Pesquisar este blog

quarta-feira, 2 de maio de 2012

História da Psicologia Moderna - Schultz



History of Modern Psychology - Duane/Sydney Schultz
A 'História da Psicologia Moderna' dos 'Schultz' é um clássico a 30 anos, e uma obra essencial para aqueles que desejam ingressar no intrincado estudo da psiquê humana... Todo trabalho acadêmico cita Schultz... O estudo da História na Psicologia não é meramente uma curiosidade, e sim um passo essencial... Diferentemente de outras ciências que atingiram um estado de 'paradigma', ou seja, de consenso em torno de um conjunto de leis, a Psicologia ainda encontra-se no limbo, e podemos dizer que está sendo reinventada a partir da Neurofisiologia e da Biologia Molecular... De forma que a história na psicologia é fundamental... Muitos estudantes de psi não gostam de tal assunto, assim como estudantes de direito não gostam da filosofia por trás do direito... Mas insisto, o profundo conhecimento da história da psi é fundamental... E os 'Schultz' são uma fonte acreditada... 

Reconsiderem a questão histórica a psicologia, em função exatamente desta condição 'pré-científica', e que não nos deixa muito mais para analisar do que as propostas psicológicas e seus protagonistas... E para não perder a viagem, e me desculpem os psicólogos, mas todas as propostas construídas até aqui - uma vez que não se fundamentaram devidamente na biologia do cérebro  estão incompletas, quando não estão 100% erradas... A psi, até aqui, só pode contar sua história, seu desligamento da filosofia, o mero constructo de algumas correntes, o empirismo, e o pseudo-empirismo em sua história... Já que a atividade clínica está completamente furada, em suas diferentes facções, e não alcançamos estado de ciência até aqui, só nos resta contar a história das tentativas e erros... Estudemos a histórias dos acertos e equívocos, enquanto a Neurofisiologia e a Biologia Molecular desconstroem os mitos e crenças, e um novo movimento - que avança sobre o corporativismo vigente - emerge como ciência do comportamento...

Carlos Sherman 


Nenhum comentário:

Postar um comentário