Pesquisar este blog

quarta-feira, 31 de outubro de 2012

Neruda, inefável... Indelével...



Neruda, inefável... Indelével... E entenda a morte, e entenderá a vida... Entenda a vida e reconhecerá o amor como a decisão mais INTELIGENTE e PRAZEROSA... 

Fazer o bem pelo bem de fazer faz um bem danado.... 

Humanos, troppo humanos, ou como diria BuzzLightyear: 'ao infinito e além'...

Carlos Sherman

Nenhum comentário:

Postar um comentário