Pesquisar este blog

terça-feira, 29 de janeiro de 2013

Vulcanismo: "que dios nos guarde"...




Vulcanismo: "y que dios nos guarde"....

"(..) y que dios nos guarde"... Foi assim que Libória Solano, uma fervorosa cristã mexicana, devota da Virgem de Guadalupe, recebeu a notícia de evacuação imediata no humilde povoado de Santiago de Xalitzintla, por ocasião da erupção iminente do 'Popo', o mortífero vulcão 'Popocatépetl'... Eu estava no México, e sobrevoei as proximidades do vulcão... Uma visão aterradora e magnífica...

Libória liderava os protestos contra a evacuação, afinal, dizia ela: "estamos bajo la protección de dios, y él no nos faltará"... Mas em 18 de Dezembro de 2000 o Popo mostrou a sua força, 'e deus faltou neste dia'... Nas palavras de Libória: "los últimos que quedaron escucharan la explosión y la tierra temblar, con desesperación... Dejamos todo, montamos en la camioneta sin mirar hacia atras, lo más rápido posible, y no pensávamos en parar, jamas"... Asi es Libória, asi es...

Em 15 de Dezembro de 2000 os sismólogos detectaram aquela que poderia ser uma severa ameaça: uma erupção 'pliniana' - termo associado à erupção do Monte Vesúvio em 79, e descrita por Plínio, o Novo; erupção essa que matou o seu pai, Plínio, o Velho, e soterrou as cidades de Pompeia e Herculano... Erupção pliniana, o tipo mais poderoso e destruidor de erupção experimentado e registrado pelo homem... Erupções plinianas, de grande intensidade, como as que ocorreram a 18 de Maio de 1980 no Monte Santa Helena ou a 15 de Junho de 1991 em Pinatubo, nas Filipinas, podem enviar cinzas e gases vulcânicos a vários quilômetros de altitude, atingindo a estratosfera... A cinza resultante pode afetar áreas a centenas de quilômetros de distância na direção dos ventos, a quantidade de magma que brota pode ser tão grande que o topo do vulcão pode colapsar, formando uma caldeira, e 'boooom'; como no Krakatoa em 1883, no Monte Tarumae (Japão) em 1667 e 1739, em Tira em 1600 AEC, na erupção que formou o Lago Crater em 4860 AEC, e a mais famosa, a do Monte Vesúvio em 79...

Mas o vulcanismo não é um fenômeno 'terrestre'... A Lua não possui grandes vulcões e não é geologicamente ativa, mas nela existem várias estruturas vulcânicas... O planeta Vênus é geologicamente ativo, sendo cerca de 90% da sua superfície constituída por basalto o que leva a crer que o vulcanismo desempenha um papel importante na modelagem da superfície volumosa do planeta... As escoadas lávicas estão bastante presentes e muitas das estruturas da superfície de Vênus são atribuídas a formas de vulcanismo que não se encontram na Terra... Outros fenômenos do planeta Vênus são atribuídos à erupções vulcânicas, tais como as mudanças na atmosfera do planeta e a observação de relâmpagos... Em Marte existem vários vulcões extintos, sendo quatro dos quais grandes vulcões-escudo, largamente maiores do que qualquer um existente na Terra, mas encontram-se extintos há vários milhões de anos... A sonda européia Mars Express encontrou indícios de que poderiam ter ocorrido erupções vulcânicas num passado recente em Marte...

Uma das luas de Júpiter, Io, é o corpo mais vulcânico de todo o sistema solar devido à interação de forças com Júpiter... Esta lua está coberta de vulcões que expelem enxofre, dióxido de enxofre e rochas ricas em sílica, o que leva a que a sua superfície esteja constantemente a ser renovada... As suas lavas são as mais quentes que se conhecem no sistema solar, com temperaturas que podem ultrapassar os 1500 °C... Em Fevereiro de 2001 a maior erupção de que há registo no sistema solar ocorreu em Io...

Era uma vez uma ilha paradisíaca, mais um "pueblo abandonado por dios": Plymouth - capital de uma pequena ilha caribenha chamada Montserrat, pertencente ao Reino Unido, localizada à sudeste de Porto Rico... Este pequeno paraíso, de clima agradável e vida tranquila, com a sua pequena população dedicada à pesca e ao turismo, abrigava um terrível perigo: o vulcão Soufriere Hills - que parecia adormecido... Todos dormiam à sombra do Soufriere, o sono dos justo, sob a guarda e proteção de deus... Mas ele 'faltou' ao trabalho mais uma vez... Em 18 de Julho de 1995 o Soufriere despertou... Mas a ciência sísmica não faltou, permitindo que 13.000 habitantes fossem salvos, e evacuados...

Templo 'de deus'... Afundado em lama vulcânica em Montserrat...

Tento entender: deus cria o universo, todo-poderoso, atende orações, visivelmente 'poderoso', controla eventos, controla a natureza, mas e os vulcões??? São meros fenômenos naturais, não podem ser controlados por seu CRIADOR??? Então todos os fenômenos naturais não podem ser controlados por deus??? Deus não pode aliviar o sofrimento??? Então não é onipotente... Se pode controlar a natureza mas permite que inocentes, 'pecadores', fieis e infiéis, criminosos e inocentes, sofram igualmente, então não é realmente justo... Se tem poder mas não estava lá, é negligente, e não é onisciente - nem onipresente... Muitos, diante de tragédias, oram a deus... Mas por quê, qual é a lógica? Ou deus não tem nenhum poder, ou é injusto ou negligente - cruelmente negligente... E outros culpam a deus, seguindo a lógica e o bom senso... 

Mas devotos e fieis, eu absolvo a deus, em nome da verdade, ele não tem culpa nenhuma, afinal, ele não existe - e nem nunca existiu... Jamais... Então escutem os sismólogos, escutem a ciência, deus não está rogando por vós, porque simplesmente deus não está lá... Mas existem humanos que estudam o fenômeno de forma abnegada, na tentativa de ajudar efetivamente à outros humanos, muitos dos quais, por razões neurofisiológicas e educacionais, estão 'acéfalos em cristo - em deus'...

Carlos Sherman

Nenhum comentário:

Postar um comentário