Pesquisar este blog

segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

Agostinho de Hipona



Publicaram a mensagem de 'auto-ajuda' acima, assinada por ninguém menos do que Santo Agostinho... Desembainhei:

Mais sobre Agostinho, arbitrando sobre A VIDA ALHEIA: 

“[Para a minoria predestinada e salva pela graça de Deus] Existe a visão de Deus, uma alegria que podemos discernir apenas de maneira indistinta num dado momento. [..., para o resto, existe outra predestinação] há a segunda morte, na qual seus corpos ressurrectos serão submetidos a eterno tormento por chamas que infligirão sofrimento sem consumir o corpo. [..., e o grau de tormento não é proporcional ao pecado] embora a duração seja igual em todos os casos, eles devem sofrer interminavelmente, pois qualquer sofrimento menor contrariaria as escrituras e minaria nossa confiança na benção eterna ao pequeno grupo que Deus salvou.” - Agostinho de Hipona (‘De Civitate Dei’ - ou ‘A Cidade de Deus’; Livro XXI, seção 23)

Ainda em suas “Confissões”, Agostinho descreve a amizade como um “carinho adúltero”, e desce mais fundo em seu pântano de culpa, alegando que “todas as relações humanas, mesmo a mais nobre das amizades, são capazes de transmitir o pecado original”... Podemos especular, considerando que Agostinho define o “pecado original” como originado pelo “ardor da luxúria”, enquanto relaciona a “amizade” com o “pecado original”, que para o nosso ‘santo’, “amizade” era bem mais do que jogar golfe, ir ao futebol ou tomar uma cervejinha ‘juntos’... 

“A revelação divina, e não a razão, é a fonte de toda verdade.” – Santo Agostinho

“A mulher é um ser inferior. É uma questão de justiça que as mulheres sirvam os homens como algo que corresponde à ordem natural da humanidade. [...] Nada rebaixa tanto a mente varonil de sua altura quanto acariciar mulheres e estes contatos corporais que pertencem ao estatuto do matrimônio. [...]Eva é a tentadora de quem devemos nos cuidar em toda mulher... Não alcanço ver que utilidade pode ter a mulher para o homem, se excluímos a função de conceber filhos. [...] As mulheres não devem ser estimuladas e nem educadas de forma alguma. De fato, deveriam ser segregadas, já que são a causa de insidiosas e involuntárias ereções nos santos varões” – Santo Agostinho... 

ESTUDEM ANTES DE PUBLICAREM SLOGANS DE AUTO-AJUDA!!!

Carlos Sherman

Nenhum comentário:

Postar um comentário