Pesquisar este blog

quarta-feira, 11 de julho de 2012

A Polemista...





Uma tal 'blogueira' declarou que abandonou o 'ateísmo' e se tornou anti-ateísta ou crente... Sei lá... Disparei:

Por partes... Nem livre, nem pensante... Uma polemista... Que adotou uma atitude 'pseudo-ateísta' e logo 'crente', ou anti-ateísta, não importa... O problema em tudo isso é que ser 'ateu' ou ateísta é uma grande besteira... Chocados? Não, não deixei de pensar, calma... Continuo prezando e zelando pelo livre pensamento, pela  ética... E ético, logo cético... Cético, aquele que olha de perto, que considera os detalhes, que fustiga a verdade... Ou seja, sou um homem livre e pensante, mortal, que vive corajosamente em um mundo natural, e sujeito às leis naturais, sem subterfúgios de nenhuma ordem... E isto implica em buscar o conhecimento, em fazer de tudo para aprimorar o discernimento, a pensabilidade e a análise crítica... Para ser um humano melhor e mais útil... Humano, demasiado humano... 


Não pode ser livre quem empunha bandeiras crentes, e que me perdoe o amigo Eubio; mas também não pode ser livre quem vive apenas de militância ateísta... Ser ateu é uma consequência do ceticismo e da ética e não o contrário... De forma que quem realmente entendeu a falácia das crenças jamais retornará à ignorância... Não procede minimamente... Mas quem militava pelo ateísmo, sem embasamento, apenas para polemizar, pode adotar qualquer outra bandeira... É o caso desta 'blogueira'... Nada mais, nada menos... Devemos separar polemistas de buscadores do conhecimento... O ateísmo vem como resposta e não como ideal... Ateísmo não é um fim e nem um começo, é somente uma consequência da integridade intelectual...

Carlos Sherman


P.S.: 

Brenda Pratte disse: "Vc se importa se eu usar sua resposta, Carlos Leger Sherman Palmer?? Eu te darei o crédito, com certeza!"

Respondi: "será uma honra"...

Se uma pessoa não tem bases científicas, astrofísicas, biológicas, genéticas, neurocientíficas, antropológicas, de ciência histórica, etc, não pode afirmar com conhecimento de causa ser 'ateia', senão por adesão à uma bandeira... Por simpatia ou por jogar contra... E da mesma forma, quem tem bases astrofísicas, biológicas, etc, etc, não pode dizer, 'agora voltei a ser crente'... Na realidade temos alguém que torcia pelos ateus, e agora é anti-ateísta, ou torce pelos crentes... Isso é frequente... Quem tem base científica não pode cometer a grave falácia lógica da 'inversão do ônus da prova'...

Carlos Sherman

Nenhum comentário:

Postar um comentário