornado uma Cuba, mas não o fez... Por que? Primeiro em 1910 a Nova Zelândia era considerada - realmente - o país mais igualitário e socializado do mundo... O governo administrava - bem - muitas empresas, as estradas de ferro, pagando pensões a idosos e com educação pública de qualidade e gratuita - uma novidade no mundo... O governo estipulou salários mínimos setoriais, criando regras trabalhistas modernas, reduzindo as jornadas de trabalho... Também eram proibidos os grandes latifúndios, e o comércio de álcool era regulamentado... Esse quadro, esta ilha da fantasia, animava os socialistas... Mas a Nova Zelândia não precisava do marxismo... O marxismo também não encontra eco na economia americana, muito mais igualitária e desenvolvida, com regime democrático, e boas condições para os trabalhadores... No entanto, na China de na Rússia a desigualdade era tremenda, governos monárquicos, com poderes concentrados, serviram de estopim para terríveis e sanguinárias revoluções, que só aprofundaram os problemas... Os governos marxistas foram sempre catastróficos...

8. A URSS foi um governo fascista de esquerda, com contornos sombrios e hipócritas, patrocinador da eugenia, imerso em mentiras, corrupto, assassino... Anexando vários países, como a Alemanha Oriental - diferentemente dos aliados que não anexaram a Alemanha Ocidental -, patrocinando em provocando guerras por todo o mundo, e lutando pela implantação do comunismo no planeta, seu ideal doentio e aterrador...

9. A China cambaleou do cinismo e militarismo soviético, ao esdrúxulo modelo de comunismo de mercado... Nenhum outro país no mundo explora tanto os seus trabalhadores, e nenhum outro país no mundo, é tão agressivo como economia multinacional... E joga de forma suja, desconsiderando direitos humanos, individuais, direito ao voto, liberdade de expressão, desconsiderando leis trabalhista, condições mínimas de trabalho, remuneração justa, proteção do meio ambiente, direito autoral... A China é uma aberração, um capitalismo ditatorial selvagem travestido de comunismo...

10. A Realidade: hoje temos UM SISTEMA ECONÔMICO MUNDIAL, e aqueles que vivem - profissionalmente - de politizar tudo, socializando toda e qualquer discussão, devotos marxistas, chamam este sistema de Capitalismo... Como se fosse um organismo vivo, intencional, nefasto... Mas não é nada disso... Não existe capitalismo, senão a economia de mercado... Um conceito, um sistema de trocas, e nunca tivemos outro caminho... E funciona... Todos os indicadores que citei para a qualidade de vida, no início de nosso papo, estão melhoraram e em todo o mundo livre...

11. A saúde mundial: veja isso, corrobora o que digo... A prosperidade da economia levou a uma melhora na vida de todos... Não resolvemos tudo, claro, mas fizemos muito... Não precisamos de revoluções, e sim de melhoramento contínuo... E irmos polindo as regras de mercado... Liberdade e igualdade... Clique no link abaixo:


---------------------------------------------

Então o Marlon perguntou:

'e essa exploração do capitalismo? pessoas trabalhando muito, o dia todo pra chegar no final do mês, ganhar um salário mínimo...

Respondi atordoado:

Rrsrsrs, pergunto a você? Qual é o país que mais explora a mão de obra no mundo? 

Ele respondeu:

'USA'

Está louco, ou está gozado da minha cara? Rrsrsrs, foi isso que te ensinara, ma escola? Processe sua escola e seus professores... Os Estados Unidos é o país que mais distribui qualidade de vida no mundo... Sempre foi... Um trabalhador nos Estados Unidos sai do trabalho no seus carro, vai para uma boa casa, come bem - engorda também - e tem seguro desemprego, acesso ao mercado de consumo - até demais -, escola pública para todos, medicina pública de boa qualidade... O país que se comporta como você descreve é a China, e foi a Rússia enquanto viveu a falácia socialista/comunista, como queira, é tudo a mesma besteira...

As empresas, como você diz, não montam unidades nos Estados Unidos por ser mais barato... Isso é insano... Não procede... Elas montam fábricas na China, porque a China é desonesta e corrupta, porque explora trabalhadores, porque não tem regras, nem mesmo para o meio ambiente... A China é como a Santa Efigênia... A China é o país mais injusto... Onde um trabalhador ganha 100 dólares por mês...

Evidentemente existem outros países menores, com qualidades de vida superiores ou idênticas aos Estados Unidos, como o Canadá, Austrália, Inglaterra, França, Suécia, Noruega, Finlândia, Islândia... Todos governos livres, capitalistas no sentido de livre-mercado... O marxismo não existe mais... Somente seus devotos... Como os Adventista do Sétimo... O mundo não acabou como prometido por seu líder, William Miller, mas eles insistem que suas ideias tem validade... Note que adventista vem de advento, o advento do fim do mundo... Não rolou no dia previsto, assim como o socialismo/comunismo não funcionou como Marx previu, e mesmo assim, mesmos que tal regime hipócrita e fascista só resita em paraísos da afronta aos direitos humanos, como Cuba, Albânia e Korea do Norte, seus fieis seguidores insistem na falácia do 'advento marxista'... Que evidentemente, não virá... A China como já explicado, é uma ditadura capitalista, disfarçada de marxista, e a que pior trata o 'povo, o proletariado, o trabalhador'... E por que não reagem? Porque são cativos... A Rússia é um engôdo, pseudo-socialista, mas hipocrisia não merece ser comentada... 

Sobre a China é um fato... A exploração do trabalhador chinês não é só salarial... As condições de trabalho são péssima, insalubres, etc... Estão atrasado em condições laborais pelo menos 100 anos... 

O problema do ensino de História, Geografia, Sociologia e Filosofia, se assemelha a uma doutrinação religiosa... Isso é gravíssimo... Forma um mote de ideólogos, quem seguem um rito...
Sem análise crítica, e muito longe da verdade... Podemos ensinar a 'pensabilidade'... A lógica, a análise crítica, a epistemologia... Podemos ensinar a pensar... No que pensar será pessoal... Mas pensar livremente pode ser ensinado... Só que estamos longe disso...

Não está na moda nada disso do que te disse meu amigo... Mas esta é a verdade histórica e factual...

Carlos Sherman

Nenhum comentário:

Postar um comentário