Pesquisar este blog

quarta-feira, 18 de julho de 2012

Pra que serve o conhecimento?



Por que 'desperdiçar' o tempo presente com cultura, estudo, conhecimento? Por que não viver somente do presente, na gandaia, ou de forma leve, talvez 'superficial'? Porque somos seres humanos, porque nossas tradições, costumes, nossas melhores práticas, aquelas que nos trouxeram até aqui, em termos de longevidade, redução da taxa de mortalidade, calor, moradia, alimento, saúde; as práticas que nos deram o 'presente para o presente', ou seja, que nos deram mais tempo vivos, estão assentadas sobre a cultura e o conhecimento cumulativo do homem... Viver melhor, e viver de forma mais útil, depende de entender como viemos parar aqui, como e porque... É isso...

Não se esqueçam que o homem de Cro-Magnon vivia em média entre 30 e 40 anos, assim como o homem no final da Idade Média... A taxa de mortalidade tornava as chances de viver a vida uma barreira estatística a ser transposta... Tendo o seu espermatozoide vencido uma corrida contra milhões e milhões, agora seria a vez de enfrentar uma gestação desafiadora, jogando a sorte na base do cara e coroa... Finalmente o primeiro e improvável choro, e um mundo selvagem e perigoso a ser superado... Mais uma vez a estatística jogando contra, e a taxa de mortalidade selaria o destino da maioria, antes mesmo de deixar a infância... 

Mudamos este quadro... Já não temos 10 filhos para criar 4... Curtimos a paternidade com um filho, dois, ou no máximo três filhotes, para finalmente vê-los crescer seguros, felizes, e conhecer os filhos dos seus filhos, e muitas vezes, os filhos dos filhos dos seus filhos... Para assegurar este destino, que o homem livre e involuntariamente escolheu, alguns precisam entender como o nosso complexo humano funciona, para encontrar saídas engenhosas para os novos problemas... Melhoramento contínuo... Seria tão bom se fossemos muitos... Ou muitos mais... Ainda seremos... Pelo bem da humanidade... 

Carlos Sherman   

Nenhum comentário:

Postar um comentário