Pesquisar este blog

sábado, 8 de setembro de 2012

O QUERER E O SABER...




Existe uma diferença brutal entre 'aquilo em que queremos acreditar pelas emoções' e 'aquilo em que devemos acreditar pelas evidências, provas e fatos'... Nós, céticos, não queremos acreditar, nós queremos SABER... Esta é a diferença... Mas para aprofundar tais considerações é preciso lanças mão da Genética, da Etologia, da Neurociência... E antes que uns se animem em 'culpar' os crentes, lembrem-se: o 'livre arbítrio é uma antiga falácia'... Somos quem somos sem intencionar sê-lo... Mas somos... E seremos responsabilizados socialmente por nossas atitudes marginais em relação aos Contratos Sociais e Leis vigentes... Mas então o que faremos? Temos o SABER QUE, a CIÊNCIA de que as pessoas decorrem de sua genética, vida gestacional, imprintings, e aprendizado - e tudo isso é involuntário, sim, involuntário... Já não é tão fácil, sob esta perspectiva, atirar a primeira pedra... A responsabilidade cresce, e muito, com o conhecimento... De onde podemos conjecturar que decresce com a alienação...

Reflitam...

Carlos Sherman

Nenhum comentário:

Postar um comentário