Pesquisar este blog

quarta-feira, 5 de junho de 2013

Uma questão se impõe...



Uma questão se impõe: 'Se deus está por trás da cura, por que não impediu a enfermidade??? Se deus está por trás da salvação, porque não impediu a enfermidade???' Essa é a inescapável questão que o dramaturgo greco Aristófanes (447 - 385 AEC) nos coloca em sua magistral peça 'As Nuvens' (423 AEC)...  

Em 'As nuvens', Aristófanes nos apresenta um personagem, um filósofo chamado Sócrates - provavelmente inspirado no filósofo Sócrates, que ainda era vivo à época -, que mantém uma escola de ceticismo... Um fazendeiro das vizinhanças se sai com as habituais perguntas obtusas feitas pelos fiéis, como: "se não há Zeus, quem manda a chuva para regar as plantações???" Convidando o homem a utilizar sua cabeça por um segundo, Sócrates destaca que se Zeus pudesse fazer chover, haveria, ou poderia haver, chuva em céus sem nuvens... Como isso não acontece, deve ser mais sábio concluir que as nuvens são a causa da chuva... "Tudo bem", diz o fazendeiro, "mas então quem coloca as nuvens em posição??? Certamente deve ser Zeus..." Não, diz Sócrates, que explica os ventos e o calor... Bem, nesse caso, replica o velho rústico, "de onde vêm os raios para punir os mentirosos e os que agem errado???" Os raios, é gentilmente explicado a ele, não parecem discriminar justos e injustos... De fato, freqüentemente é noticiado que eles atingem os templos do próprio Zeus olímpico... Isso é suficiente para derrotar o fazendeiro, embora ele depois abjure sua falta de reverência e queime a escola com Sócrates dentro... Conhecemos o padrão... 

São muitos os livre-pensadores que passaram pelo mesmo, ou escaparam por pouco... Todos os grandes confrontos sobre o direito ao livre-pensar, à liberdade de ex-pressão e de pesquisa tiveram a mesma forma - uma tentativa religiosa de afirmar o apelo ao sobrenatural sobre a mente investigativa... Fé é quando as respostas precedem as perguntas... Fé é quando a autoridade irrompe contra o conhecimento... Tudo isso propagado pelo 'desejo vão e inútil de estar de alguma forma presente no próprio enterro' (Hitchens, 2006) , o que é amplamente impulsionada por variantes em nossos lobos temporais - de onde advém a epilepsia... Ainda segundo Aristófanes: 

'Quem pode girar todas as esferas estreladas e soprar sobre toda a terra o calor frutífero de cima, estar a postos em todos os lugares e todo o tempo, reunir nuvens negras e sacudir o céu plácido com terrível trovão, arremessar raios que muitas vezes destroem seus próprios santuários, se enfurecer no deserto, recuando para exercitar a pontaria, de modo que seus dardos possam errar o culpado e matar o inocente?'... 

Quem??? O cérebro humano, inexato, complexo, em processo evolutivo, e incrivelmente sujeito à ilusões, delírios, e alucinações... e aos conhecidos e diversos, 'Desvios Cognitivos de Confirmação'... FIAT LUX...

Carlos Sherman

Nenhum comentário:

Postar um comentário