Pesquisar este blog

sexta-feira, 2 de novembro de 2012

Sem deuses, sem Freud, sem Marx...

Mundo 'marxiano', a crença no 'freudismo'... 


Um amigo ateu, publicou elogios ao suposto ateísmo de Freud e Marx...

Comentei:

Muitos homens questionaram a existência de deuses... Mas nem por isso fundaram suas próprias crenças, rsrsrsrs... Refiro-me a Freud e Marx... Dois embustes violentos, falaciosos, cada um em sua área de 'destruição'... Não acreditar no deus cristão de moda, foi somente um detalhe... Freud repete a iluminação budista em sua auto-análise, acreditava em telepatia, numerologia, entre outras besteiras... E foi um tremendo charlatão, tendo fraudado informações e dados... E inventando uma psiquê totalmente falaciosa, sob a égide de 'ciência' - que evidentemente ele jamais praticou... 

Marx, movido pela mesma ambição histórica, levou milhões à crença na ditadura do proletariado, contra o Satã capitalista... Foi um fanfarrão que viveu sustentado pelo 'lucratividade' - amplamente condenada por seu dogma - aferida por Engels, proprietário de uma Fábrica Têxtil em Manchester... Não se trata de um ataque Ad hominen, mas quando tratamos de temas deveras subjetivos, é necessário investigar as credenciais do propositor... Marx foi um beberrão que permitiu a morte de 03 filhos por inanição, enquanto insistia em viver em estilo aristocrático em Londres, fumando em bebendo em bordéis, faturando e engravidando a empregada, e que jamais conheceu a palavra trabalho... E muito menos proletariado, já que descendia de uma rica família de Trier na Alemanha... Dois homens ambiciosos, doentiamente, que fundaram seitas, e causaram profundo maleficio à humanidade... 

Você se declara ateu, e devo dizer que também não acredito em deuses, mas acho isso tão primário que prefiro não definir minha existência como ATEU - mas neste particular sim, se estamos falando em crenças eu sou ateu, ou sem deuses... Nem Tupã, nem o Grande Jujú da Montanha, nem Mitra, nem Cristo, nem Freud, nem Marx... Ateu.. Ateu e iconoclasta... Sou um homem livre, pensante, que busca a coerência, e que dedica a vida a diminuir o sofrimento humano... Dentro dos limites de meu alcance e envergadura, rsrsrsrsrs... 

Escrevo um livro, ETHOS, cujo subtítulo é 'Ético, logo Cético'... Obrigado pelas palavras e por consultar o blog, conte comigo, um forte abraço...

Carlos Sherman

Nenhum comentário:

Postar um comentário