Pesquisar este blog

domingo, 21 de outubro de 2012

Muçulmanos Radicais protagonizam agressão- à liberdade individual e de expressão - na Suécia





Existe uma questão bem simples, uma pergunta que formulei pessoalmente, no Irã, a um radical xiita e anti americano de carteirinha, que fez o seu curso universitário de 'Física Nuclear' - pasmem vocês - no Império de Satã: - Por que você foi viver por 14 anos nos Estados Unidos, custeado por uma bolsa americana? Por que não permaneceu na Pérsia, no Irã, neste 'magnífico país de em conhecimento e oportunidades'? Por que você decidiu embrenhar-se em meio ao inimigo para 'aprender'? Por quê? A terra abençoada por Maomé não deveria ser mais evoluída do que Império de Satã em todos os quesitos?

Este cara era um técnico - frustradíssimo - que trabalhava em um cliente nosso no Irã, rsrsrs - a Karun... Um cara execrável... Passou 14 anos nos Estados Unidos e nunca ouviu falar em Frank Sinatra... Só para ter uma ideia de como ele entendeu a cultura americana, rsrsrsrsrs... Ele não esboçou nenhum tipo de resposta, e na realidade tratou de fugir do tema, e ficou muito nervoso e exaltado; e eu também... Afinal a seguinte pergunta dele me levou a procurar o vice-presidente da empresa para exigir mais respeito; e ele foi advertido... Ele perguntou se eu fazia sexo anal com a minha esposa, rsrsrsrs... E isso porque ele vê a 'todos' os casais ocidentais como uma fiel repetição dos filmes pornográficos que ele doentiamente contrabandou dos Estados Unidos... Ele pensa que todos os casais vivem em surubas, swings, e praticando sado-masoquismo... O problema não era o sexo anal, tecnicamente, e que considero parte de uma saudável sacanagem conjugal, rsrsrsrs, mas sim o desrespeito, a maneira de perguntar... 

Também insisti expondo a incoerência deste pústula, ao explicar que carros, computadores, aviões, celulares, foram inventados e aperfeiçoados por infiéis - sob a ótica islâmica... Apesar de dirigirem majoritariamente seus 'Paikans', carros russos, inferiores ao falecido 'Lada', o automóvel é uma invenção dos discípulos de Satán, entre outras coisas... Ou seja, eles mantém costumes proto-medievais, mas utilizando computadores e celulares... A cena é ridícula, uma mulher vestida no melhor estilo do Levante Islâmico - século III 3 IV da Era Comum - segurando um celular, e andando em moto... Ou um aiatolá clássico com uma pasta 007 e subindo em um avião - Boeing 747, que foram sucateados no Irã - falando em um i-Phone... 

Eles - os iranianos - assistem clandestinamente aos jogos da NBA, adoram filmes americanos, e insistem que Elvis não morreu... Menos o meu radical interlocutor, que 'alguma vez escutou sobre um tal' Elvis... Sobre a cultura ocidental, ele diz não ter ideia quem são os Beatles... Trata-se de um cego, tapado, ou de um mentiroso e cínico... Nos dois casos, considero um boa descrição da cultura islâmica, e faltaria apenas adicional hipocrisia e cinismo, e pronto... Está descrito o ambiente da Pérsia de hoje, e de toda a área de influência desta triste realidade - mundo árabe, norte da África...

E pergunto aos radicais do vídeo: - O que estão fazendo em um país livre e pensante, longe de vossa cavernas ou tendas? Por que decidiram viver na Suécia? Por que estão 'aprendendo' com quem nada sabe? Sim, nós 'descrentes' como a maioria do solidário povo sueco tem o destino garantido no inferno... O que temos a ensinar, o que vieram aprender? Ou vieram apedrejar, guerrear contra quem pensa diferente, ou somente pensa? Qual é o sentido em tudo isso? Voltem para o seu mundo árabe, estudem por lá, estudem na terra abençoada por Maomé...

Dito e feito...

Carlos Sherman

Nenhum comentário:

Postar um comentário