Pesquisar este blog

quinta-feira, 18 de outubro de 2012

Colóquios...




Uma amiga publicou - e em resposta a 'colóquios' anteriores:

Amiga: - Decido perder todo o tempo do mundo naquilo que acredito...tempo sem tempo...hora..sem hora...o marco..eu faço...na construção do agora...sem filosofias..sem...dados preconcebidos..apenas alinhando os meus chacras...do umbigo ao furibundo fio de cabelo...eu sigo...vou indo..

6 pessoas curtiram isto....

E mais:

Amiga: - e se a ponte começar a pender..aí eu juro..vou crer que eu consigo..despender..vou para o lado propenso...penso..penso pro..não mucho...só um poucucho

E desafiou, fazendo uma alusão a outra conversa:

Amiga: - pero..

Respondi:

'Pero', está é a sua realidade genética, neuro-cognitiva e cultural , rsrsrsrsrs... Sou intenso 'pero' mais consequente... Não gostaria de terminar a vida antes de ter feito alguma coisa de fato pela humanidade... Não vivo todo o tempo na primeira pessoa do singular... Sem saber como a vida realmente funciona, não poderei colaborar - de fato... Por isso Ético, logo Cético... Porque pretendo alguma utilidade de meus dias... Utilidade para os demais, a partir da curtição do meu curto passeio pelo universo... Nada messiânico, apenas útil... 

Ahhh, e não 'decide perder todo o tempo'... Simplesmente 'perde todo o tempo', em função de quem 'é'... Somos quem somos sem intencionar sê-lo... Mas somos... E quem você 'é', exalta e dignifica a poesia da vida - mais do que está em condições de debatê-la, rsrsrs... Mas que não seja sempre em primeira pessoa, subjetiva e ontologicamente, rsrsrsrsrs.... Estou apenas debatendo, e curtindo... E neste caso, discordando... Rsrsrsrs, não me mande à merda tão cedo, rsrsrsrs....

Isso porque a vida não é 'virtual', e uma questão de opinião... Existe um cenário material, físico, existem personagens materiais e bioquímicos, e os papéis são mais previsíveis e documentados do que perce... A REALIDADE é REAL... As interpretações desta realidade, que residem em nossa fisiologia cerebral, podem provocar a ilusões... Aproximar-se da realidade é equivalente a aproximar-se da vida... Assim como entender a morte, a epítome da realidade, nos leva a entender a vida... Pura e simplesmente... Nos pântanos metafísicos, e carregados de dogmas, nos arrastamos sem conhecer a luz do dia... 

Carlos Sherman

Nenhum comentário:

Postar um comentário