Pesquisar este blog

quinta-feira, 11 de abril de 2013

O que é verdade???




Em meio a um debate light sobre 'VERDADE', um certo "Guido Mattina" interpelou desafiadoramente:

Guido Mattina

O que é verdade?

Respondi:


Carlos Sherman:


Relativismos de ocasião à parte, verdade é o que pode ser corroborado com evidências, provas e fatos... A confrontação de enunciados com fatos e com a realidade objetiva... Isso é verdade... Simples e responsável... Relativizar o irrelativizavel tem sido um grande problema... Enquanto não sufragamos, objetivamente, a veracidade de um enunciado, a questão está em suspense... Sobre os níveis de refutação de um enunciado não esqueça de que o aprofundamento e o 'reducionismo' não constituem falseamento e sim sofisticação da 'verdade'... 

Verdade??? O causador da lepra é um bacilo e não possessão demoníaca.... Verdade? O planeta Terra descreve uma orbita fechada em torno do Sol... Sucede, queridos amigos, que o modelo científico vigente, possui evidências acachapantes - e com requintes de detalhes – sobre a existência de ‘órbitas fechadas’ em torno do Sol para alguns corpos celestes – incluindo evidentemente a Terra... Isso para citar apenas o nosso Sistema Planetário SOLAR... Ou seja, trata-se de um sistema, onde 08 Planetas, devidamente documentados, com farto acervo de evidências, provas e fatos, estão ‘presos’ e capturados em torno do Sol, descrevendo ‘órbitas fechadas’... Sendo assim, temos provas de que a Terra não é um referencial inercial privilegiado... Não mesmo... A Terra está fadada a circular em torno do Sol, em uma órbita Elíptica – graças a Kepler - mais precisamente a cerca de 108.000 km/h, e segui-lo onde quer que ele vá, a mais a quase 1.000.000 Km/h...


Verdade? Pessoas com epilepsia relatam experiências místicas por conta de problemas no lobos temporais... Como sabemos que isso é 'verdade'? Porque pessoas quando submetidas à excitação dos lobos temporais, em diferentes laboratórios, e tendo sido procedido por diferentes pesquisadores, refletem o mesmo sintoma e isso pode ser SEMPRE constatado... A menos que a espiritualidade depende de uma capacete neurocientífico...

Guido Mattina 
A verdade é um ponto de vista, porque não se pode alcançar uma certeza sobre a definição do oposto da mentira..

Sofismas e mais sofisma, e sempre a ladainha verborrágica dos sofistas... Mero constructo... Claro que não... Ofereci vários exemplos, mas oferecerei ainda mais... Podemos sim afirmar que a Terra não está no centro do universo, e que portanto não é verdade que o que relata testemunho bíblico... Podemos ainda afirmar que Aristarco, Copérnico e Galileu diziam a verdade, sobre a Terra orbitar inequivocamente o Sol... Podemos afirmar que problemas nos lobos temporais levam à alucinações, e podemos provocar tais alucinações.... E podemos 'sim' afirmar não ser verdade que a lepra é causada por possessão demoníaca - ou desconsiderar, em face da inexistência de evidências-, e apontar a 'veracidade' do fato causador, ou seja, a infecção com a bactéria Mycobacterium leprae... Para citar alguns exemplos... 

E contra relativismos inconsequente, cunhei o conceito de 'endereçar a verdade', para estabelecer o 'processo' de buscar a verdade ou VERACIDADE de um enunciado, enquanto na mesma medida refutamos enunciados pela falsidade... 'Somos todos ignorantes [em alguma medida], mas não sobre as mesmas coisas" - Albert Einstein... E a abrangência de um conhecimento constitui 'sim', no sentido prático, a veracidade de uma proposição...

Guido Mattina: 
Cansei: não me interessam os pontos de vistas dos 'cientistas'..

Carlos Sherman:

Não, você cansou porque o seu dogma está encurralado... Não interessam os "pontos de vistas dos cientistas"??? O que não interessa aos seus postulados é exatamente a VERDADE... Como se declara ateu sem 'ciência'??? Não se simpatiza com deuses??? Como conclui que crer em deuses não era o caminho???

Rsrsrsrs, tornar-se ciente, por meio de um método de refutabilidade baseado em prova, não é um mero 'grêmio' chamado 'cientistas'... Trata-se uma atitude - consagrada - diante da vida... A atitude efetivamente filosófica de fustigar a verdade, e submeter o pensamento ao escrutínio da LUCIDEZ... 

"Quem nada sabe em tudo crê" - Jan Neruda... 

E quem nada sabe sobre o comportamento humano, e sobre o sistema neural humano, nada pode dizer sobre o pensamento humano... Nada... Foi exatamente por meio deste tipo de repúdio à prova, e submissão à autoridade, que viemos errantes até o Círculo de Viena... Muito do que provavelmente você considera 'respeitável filosofia', poderia ser facilmente desmontado e demonstrado como achologia e meras verborragia... Vide Platão, Aristóteles, etc... 

