Pesquisar este blog

terça-feira, 24 de abril de 2012

Para o Homem de Cro-magnon





(...) seguindo o seu raciocínio: por que as Igrejas tem para-raios, seguro contra roubo incêndio, etc? Por que o papa-móvel é à prova de balas? Por que a mortalidade infantil é diretamente relacionada à crendice de um país? Por que a expectativa de vida é inversamente proporcional à crendice, e diretamente proporcional com o grau de instrução? Por que a expectativa de vida se manteve inalterada entre o homem de Cro-magnon, a fábula bíblica, e a Idade Media, ou seja em 40.000 anos... E saltou duas vezes e meia em 200 anos de ciência?


Carlos Sherman

Nenhum comentário:

Postar um comentário