Pesquisar este blog

terça-feira, 18 de junho de 2013

EX UMBRIS AD LUCEM



ENTENDAM AMIGOS: 

Se fosse possível, fantasiosamente congelar todo o dinheiro no mundo e redistribuí-lo em partes exatamente iguais para todos, com igualdade de condições, em menos de uma década haveriam profundas diferenças, e em menos de 30 anos, estaríamos fadados praticamente à retornar às mesmas discrepâncias... Lembrem-se de que as maiores fortunas que impulsionaram a América e o mundo, vieram de homens que arrancaram do zero, quase sempre órfãos, e abaixo da linha da pobreza - Cornelius Vanderbilt, Andrew Carnegie, John D. Rockfeller... Alguns dos homens mais ricos de nosso tempo, como Bill Gates, George Soros e o falecido Steve Jobs, tiveram infâncias modestas e com dificuldades, e enriqueceram honestamente, e trabalhando muito... Gates e Soros, ao lado de Buffett, alimentam mais seres humanos do que qualquer governo mundo... 

Tenho entre meus funcionários, pessoas humildes que abraçaram a oportunidade, e mudaram o destino de suas famílias... Sorte é quando a preparação encontra a oportunidade; e a genética joga um papel decisivo - e não determinante neste jogo, assim como a educação... Esqueçam a vitimologia marxista, e a luta de classe, assim como a falácia da tábula rasa e do bom selvagem... Somos humanos, demasiado humanos, e existem 'cleptocratas' entre nós... Eles não tem partido, nem etnia, nem nação... E sua 'doença' também impulsionou o progresso, sempre que moderada por regras e leis... 

Desde as sociedades pré-civilizadas, anárquicas, diminuímos a violência em 100 vezes, a mortalidade infantil em 40 vezes, duplicando a expectativa de vida que dormia entre 30-40 anos, desde o Homem de Cro-Magnon no Paleolítico Superior - há 50.000 anos -, até o fim da Idade Média... Todas as grandes nações já foram miseráveis e primitivas... Não culpemos aqueles que obtiveram sucesso, por nosso insucesso... Os povos que conservam a sua condição primitiva até hoje, como os Jivaro na Amazônia, os Yanomamis, e os Inuítes, estão entre os mais violentos do planeta... Sigamos em frente, descubramos quem somos e sejamos de propósito... 

Entendamos como realmente funciona a vida e o comportamento humano, para que possamos contribuir com um futuro melhor... Igualdade sim, iguais não... Essa é a essência dos direitos à liberdade... Não somos formigas... Nunca fomos, e nunca seremos... Não é tão simples apontar culpados e inocentes, mas bem conhecemos os problemas, e podemos lutar - conscientes... Focar em causas, cientes de como a vida funciona, e transformar paulatinamente a condição humana - que tem melhorado profundamente ao longo dos séculos e milênios, inclusive o acesso à saúde e educação... Mas falta muto para que nos sintamos dignos, para que a absoluta miséria seja erradicada... Não culpando os americanos, mas pressionando os governos corruptos e tirânicos que usurpam os seus povos, sobretudo na África e na Ásia... Mas podemos lutar para que nossas nações não negociem com tais opressores, mas não podemos simplesmente invocar a infantil luta de classes...

Vale lembrar, e por fim, e claro, que deuses e demônios fazem parte da mitologia e do problema, e não tem a ver com a REALIDADE e as soluções... Ninguém será por nós, senão os nossos amigos... Além da liberdade e da diferença, nos caracterizamos pela empatia e pela vontade de compartilhar... Então cuidemos uns dos outros, lutemos para diminuir o sofrimento alheio, porque no final desta estória nos - definitivamente - morremos... Faça com que a sua vida seja maior do que a sua existência...

Duvide de quem diz lutar pela sua liberdade pedindo que você se submeta... Duvida de quem luta por direitos, aviltando o direito alheio... Duvide de quem propões a vida, pela morte...

Não existe 'o problema e nem a solução'... A vida é um processo contínuo, contingente, convergente... Vivamos melhor, mais conscientes, e melhorando pouco a pouco, continuamente... Sempre... Este sim será um avanço LÚCIDO e REAL...

EX UMBRIS AD LUCEM

Carlos Sherman

Nenhum comentário:

Postar um comentário