Pesquisar este blog

quarta-feira, 13 de março de 2013

Pelo 'desarmamento' dos apologetas...

A bíblia é uma arma letal....


Um dos maiores problemas em toda esta estória está exatamente na força do instrumento 'meu deus'... Enquanto homens de bem, que atacam à cretinice de Feliciano estiverem incovando 'DEUS', o deus de Feliciano, estaremos andando - ou retrocedendo - por mal caminho... A relação incestuosa, história, entre o poder religioso e político é parte importante deste capítulo, mas evidentemente não conta toda a História... A 'palavra de DEUS' foi um golpe, foi inventada para coagir, oprimir, dominar, calar... Não existe 'outra palavra de DEUS'... Leiam a bíblia, mas leiam mesmo...

Excerto de 'Compreender Espinosa', de minha própria autoria:

'Tenho aludido ao velho esquema do poder religioso de 'incutir o medo para vender a salvação'... A máfia também entendeu o recado... Tal conceituação, no entanto, precede a Espinosa, e precede a Lucrécio... E resistirá em homens como você e eu... Thomas Hobbes é outra influência para Espinosa, que acrescentaria ainda que a política, os reis, reclamam sua legitimidade por meio do incesto com o poder religioso, onde obedecer ao poder monárquico corresponde em igual medida a anuir à vontade de deus... Romper com o monarca seria romper com deus... Para isso, e apenas como exemplo, Felipe IV, Felipe o Belo muda a sede do Santo Ofício de Roma para Avignon na França, no século XV, quando a França dominava o mundo, e quando os templários são cassados, como resultado de tal aliança...'

Hoje, políticos inescrupulosos legitimam o seu poder como imanente com o desígnio de deus - ou criam um deus e um Leviatã para si... Desde casos grotesco com Hitler, "guiado pelo espírito santo", e cumprindo a "obra de deus", a casos mais sutis como pulhas e enlameados 'edis' que dizem a todo momento, e em todo o golpe aplicado: 'que deus nos ajude'... Mas a falácia teísta lhes tem servido, e como!!! O comunismo inventou uma nova seita, um novo 'deus', um novo 'demônio', um novo rito... Mas não soube senão, guiado pela fanfarronice 'marxiana' - neologismo próprio -, arrebatar e converter...

De forma que, desconsiderar o homem e a vida como ela é, tem sido e ainda é o nosso 'descaminho' como espécie, e sobretudo, como sociedade... Desde quando sacrificávamos crianças e animais para ganhar guerras e provocar a chuva... Até o comércio informal dos templos pentecostais, e as juras sobre a bíblia, em se tratando do destino público - enquanto entendo aterrorizado, que tais juras tem o valor de NADA x NADA... Como não posso pedir que 'deus nos ajude', em face de minha lucidez, maturidade, e instrução, espero - e conjecturo - apenas que 'a distribuição genética para a excessiva ambição de um lado, e a excessiva vulnerabilidade do outro, nos seja mais favorável como espécie social'.... Sendo pois uma força de expressão retórica, na verdade pretendo apenas seguir, sem objetivar o maniqueísmo, estudando, compreendendo, divulgando e lutando... Feliciano esta armado até os dentes pela fábula divinal, versão judaico-cristã-islâmica... Pretendo desarmá-lo e detê-lo... Humano, troppo umano....

Os contos devem ser - todos eles - desmistificados... A realidade é a melhor fonte de inspiração que há... Experimentem... Tentem a REALIDADE...Nem Freud, nem Marx, nem deuses e demônios... E muito menos FELICIANO - Macedo, Santiago, Malafaia, Soares, Hernandes, XVI, Kardec, Xavier, etc... Contra todos os picaretas, e suas armas letais - contidas na dita "palavra de deus"...

Este marginal, este crápula, este excremento, chamado Marco Feliciano, demonstra o lixo reinante em nossa política, e o papel das religiões no controle do poder... O cinismo e a cretinice é marca deste momento na vida nacional, PT, Lula, Dilma, Dirceu, Calheiros, Sarney, Lewandowski, Toffoli... E agora FELICIANO...

Carlos Sherman

Nenhum comentário:

Postar um comentário