Pesquisar este blog

quinta-feira, 1 de novembro de 2012

A Força de Nossa Natureza



A Força de Nossa Natureza

É fácil entender que as asas do João-de-Barro são decorrentes da genética, certo? Mas e a construção do ninho? Bom, neste caso parece tratar-se de uma atividade bastante complexa, e considera a utilização do mesmo método, dos mesmos materiais, da mesma arquitetura, devemos presumir tratar-se de um fenômeno 'aprendido', certo? ERRADO... Joões-de-barro que nunca conviveram com outros pássaros da sua espécie, constroem um ninho idêntico, sempre...  

Considere Um carrapato executa 4 ou 5 funções essenciais em sua vida, e possuem um sistema neural, com neurônios semelhantes - para não dizer idênticos - aos nossos... Um carrapato macho tem uma vida monótona, detecta odores da fêmea, manda ver deposita o ser esperma e pronto, 'finis'... Para a carrapata é um pouco mais interessante, ela leva os espermas e os óvulos com ela, sem que ocorra a fecundação... Então como dispõe de foto sensibilidade trata de detectar a luz e desta forma pode saber que está 'subindo' em plantas e galhos... Então, ao detectar o ácido onírico, proveniente de diversos mamíferos, ela literalmente salta em queda livre... Se acerta, beleza... Se não, trata de subir outra vez... Até que esteja acomodada no dorso de um cachorro - por exemplo... 

Instalada no dorso do cachorro, percebe pela sensibilidade térmica a pele do animal e alimenta-se de sangue... Tendo encontrado o lugar certo para suas crias, trata de liberar óvulos e espermas, aos milhares, onde alguns trataram de fecundar e eclodir para a vida... E 'finis'... Morre... 

Em uma centena de neurônios, milhares de sinapses, e muitos estratagemas... Imaginem bilhões de neurônios, e trilhões de sinapses, com um sem número de possibilidades... Imaginem agora a interação de um sem número de estratagemas, produzindo resultantes que parecem ter sido 'livre-arbitradas'... Existe de fato uma 'identidade', e somos de fatos 'únicos' em combinações dinâmicas, mas podemos estar disparando milhões, bilhões de estratégias, sendo cada uma delas autômatas, e apenas a resultante parece criativa e voluntária... 

Por isso digo: 'Somos quem somos sem intencionar sê-lo... Mas somos...'...

Carlos Sherman

Nenhum comentário:

Postar um comentário