Pesquisar este blog

terça-feira, 18 de dezembro de 2012

Antes e depois...




Um tremendo falastrão, especialista em verborragias e truques da auto-ajuda, pseudo-ciências, etc, e que consagra a si mesmo como 'terapeuta', sem estar devidamente graduado e habilitado pra tal, que mistura um pouco de tudo e alguma coisa mais, e posa de gurú eletrônico, publicou a mensagem abaixo, sobre a recente tragédia que vitimou 26 crianças em uma escola americana, perpetrado por uma criança autista:

Therapy Dogs [cachorros  terapêuticos] são 'conselheiros' para comunidade de Newtown.
Uma equipe de nove "golden retrievers" especialmente treinados e 14 coaches foram enviados pela Igreja Luterana da área de Chicago, para a cidade de Newtown em Connecticut. Estiveram neste fim de semana para apoiar e consolar aqueles em necessidade. Algumas crianças sorriram pela primeira vez em dias diante dos "terapeutas". Os "dogs" de terapia criam um efeito calmante de afeição e ternura. Alguns adultos oraram juntamente com as crianças e os "retrievers". Estamos explorando avenidas de apoio aos corações feridos. 

Desembainhei:

Oram pra quem? Pra deus? Por que deus, este que atenderá as orações agora, não fez nada para 'prevenir' a dor, antes? Qual é a lógica?

Cachorros não oram, porque tratam de manter a lucidez para sobreviver...

Carlos Sherman

Nenhum comentário:

Postar um comentário