Pesquisar este blog

domingo, 11 de novembro de 2012

A Islândia e a Genética de 'DEUS'...




A Islândia tem 300.000 habitantes, com cerca de 70% de descrentes na existência de um deus em 2013 [Fonte: European Commission, ‘Special Eurobarometer - Social values, Science and Technology’, 2005, (p. 9) - I believe there is a God = 38%; e caindo, com estimativa ainda não confirmadade de pouco mais de 20% em 2012] - sendo um pouco maior, em população, que a cidade de São Carlos - interior do Estado de São Paulo, Brasil - onde resido com a minha família... Trata-se do terceiro país do mundo em longevidade, como já foi argumentado em posts anteriores, a crenças andam de mãos dadas com a fome e a baixa instrução, baixa expectativa de vida, e alta mortalidade infantil... A Islândia, descrente, tem a menor taxa de mortalidade do mundo, e tem 99% de alfabetizados...

Pois a Islândia é um precioso exemplo, uma ilha vulcânica, improvável, exposta por um veio vulcânico entre duas placas tectônicas... Um ilha sobre um mega vulcão, sendo o único lugar do planeta, de onde se pode contemplar a fissura entre duas placas tectônicas, expostas... E em meio a uma paisagem luxuriante... Nesta terra de Vikings, de Odin, Thor, sujeita a um dos climas mais inóspito do planeta... A Islândia desconhece a fome, possui elevadíssimo grau de instrução, elevadíssima expectativa de vida, baixíssima mortalidade infantil, excelente qualidade de vida, elevados índices de solidariedade, e o maior indicador de descrença do planeta... Um país abandonado por deus - isso se ele existisse...

Os países majoritariamente 'descrentes', países evoluídos, trilham o mesmo caminho, como Estônia [90%], Suécia [85%], República Tcheca [80%], Noruega, Dinamarca [75%], Estônia, Japão, Holanda, França [70%], Bélgica, Finlândia, Eslovênia, Latvia, Inglaterra, Hungria, Luxemburgo [65%], Suiça, Alemanha, Korea do Sul [60%], Lituânia, Austria, Rússia,  Canadá, Nova Zelândia, Austrália [55%], e respectivamente nas costas leste e oeste dos Estados Unidos - e bem longe do ignorante e apologeta ‘cinturão bíblico’...

Na Islândia a preocupação com a Genética é ímpar, com o benefício de poderem estudar toda a população...Um terço da sua população já está mapeada geneticamente - e toda a população será 'atendida' , tendo o seu genoma guardado em um grande ´freezer´, um espetacular arquivo biogenético... Este vasto testemunho genético, permite à Ciência Genética avançar no diagnóstico de doenças, aumentando ainda mais a nossa expectativa e qualidade de vida... Mas a sequência genética de um indivíduo, só nos diz alguma coisa quando confrontada com o DNA de outros indivíduos... E é isso que a Ciência Médica vem fazendo por seus concidadãos islandeses, a partir do trabalho pioneiro da deCODE GENETICS, liderados pelo neurologista Kári Stefánsson...

Antes de a 'teoria da conspiração', literalmente pirante, entre em ação na cabeças daqueles que possuem tal 'predisposição' genética, devemos considerar que a deCODE não está interessada em manipulação genética - cujas implicações e aspectos éticos tem um longo caminho a percorrer - mas sim em simples prevenção clínica... Lembrando ainda que todo diagnóstico clínico, seja uma radiografia, o imageamento do cérebro por ressonância magnética, os exames de ultrassom, um simples exame de sangue, eletro-cardiogramas, o 'teste do pezinho', etc, possuem o mesmo objetivo: o diagnóstico... Neste caso, um diagnóstico preventivo, a partir do conhecimento sobre quem somos nós - verdadeiramente....  As característica de nosso sistema imunológico, a tendência à reações auto-imunes, doenças cardio-vasculares, Alzheimer, Parkinson, diabetes, diferentes tipos de tumores, intolerância a alimentos, tendência inflamatórias, etc... Este não é o futuro, este é o presente - ao menos para a Islândia... 

