Pesquisar este blog

terça-feira, 22 de janeiro de 2013

Sessão de Terapia (II)



Conversando com uma amiga...

(..) "Livramento"??? Rsrsrsrsrsrs... Mas é isso, deve celebrar o fato de haver se separado de um cara que não merecia e não queria estar ao seu lado... Mas não fique apenas pensando em se casar de novo... Pense em estar saudável para encontrar um novo amor... Amar faz bem... E amando, pode ser que decidam viver juntos... É isso o que importa.... Casar não é 'causa' e sim a consequência... Não pensamos 'ah quero casar'... Deveríamos pensar 'que bom seria se reconhecêssemos um novo amor no horizonte'... Mas antes disso precisamos estar saudáveis, na forma de pensar e agir... E não vejo isso na sua vida... Vejo você imersa em amargura, em despeito, e trilhando um caminho totalmente equivocado, pensando somente - e 24 horas do seu dia - em deuses e demônios... 

A sua vida depende de quem você é, sua natureza sucada pelo seu  aprendizado, e isso define o que você faz... Você não é uma marionete de um plano divino, nem está sujeita às "atribulações" demoníacas... Isso é igualmente doentio... Uma mente saudável trata de trazer a responsabilidade para si, e conciliar pensamento, palavras e ações; para viver sempre melhor... 

Tento ajudar como posso, mas só você pode ajudar a si mesma... Vire o jogo, de dentro pra fora... E posso dizer também que a 'frustração' decorre da diferença entre 'onde estamos' e 'onde gostaríamos de estar'... Queira estar onde está, seja feliz com o que tem... Desfrute cada nova experiência e aprenda com ela... Olhe de pertinho cada detalhe... 

Sei que o tempo passa rápido, mas tenha paciência... Querida, não confie em igrejas, e em todas as pessoas vulneráveis que as alimentam... E finalmente, sobre 'casar com você', sei que foi uma brincadeira; mas se estivesse solteiro, e não conhecesse você, trataria de observar primeiro quem você é... Considerando as suas mensagens eu fugiria correndo de você, rsrsrsrsrsr.... O que eu vejo é: despeito, amargura, desespero, imaturidade e uma crendice sem limites... Mas como eu conheço um pouco sobre você, e sou seu amigo, e quero o seu bem, trato de tentar ajudar... Mas para isso precisaríamos de duas coisas: primeiro, que você aceitasse a minha ajuda, e depois, que confiasse em mim... Posso vê-la com clareza, e fico muito preocupado... Estarei à disposição sempre que precisar... Conte comigo... Tenha uma linda vida... 

Carlos Sherman

Nenhum comentário:

Postar um comentário