Pesquisar este blog

domingo, 23 de fevereiro de 2014

O VERDADEIRO SONHO BOLIVARIANO



O VERDADEIRO SONHO BOLIVARIANO

"A melhor coisa a se fazer na América Latina é ir embora." - Simon Bolivar

E o "libertador" se tornou o senhor e soberano... E os novos libertadores precisaram enfrentá-lo... A velha 'luta' pelo poder, pura e simples... Bolívar foi um tremendo latifundiário que tinha, como vimos, bem pouco apreço pela América Latina... Sua luta foi em defesa de seu negócio... 

Na Venezuela, os grandes latifundiários - onde Bolívar era o maior, mais rico e mais poderoso - plantadores de cacau, anil, fumo, café, algodão, e couros, viviam em crise com os colonizadores espanhóis (Leslie Bethell)... Bolívar revoltou-se contra os espanhóis, armou-se, contratou um exército de mercenários ingleses e conquistou vários países, formando a Gran Colombia (Panama, Equador, Colômbia, Peru, Bolívia, e Venezuela)...

Vejam o que Marx escreveu sobre o caráter do latifundiário e ambicioso Bolívar: 

"Quando os prisioneiros de guerras espanhóis, que Miranda [parceiro de Bolívar] costumava confinar na fortaleza de Puerto Cabello, conseguiram dominar de surpresa os guardas e tomar a cidadela, Bolívar - apesar de os prisioneiros estarem desarmados, ao passo que ele dispunha de uma guarnição numerosa e uma grande quantidade de armas e munição - fugiu precipitadamente durante a noite com oito de seus oficiais, sem informar aos seus próprios soldados [e companheiros]. Ao tomar conhecimento da fuga de seu comandante, a guarnição retirou-se ordeiramente do local, que foi ocupado pelos espanhóis." - Karl Marx 

Esta foi a famosa 'traição a Miranda'... Bolívar era inescrupuloso e estava envolvido em negociatas, movidos apenas e firmemente por sua ambição e interesses - 'que América Latina que nada!!!'

Marx escreveria ainda que Bolívar, o "libertador", não passava de "um membro da elite venezuelana"... Bolívar, o "libertador", mandou fuzilar Manuel Pilar, um fiel combatente de sua causa, porque este tencionava levar o covarde e traiçoeiro Bolívar à corte marcial por deserção... Bolívar, o supremo tirano, mandou executá-lo por esta 'blasfêmia'... Marx narra mais cinco fugas do covarde, traiçoeiro, ambiciosos e oportunista "libertador"...

Raramente concordo com Karl Marx, mas como ele considerava Bolívar um déspota egocêntrico, um narcisista ambicioso e inescrupuloso, devo assinar embaixo... Agregando sempre COVARDE - e em letras garrafais...

SIMON BOLÍVAR É UMA DAS MAIORES FARSAS DA HISTÓRIA, AO LADO DE FÁBULAS ANTOLÓGICAS COMO O CULTO A FIDEL E GUEVARA...

Carlos Leger Sherman Palmer

Nenhum comentário:

Postar um comentário