Hoje é possível ler o seu Genoma por USD 5.000,00 no Brasil - ou USD 1.000,00 nos Estados Unidos -, mas os nossos médicos não estão devidamente preparados para aferir todo o proveito desta cartada reveladora... A canastra real da vida de um indivíduo, seu embaralhamento genético... No futuro, ao menos para países desenvolvidos, o 'teste do pezinho' será amplamente substituído pela leitura do Genoma... E já avançamos muito neste tema, embora muitos de nós não tenham a menor ideia do fabuloso momento vivido pela Ciência Genética - ou Ciência Humana -, assim como pela Neurociência Cognitiva e pela Etologia;  ciências afins, no que tange ao conhecimento do verdadeiro homem, que se consolida como inteiramente distinto do homem filosófico platônico ou kantiano, do homem da tábula rasa sociológica, e das ciência políticas... 

Podemos saber por exemplo quem está relacionado com quem, geneticamente... Eliminando de vez a invenção do racismo, pela sociologia... Não existem raças... Não geneticamente... Não realmente... Em um experimento, pudemos descobrir que 'Neguinho da Beija Flor' e 'Seu Jorge', apresentam genética muito similar a habitantes da Europa, assim como Alcione se assemelha mais aos povos ditos africanos... Não pela melanina em sua epiderme, mas em função de outras e melhores marcas, como o sistema imunológico, entre outras derivadas do mapeamento genético... As caraterísticas ditas fenotípicas, logo deixaram de importar, eo que importa e viver mais e melhor... Em um mundo revisto, sem os imperativos categóricos filosófico e sociológicos... Sem farsas... Sem dogmas.. Um mundo 'irrelativizavelmente' REAL...

Empreender este trabalho, prevenir problemas de saúde, e assim aliviar o sofrimento humano - já que no final sempre morremos - é a epítome do engenho e da solidariedade humana... E não o contrário como aqueles que possuem a 'predisposição' genética à adesão à teorias 'conspiracionistas' pensam... Na verdade, trata-se de um desconforto em face da realidade, e uma tentativa amarga de culpar eventos exteriores por seus infortúnios... 

O gene Lag1 permite analisar a longevidade aproximada de um indivíduo, enquanto o AMPd1 indica a predisposição à resistência física... Um função do tamanho do receptor de dopamina 4, uma pessoa pode apresentar maior predisposição ao risco, o que incluiria mais aventuras sexuais... Podemos saber por exemplo sobre a nossa tolerância a alimentos, se podemos ou devemos tomar ou evitar café, bebidas alcoólicas, assim como todo tipo de alimento... Podemos, até mesmo saber sobre a nossa predisposição a complexos desfechos comportamentais, a partir, por exemplo, de nossas características na produção e recepção dos neurotransmissores Oxitocina e Vasopressina, responsáveis por nossa tendência ou predisposição ao desenvolvimento de laços afetivos duradouros... 

As variações da sequência genéticas, estão servindo de base para a fundação uma nova ciência médica preventiva... Um em cada três bebês que nascem hoje viverão mais de 100 anos... Em 05 ou 10 anos, cruzaremos o genoma com outros diagnósticos, para melhor servir à vida humana, e para melhor servir todo o reino animal...  Já existem exames preventivos para ataques cardíacos precoces, analisando por exemplo o GMp3-MMp3... A Diabetes tipo 2 - que já se tornou uma epidemia nos Estados Unidos, agora pode ser prevenida; e hábitos alimentares e de vida corrigidos, para uma vida melhor, e mais duradoura... Permitindo desenvolver nossas possibilidades humanas... Podemos prevenir o câncer de próstata, e conhecer nossa predisposição à outros tumores, como o câncer esôfago, estômago, pulmão; todos relacionados ao cigarro... E poderemos orientar nossas políticas públicas, e alertar preventivamente à muitas pessoas sobre o risco de fumar... 

Poderíamos gozar do prazer de poder ler mais 05, 06, 10 livros de Christopher Hitchens, rsrsrsrs... 'Que deus não o tenha', e nem ouse meter-se com ele, afinal Hitchens reunia um conjunto poderoso - e transformador - de genes que redunda no comportamento cético...  Poderíamos ter convivido mais com Sagan, a partir do diagnóstico de sua predisposição ao câncer que o vitimou...

