Pesquisar este blog

quarta-feira, 10 de abril de 2013

Evolução




Por Skay Kunde

Hérnia e evolução:

Na vida intra-uterina, o testículo localiza-se no abdômen. Durante a vida fetal, o testículo migra dessa área intra-abdominal para a bolsa escrotal. Esse trajeto deixa um ponto fraco na parede abdominal, suscetível à formação da chamada hérnia inguinal indireta. Uma evidência em favor da ancestralidade comum, pois o registro fóssil mostra uma graduação dos peixes aos humanos. Note que a gônada de um peixe está no abdomem, como nos fetos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário