Pesquisar este blog

segunda-feira, 29 de abril de 2013

Violência




Pedro, o homem não é produto inequívoco do meio, e nem principalmente do meio... Tem um pouco da falácia da 'Tábula Rasa' nesta reflexão... A genética é essencial quando o assunto é violência, assim como o grau de 'civilidade' de uma sociedade, no que tange acesso à justiça, ou seja a 'memética'... Todo criminalista sabe que a esmagadora maioria dos homicídios ocorre nas classe mais baixas, mas somente 10% dos homicídios cometidos no mundo tem como motivação a fome, ou o roubo em busca de resultados financeiros, ou ataques de psicóticos... 90% dos homicídios tem suas raízes em 'rixas', carro arranhado, discussão com a namorada, ou discussão entre vizinhos, etc... '90%' - Donald Black... Ou então matanças se dão em função de rixas religiosas... '90%'... Nas classes mais baixas indivíduos que muitas vezes não acreditam na justiça - pública, gratuita -, ou não podem utilizá-la por estarem na clandestinidade, optam pela 'auto-ajuda' ou pela 'auto-justiça'... O fenômeno da violência, realmente falando, é bem distinto da noção popular... E a violência diminuiu a cada dia, vertiginosamente, medida em séculos, caindo cerca de 100 vezes em relação às sociedades anárquicas... A média de mortes por homicídio no mundo gira em torno de 8 por 100 mil - considerando mortos em guerras -, enquanto os esquimós e os boximanos africanos, matam-se à uma taxa três vezes maior, e os Yanomamis e os Jivaros são ainda mais bélicos... A violência decresce quando entendemos que os estratagemas da diplomacia e do recurso legal são menos custosos do que a justiça com as próprias mãos e a violência... Não somos no entanto seres 'violentos' ou 'sanguinários' por natureza, isso é falso... E não somos violentos apenas por que o meio é violento... Uma pessoa que é educada por pais violentos fica mais ou menos violenta??? A correlação para a violência neste caso será grande, mas apenas em filhos 'genéticos'... Se uma pessoa é adotada por uma família violenta, ela não tenderá a ser violenta por isso, ou melhor dizendo, não existirá uma correlação elevada para a violência neste caso... Podemos então dizer que filhos violentos de pais violentos o são, principalmente, em função da genética... Mas uma 'sociedade' ou grupo pode praticar estratagemas violentos quando não confiam em outros meios, ou quando acreditam que não haverá justiça... Este será portanto, o costume deste povo... Finalmente, e deixo o assunto aberto, repito que um fato deve ser notado e anotado, sendo pois inescapável, e com todos os estudos apontando na mesma direção: a violência decresce, e existem padrões bem claros a este respeito - vide 'Os Anjos Bons de Nossa Natureza', de Steven Pinker, uma das maiores (1.037 páginas) e melhores obras já produzidas pelo homem, e sem sombra de dúvidas o maior tratado já escrito sobre a VIOLÊNCIA...

Nenhum comentário:

Postar um comentário