A um século a expectativa de vida era de 60 anos, agora é de 83 anos, em breve será de 100 anos, 120... Mas a 300 anos não passava de 40 anos, e este quadro foi mantido por toda a Idade Média, assim como nos tempos de Cristo, e nos tempos idos, até os registro do Homem de Cro-Magnon, no Paleolítico Superior, a cerca de 40.000 anos... Em pouco mais de 200 anos duplicamos uma expectativa de vida que esse manteve estável ao longo de 40.000 anos - ou muito mais... O que mudou? A Ciência... Abandonar crendices em favor da verdade... Cristo não pôde se beneficiar de tais avanços, e morreu aos 33 anos, um pouco abaixo da média...

No futuro poderemos ainda, a partir da Genética, entender o envelhecimento dos tecidos, prevenir o envelhecimento dos tecidos, assim como - literalmente - 'rejuvenescer' tecidos... Howard Chang, de Stanford, USA, estpa dedicado a está missão... Um americano de pais chineses, pouco interessado na cor da pela, mas em sua saúde...  Ele não está preocupado com a estética, ele está preocupado com a saúde e a longevidade saudável... Por que as células envelhecem? Esta é uma questão científica... É a questão de Chang... E como Heiddegger nos ensina que toda questão encerra uma procura, Chang procurar saídas para a humanidade, para a vida... Por que a cada 28 dias, toda a pele humana é literalmente substituída... Células velhas são substituídas por células novas... Ou seja, mensalmente, quando nos olhamos no espelho, topamos com uma pessoa nova... Todos os meses... Até a morte... Quer dizer que envelhecer não é uma questão de 'desgaste', já que as células continuam sendo substituídas... Envelhecer é uma questão Genética... A resposta, outra vez, está nos genes... Mais especificamente na proteína NF-kappaB... Parece existir uma 'programação para o envelhecimento', e podemos desligar este programa... Como seria??? A nossa expectativa de vida, e de maneira muito mais contundente do que imaginamos, depende muito da genética, assim como a nossa morte...

proteína NF-kappaB, sintetizada geneticamente, está presente em todas as células de nossa pele, e parece ser a responsável por ligar o interruptor do envelhecimento... Chang modificou geneticamente um rato, para testar sua tese, incluindo um gene para quando o rato estivesse bem velho, reativar o 'rejuvenescimento'... Os resultados foram alarmantes... O pedaço de tecido que sofreu a modificação passou a 'rejuvenescer', enquanto todos os demais tecidos seguiram envelhecendo... aqui estamos tocando em um tema complexo: modificação genética.... Mas aqui estamos tratando de outro tema ainda mais complexo, a fonte da juventude, e a possibilidade de vidas centenárias...

Lembrando ainda que o gene que regula o NF-kappaB está presente em outros tecidos, como o Fígado, o Coração, o Cérebro... É possível que silenciando os genes do envelhecimento, possamos viver muito mais... E ainda não sabemos os limites desta descoberta... Mas prevenir, e manipular geneticamente, não é a única saída possível... Baseados na genética, estamos desenvolvendo medicamentos capazes de atenuar ou retardar o envelhecimento... O fenômeno que permite estes estudos, é conhecido como 'restrição de caloria'... Está baseado no conhecimento científico de que organismos famintos ativam um gene que fortalece as células... Os cientistas David Sinclair e Chistoph Westphal, acham que encontraram uma molécula que emula o trabalho deste gene: RESVERATROL - encontrada no vinho tinto... Tal molécula ajudou no rejuvenescimento de todos os organismos estudados por eles - leveduras, moscas, minhocas -, incrementando a expectativa de vida destes organismos em até 30% e 40%... Os peixes viveram 60% mais tempo.... Com a Medicina Preventiva, e tal 'molécula' - pílula - poderíamos alcançar a marca de 150 a 200 anos... Não seria fantástico? Mas talvez muito tarde pra mim, um pouco atrasado para as minhas filhas - que viverão mais -, mas quem sabe disponível para as minhas netas e bisnetas...  