Ou seja, a ciência não é meio sujeito à 'pontos de vista'... Ciência não uma mera questão opinativa, emocional ou dogmática... Inventamos a Ciência, o método, para testar a nossa LUCIDEZ... Não existe nada melhor para fustigar a VERACIDADE dos fatos e enunciados, e promover justiça... Felizmente já não julgamos somente com base em fofocas e opiniões, e sim baseados nos resultados da balística, na perícia legista, na ciência forense.... 

Mas quem demonstra despeito e descaso com a nobre atitude de 'tornar-se ciente pela prova', está muito distante de meus conceitos, de forma a comunicação de tal distância só é vencida aos gritos - mesmo que abafados pelo decoro, que se exaurindo na impaciência... Também cansei... Questionar um rumo para a verdade factual é, na minha análise, um indicativo de inconsequência e descaso... E não raro, um instrumento para coisas piores... Lembrando apenas, e de forma objetiva, que enquanto a humanidade pensou como você sugere, sem considerar os 'pontos de vista' da Ciência, amargamos a mesma expectativa de vida do homem de cro-magnon por 5 mil anos, e nossos bebês morreram 40 vezes mais ao nascer... Somente com a ciência médica e confrontando as 'verdades bíblicas', fomos capazes de avançar em aliviar o sofrimento pelo entendimento e pela adoção das corretas medidas terapêuticas, duplicando a expectativa de vida, e aumentando as chances de sobreviver ao universo neo-natal em 40 vezes... Você também se beneficiou deste rompimento de paradigmas... 

'Sim' existe uma verdade sobre a fisiologia, sobre as intercorrências genéticas sobre a saúde, e 'sim' existem acachapantes falsidades sobre o mesmo tema... Enderece a verdade para viver melhor, e contribuir com a humanidade em seu entorno... Eu estudo para isso, e recomendo que estude também... Entenda a 'VERDADE' sobre o universo que habita, sobre a vida, e sobre o COMPORTAMENTO HUMANO... O conhecimento disponível está infinitamente mais próximo do entendimento último - que possivelmente não virá - do que a vã crendice está do conhecimento disponível... De forma que sim, stricto sensu, existem VERDADES ACACHAPANTES... 

O vigoroso e genial físico Richard Feynman - ganhador do Nobel - explica: "um princípio de pensamento científico corresponde a uma espécie de honestidade incondicional"... É esta honestidade incondicional ou ética, que reside no ceticismo científico, que confronta a vacuidade de crer... Isso porque as crenças se baseiam apenas na caprichosa, débil ou vã vontade de acreditar... Não se pode, de forma alguma, comparar as atitudes de 'tomar ciência ou tornar-se ciente' - da verdade -, com reconfirmar velhas ou novas convicções - crentes... Não se pode usar como desculpa a falibilidade assumida da ciência, para validar crenças... Uma verdade científica tem um prazo de validade e um universo de aplicação demarcado, assumidamente, e será sempre revisada, sendo esta a sua maior fortaleza - e não o contrário...

Mesmo sendo Filosofo, com um doutoramento interrompido, insisto em dizer que: 

NENHUM DEBATE FILOSÓFICO ESTÁ ISENTO DA NECESSIDADE DE ENTENDER A 'REALIDADE' E OS SUBSEQUENTES PARÂMETROS QUE REGEM A NOSSA TÊNUE 'LUCIDEZ'... 

E é isso que estamos vivendo aqui... Boa sorte e espero que a minha argumentação possa estimular o exercício de sua 'pensabilidade'... Parafraseando Bernard Shaw, se não podemos mudar a forma de pensar, não poderemos mudar nada...

Guido Mattina:
Parafraseando Nietzsche: Os sábios têm razão quando pensam que os homens de todas as épocas imaginavam saber o que era bom e mau, o que é verdade. Mas é um preconceito dos sábios acreditar que agora estamos mais bem informados a respeito do que em qualquer outra época.

Carlos Sherman:

Meu caro, Nietzsche se referia a SÁBIOS como você, e não a homens livres e pensantes como ele e eu - dedicados a nos tornar cientes pela prova... Isso elimina a necessidade de sábios em favor de corolários cada vez mais completos, detalhados e VERDADEIROS...

Semanticamente e segundo o Houaiss, edição de 2009, já que a 'Ciência não vale pra você' - mesmo quando usa a internet via satélite, em um computador e valendo-se da ciência médica e não de xamãs, para o tratamento de suas enfermidades 'não-objetivas' -, devo dizer que VERDADE É?

