Pesquisar este blog

quinta-feira, 11 de abril de 2013

TAMANHO É DOCUMENTO?


TAMANHO É DOCUMENTO?

Por Thales Vianna Coutinho

     Uma pesquisa publicada nesta última segunda-feira na prestigiosa revista Proceedings of the National Academy of Sciences (PNAS) por uma equipe da Universidade de Ottawa (Canadá) contribuiu para esclarecer uma dúvida persistente: afinal, quão relevante é o tamanho do pênis, no momento de as mulheres selecionarem seus parceiros?
PNAS, Mautz et al (2013)
     Já se reconhece o impacto positivo da altura, para que os homens sejam considerados atraentes ou não, isso porque muitos estudos demonstraram que as mulheres avaliam homens mais altos como sendo mais bonitos. Além disso, outra característica importante para o julgamento da beleza masculina é a proporção ombro-quadril, ou seja, quanto mais largos os ombros em relação ao quadril, mais atraente o homem é considerado.
     O que essa pesquisa fez foi combinar de todas as formas possíveis essas características (altura, proporção ombro-quadril e tamanho do pênis), criando várias imagens diferentes que foram apresentadas a mulheres heterossexuais que estavam incumbidas da tarefa de dar uma “nota” para a beleza de cada uma das imagens, considerando o conjunto como um todo.
     Em síntese, os resultados demonstraram que o tamanho do órgão sexual masculino exerce um papel menos significativo no momento de as mulheres julgarem a beleza de um homem. O que importa mesmo é a altura e a largura dos ombros. Além disso, homens altos e com um pênis de tamanho desproporcionalmente grande, foram considerados menos atraentes, que aqueles com um pênis de tamanho ligeiramente acima da média (que é de 9cm). O tamanho entre 12.8 e 14.2cm (flácido) foi considerado ideal.
     Isso demonstra que o tamanho do genital é sim um fator importante no momento de as mulheres selecionarem seus parceiros, mas ele precisa estar em harmonia com outras características físicas do indivíduo, caso contrário pode – inclusive – exercer um efeito negativo.
Geoffrey Miller
     Para o primatologista Alan Dixon, o próximo passo desta investigação seria aplicar esse mesmo método a populações de outras culturas, principalmente a sociedades nativas, que estão mais acostumadas a ver as pessoas com pouca roupa, e comparar os resultados. Para o psicólogo evolucionista Geoffrey Miller, uma das grandes contribuições desse estudo foi tirar esse tema da esfera da trivialidade e senso comum, e trazê-lo para o campo científico.





Referências:
MAUTZ, B. WONG, B. PETERS, R. JENNIONS, M. Penis size interacts with body shape and height to influence male attractiveness. PNAS, vol. 110, 2013.
NUZZO, R. Bigger not always better for penis size. Nature News, 8 April 2013. Disponível em: http://www.nature.com/news/bigger-not-always-better-for-penis-size-1.12770

====================
Tenha um dia PLENO!

Nenhum comentário:

Postar um comentário