O resveratrol produz o mesmo efeito genético do fenômeno de 'restrição de caloria', sintetizando a enzima SIRT-1, que fortalece a célula... O SIRT-1 funciona como uma central de emergência, ativando a resistência das células... Evidentemente é importante avaliar os riscos e consequências de ter todo o nosso corpo em estado de alerta celular, todo o tempo... Outras implicações advirão... Em ratos o resveratrol aumento a resistência física, a saúde dos tecidos, incrementou a inteligência, reduziu problemas cardíacos e diabetes, e incrementou a expectativa de vida... Os cientista acreditam poder duplicar a vida dos ratos...  

Na verdade, estamos entendendo o corpo humano para utilizar os seus próprios mecanismos de defesa, em defesa de nosso próprio corpo... Mas quais serão os limites, consequências, e decorrências sociais... Tal avanço não pode vir sem um preço... Considerando a disparidade mundial em relação ao modos vivendis, estaremos vivendo mais em parte do globo, e tendo menos filhos, enquanto em outras regiões estaremos vivendo muito menos, e convivendo com superpopulações...

Moléculas sintéticas, bem mais poderosas que o resveratrol estão sendo desenvolvidas, no intuito de ativar nossas próprias defesas contra a degeneração e o envelhecimento... As expectativas de otimistas falam em um prazo de 05 a 10 anos para que tais pílulas cheguem ao mercado... É pagar para ver -  e ter... Definitivamente gostaria de viver muito mais... Passar dos 100, em boas condições, seria um grande negócio...  


Vivemos em média apenas 24.521 dias... Você está aproveitando bem a sua vida? Não se esqueça, no final a gente morre... Morre mesmo... Esqueça a invenção dos super-poderes da vida eterna...


Graças ao estudo e a dedicação abnegada de muitos cientistas, estamos trabalhando para prevenir e eliminar doenças, assim como aumentar a longevidade e reduzir a mortalidade prematura... Temos feito isso, sem a ajuda de deuses... Aliás, diante de tudo o que foi exposto, sobra muito pouco para os deuses - todos eles... E quem tem medo do lobo mau??? O velho esquema das religiões, de incutir o medo para vender a salvação, começa a ser desmascarado... 

Estamos falando sobre o individuo à serviço do individuo, e do grupo... Mas sem toda a baboseira sociológica comunista... Aliás os genes que operam a predisposição às crenças religiosas, em grande medida operam a adesão às demais crenças, times de futebol, partidos políticos, ideologias dogmáticas, freudismo, extra-terrestres, 'paulocoelhismo', etc... Estamos falando sobre a verdade...


Um estudo de gêmeos idênticos - seguidos de estudos com resultados similares - arremata a questão... Sobre o fundamentalismo religioso, a correlação entre gêmeos idênticos criados separadamente é de 62%... Para gêmeos fraternos também criados separadamente é de 2%... Sobre afinidade política temos 69% contra 0%... O fervor é genético, a religião a ser adotada é cultural... Um fervoroso cristão brasileiro, seria um fervoroso muçulmano, e se vivesse na Islândia entre os vikings, seria um adorador de Thor...


Somos humanos, 'troppo umanos', não somos uma alma que habita um corpo, somos um corpo, e não possuímos o tal propagado dogma do livre-arbítrio, e sim morreremos - para sempre... No final deste final, sem direito a sursis, todos morremos... Portanto, é mister buscar o conhecimento sobre a realidade, a realidade sobre a nossa natureza, para desfrutar do passeio... E saber quem somos nós, para sermos de propósito, e com orgulho... Somos todos necessários nesta imensa teia - ou circuito - cultural, mas somos incrivelmente únicos... Os nossos bilhões de neurônios, em trilhões de sinapses, garante um sem número de combinações... A Neurociência avança sem precedentes em descortinar os padrões de funcionamento de nosso cérebro... Sempre lembrando, pela teoria do caos que, 'conhecer as regras não significa conhecer os resultados'... E em trilhões de trilhões de combinações, que conferem a sensação de 'autonomia', na verdade somos seres heteronômios... Para o horror do kantianismo...

Parafraseando Espinoza, 'deus é imanente ao mundo', mas não pelos mesmos motivos... Espinoza, apesar da inestimável e espetacular contribuição sobre uma filosofia do homem, na verdade não pôde dar um passo à frente, e faltou viver o século XIX, conhecer Darwin, Mendel, e Cajal; faltou viver o século XIX, e adentrar o século XXI... Espinoza, pelo seu perfil comportamental, teria valido-se de todo este vertiginoso avanço para reconsiderar a figura 'divinal'... Na verdade, cito Espinoza no início deste parágrafo, em função de quem 'deus é imanente à natureza humana', no sentido que o cérebro humano pode apresentar, dependendo da genética, uma maior ou menor propensão à adoração de divindades míticas, através da Genética e da subsequente Neurofisiologia... Estes são os genes que invocam deus, ou os genes de deus... A predisposição à cometer 'falsos positivos', ou seja, reconhecer relações simples, causais de primeira ordem - onde uma consequência remete à uma única causa, direta e inerente -, onde nada existe... A predisposição ao conforto do grupo, ou a manter-se na zona de conforto do que é tacitamente aceito, sem questionamentos... Entre outros genes que intensificam a predisposição ao medo, assim como problemas com a dopamina, os lobos temporais, relacionados com a epilepsia, a esquizofrenia... O córtex cingulado e a parte anterior do lobo frontal - relacionados com o filtro entre fantasia e realidade...

A Genética de Deus, é a genética por trás das crenças... Não existe o 'imperativo categórico' invocado por Kant, assim como a certeza do mesmo sobre a impossibilidade de provarmos tudo isso, ou seja, a falácia do livre-arbítrio, os genes da crença, os genes da vida... O verdadeiro homem... Animal sim, e distinto dos demais em capacidade de processamento cerebral, parafraseando Darwin, 'em grau e não em tipo'...

A célebre metáfora de Nietzsche, de que 'deus está morto', pode ser compartilhada por uma sensível parte da população de nosso planeta... Estes estão premiados com a lucidez 'genética', e não possuem a predisposição de fantasiar deuses, não dispondo dos genes de deus, ou melhor dizendo, dos genes que irão produzir diferenças na neurofisiologia, capazes de levar cérebros a fantasiar deuses, e inventar a vida eterna...

As pessoas ainda assim, penso eu, devem ter o direito de não saber quem são, ou o que pode acontecer com elas, em termos de predisposição e saúde... Este é um direito, e basta não se interessar pela Ciência Genética, ou pela Medicina Preventiva Genética... Mas não menos importante é a discussão sobre vacinação, e o impacto sobre a saúde pública e a  vida em comunidade....

Deixar de fumar, como pensariam os utilitaristas de Bentham e Stuart Mill, deve ser evitado em benefício do bem estar do maior número de pessoas... Seja pelo pelo aspecto direto, ou seja, a contaminação do ar, seja pelo aspecto indireto, ou seja, o incremento no custo da saúde pública... Na verdade a Phillip Morris encomendou um estudo que aponta o contrário, olhando pela lógica utilitarista... Ou seja, é mais custoso pagar pensões a indivíduos que vivem mais, do que pagar as despesas médicas daqueles que morrem prematuramente por câncer, diabetes, e doenças relacionadas com o cigarro... O estudo,, de perspectiva bastante criticável, mostrou ainda que como todos morrem sempre haverá um custo para morre, cedo ou tarde... Os 'libertários' acentuariam o direito à liberdade individual, desde de que não intervenha do direito do outro... E a ética, a ciência, livres de tais bandeiras ideológicas deve buscar os princípios que regem a vida humana... A verdade por trás das paixões e ideologias...

Durkheim estava errado, ao formular as bases da Sociologia, quando disse que: Omini cultura ex cultura... Ou seja, 'que o fato social - ou cultural -, só depende do fato social, e fim de papo'... Na verdade, a sociedade é a projeção da natureza humana, e só pode efetivamente ser entendida entendendo o homem... Depois virá o aprendizado, a cadeia de eventos de cada vida, a cultura, o meio... E não o contrário:

Ominia hominen ex hominem...


Carlos Sherman

Nenhum comentário:

Postar um comentário