Um substantivo feminino
1 propriedade de estar conforme com os fatos ou a realidade
Exs.: a v. de uma afirmação
v. histórica 
1.1 a fidelidade de uma representação em relação ao modelo ou original
Ex.: a v. de um quadro 
2 Derivação: por extensão de sentido.
coisa, fato ou evento real
3 Derivação: por extensão de sentido.
qualquer ideia, princípio ou julgamento aceito como autêntico; axioma
Ex.: as v. de uma religião, de uma filosofia 
4 Derivação: por extensão de sentido.
procedimento sincero, pureza de intenções
Ex.: agir com v. 
5 Rubrica: filosofia.
correspondência, adequação ou harmonia passível de ser estabelecida, por meio de um discurso ou pensamento, entre a subjetividade cognitiva do intelecto humano e os fatos, eventos e seres da realidade objetiva

REALIDADE OBJETIVA, CONFORMIDADE COM A REALIDADE, AUTENTICIDADE, LUCIDEZ... E na minha concepção, apesar de enorme dificuldade para colocar em prática, plenamente, ESTA É A MELHOR DISPOSIÇÃO PARA A VIDA...




Guido Mattina:
Adaptação, não existe uma 'realidade objetiva'..

CRsrsrsrsrsrs, não??? Rsrsrs... Típico, clássico, um estudo de caso... Guido, se não existe realidade objetiva, o que estamos fazando aqui??? Então nada é nada e tudo pode ser tudo, e parece ser esta a anarquia que convém ao seu dogma... Então não existem moléculas, nem neurônios, e nem a constatação física, química e biológica, então você é um 'sonho'... Somos um sonho - que mesmo assim careceria da realidade objetiva de sonhar, neurofisiologicamente... Já que o fenômeno 'sonho' é inescapavelmente físico, rsrsrsrs...  Não entender o universo que o cerca não lhe dá o direito de 'relativizar' tudo... Não impunemente... Alguns estudaram multi-disciplinarmente, e não foram doutrinados ao conformismo, e teimarão em fustigar a VERDADE - e esse é definitivamente o meu caso...

Já perdi muito tempo... Boa sorte na 'Matrix'... Este fenômeno se chama, desvio cognitivo de confirmação, e também pode se explicado pela Ciência... O seu padrão de comportamento é conhecido... Um velho conhecido... Se estivesse familiarizado com os rudimentos da Ciência, saberia que existe uma realidade objetiva... Você apenas desconhece esta realidade objetiva, já que desconsidera o descomunal esforço empreendido pela humanidade para que nos tornássemos cientes desta REALIDADE, desbancando o autoritarismo CRENTE... 

Mas, sinto certa frustração, diante da vulnerabilidade humana, posto que o método concebido para minar a autoridade e libertar o homem é tratado por muitos como outro tipo de 'dogma', ou uma questão de 'ponto de vista', 'opinião'... Nada poderia ser mais absurdo... Mas assim é, e assim foi neste chat... Evidentemente você não tem a mínima ideia do que seja CIÊNCIA...

Quando Galileu convidou os 'sábios' de seu tempo para olharem pelo telescópio eles se recusaram... Ele também ficou apoplético de tanta frustração: 

"Quando quis mostrar os satélites de Júpiter aos professores de Florença, eles não quiseram ver nada, nem o telescópio. Essa pessoas acreditam que não existe verdade a ser procurada na natureza, mas apenas na comparação de textos." 

Sim Galileu, é assim que funciona... Este fenômeno conjura algumas derivações do conhecido fenômeno neurocientífico do desvio de confirmação cognitivo - operante em nosso córtex pré-frontal dorsolateral, orbital frontal, cingulado anterior, e também na região do córtex estriado dorsal... No caso de Galileu, e também aqui, já que você não quer VER NADA em relação aos ditos "pontos de vista científicos", trata-se da conjunção da 'tendência de atribuição', 'tendência do custo irrecuperável', 'tendência da manutenção do status quo', 'efeito de posse', 'tendência de ancoragem', 'TENDÊNCIA HEURÍSTICA', 'tendência de autoridade ou Falácia Ad Baculum', 'Efeito Baurnum', 'Inversão do ônus da Prova', 'TENDÊNCIA DE FABULAÇÃO', 'TENDENCIA DO PONTO CEGO'... 

Primeiro aderimos às crenças de forma torpe e emocional, e depois tratamos de encontrar argumentos 'aparentemente' racionais para sustentar tal crenças, ou até mesmo tratamos de dissimular a irracionalidade da referida crença... É por isso que pessoas inteligentes, até certo ponto, defendem coisas absurdas... Mas a ciência pode ajudar, trabalhando sobre o seu cérebro... Não somos seres 'perfeitos', somos um cérebro em meio ao processo evolutivo, mas nunca um ponto final e de chegada... Não estamos nem minimamente próximos da perfeição platônica, mas em meio à perfeição, podemos fustigar e endereçar a verdade... De forma que evolutivamente contamos 'bugs', problemas, a tendência às ilusões confirmativas, aos delírios de percepção, e as alucinações - que são muito mais frequentes do que imaginamos...

FIAT LUX...


Carlos Sherman, Ético logo Cético...

Nenhum comentário:

Postar um comentário