Pesquisar este blog

terça-feira, 13 de maio de 2014

O Império X




O Império X
Carlos Sherman 
[excerto de 'Paranoia - Deuses, ETs, Cerealistas e Piramidiotas']

Dedicado à LUCIDEZ...  
“Você tem direito à sua opinião, mas não sobre os seus fatos. [...] Deus é um bolso cada vez mais vazio. [...] Acreditar em Deus é parar de procurar e investigar a Natureza do mundo e do Universo.”
Neil deGrasse Tyson

“Se a rendição à ignorância e chamá-la de Deus sempre foi prematuro, continua prematuro até hoje.”
Umberto Eco
  
James Warren Jones (1931-1978), mas conhecido como o “Reverendo Jim Jones” - satirizado nos anos 80 pelo comediante brasileiro Chico Anysio -, foi o fundador e líder - ‘até a morte’ - da seita cristã  estadunidense “Igreja Templo dos Povos”, e mentor do suicídio em massa de sua comunidade em Jonestown, Guiana, em 18 de novembro de 1978, vitimando 918 ‘fiéis’, incluindo mais de 270 crianças, por envenenamento...

Jones era um adepto da “cura pela fé”, e via a si mesmo como um “profeta”, capaz de realizar “milagres” e com o “dom da clarividência”, sendo “a encarnação viva de diversos líderes religiosos ou políticos”, como “Jesus Cristo”, “Buda”, “Gandhi” e do próprio “Reverendo M. J. Divine” - seu falecido mentor... O narcisismo é um traço constante em psicóticos genocidas...

Pois ‘Diga-me com quem andas e te direi quem és’ – que, a propósito, não se trata de uma aforismo bíblico: O “Reverend Major Jealous Divine” [ou “Reverendo Maior Divino Ciúme”] não poderia associar de maneira mais bizarra o narcisismo, traços psicóticos, eloquência e charlatanismo... O “Reverendo Maior do Divino Ciúme” se auto-definia, inicialmente, apenas como “O Mensageiro” – deus... Mas ele logo passaria a ser o próprio “DEUS”:

“Eu sou o Pai Eterno!” – Pai Divino

Por que “Divino Ciúme”??? Uma referência a ‘Êxodus [34:14]:

“Porque não te inclinarás diante de outro deus; pois o nome do Senhor é Ciumento; é um Deus ciumento [posteriormente traduzido para ‘zeloso’, ainda assim com o mesmo significado].” - Êxodo [34:14]
 Em um episódio peculiar o “Pai Divino” foi julgado no Supremo Tribunal do Condado de Nassau pelo juiz Lewis J. Smith, sendo considerado culpado, e sentenciado à pena máxima por “perturbar a paz” - um ano de prisão e uma multa de USD 500,00... Antes de anunciar o desfecho, Smith disse:
“[O ‘Pai Divino’] é uma fraude e uma ameaça à sociedade.” – juiz Smith
 Smith, 55 anos, morreu de ataque cardíaco apenas alguns dias dias depois da condenação... O “Pai Divino”, como bom estelionatário, não perdeu o rebolado:
 “Eu odeio fazer isso [matar o Juiz]!” – Pai Divino
Teria sido mais fácil, como ‘divindade’, não haver passado pelo constrangimento da prisão, dos gastos vultosos – para a época da Grande Depressão Americana - com advogados e sentenças... A “certeza” de que a morte do juiz teria sido um castigo divino foi perpetuada pela imprensa, que omitiu o fato de que o juiz Smith sofria de graves problemas cardpiacos há muito tempo, preferindo caracterizar a morte como súbita e inesperada - e vender mais jornais...

O “Pai Divino” frequentou muitos tribunais... Um certo John Hunt, um milionário “branco” e discípulo convicto na Califórnia, apelidado por Divine como “João, o Revelador”, conheceu a família Jewett, de Denver, Colorado... “O Revelador” simplesmente decidiu sequestrar Delight, a filha de 17 anos desta família... John decidiu ainda mudar-se para a Califórnia com a menina, mudando o seu nome para “Virgem Maria”... John, “o Revelador”, passou a manter relações sexuais com a “Virgem Maria” - que por motivos óbvios deixaria de ser ‘virgem’ – anunciando que:
“[a menina sequestrada por ele, e mantida em cativeiro, sendo abusada sexualmente] daria luz a um Novo Redentor para a humanidade [...] por meio de concepção imaculada [...] no Havaí.” – John Hunt “O Revelador”
O movimento foi acusado e levado aos tribunais pelos pai da moça por lavagem cerebral - tendo ela passado a acreditar piamente ser a “Virgem Maria”... Após um julgamento feroz, John Hunt foi condenado a três anos de prisão, recebendo um novo codinome: “Filho Pródigo”... “Pai Divino” endossou publicamente a convicção na profecia de John, “o Revelador”, mas ao contrário de algumas expectativas, “desta vez ele não matou o juiz”...

Em 20 de abril de 1937, quando dois homens tentavam entregar uma intimação ao “Pai Divino”, um deles foi esfaqueado... “Pai Divino” permaneceu foragido... Uma de suas seguidoras mais destacadas, a “Fiel Maria”, desertou e assumiu o controle de uma grande comunidade... Maria, que já não era tão “fiel”, aproveitou a situação para desfraldar uma série de ataques ao “Pai Divino”, começando com fraude, estelionato e enriquecimento ilícito, e terminando com acusações de escândalos sexuais, denunciando que o 
“Pai Divino” teria coagido suas discípulas a copular com “o eterno pai”...

“Pai Divino” foi localizado e extraditado de Connecticut, enfrentando acusações criminais em Nova York... Naquele verão o noticiário se cansou de mostrar cenas de seguidores de Divine cantando em frente à sede da polícia:
“Glória , glória, aleluia! Nosso Deus é na nossa terra!”
Na maré baixa, uma ex-seguidora, Verinda Brown, entrou com um processo pedindo o ressarcimento do dinheiro de suas poupanças, que foram confiados ao “Pai Divino”,  em troca da multiplicação de suas riquezas... O tribunal ordenou o reembolso do dinheiro, e nenhum juiz foi morto... Em vez de pagar, ‘o fujão’ deixou o estado para se restabelecer na Filadélfia, Pensilvânia... Para fugir de receber intimações, mudou seus sermões de Domingo para o Sábado... Ridículo!!! Mas onde fica a onisciência??? Similar à passagem onde o ‘deus bíblico’ procura por Adão no Eden:
“E ouviram a voz do Senhor Deus, que passeava no jardim pela viração do dia; e esconderam-se Adão e sua mulher da presença do Senhor Deus, entre as árvores do jardim. E chamou o Senhor Deus a Adão, e disse-lhe: Onde estás?” - Gênesis [3:8-9]
Logo depois de chegar à Filadélfia, Penninah, a primeira esposa de fachada do “Pai Divino”, morre... Divine tenta abafar o fato, mas torna-se óbvio para o seu ignorante rebanho que o seu “Pai Divino” nada pode contra a morte...

Com a morte de sua primeira esposa, “Pai Divino” casa-se com uma canadense algumas décadas mais jovem do que ele: a caucasiana Edna Rosa Ritchings, ou “Mãe Divina”... A cerimônia foi mantida em segredo, e críticos do movimento acreditavam que este casamento escandaloso poderia destruir o movimento... Mas eles subestimaram o poder da crenças, e a eloquência de um populista experiente, um mago das massas, e suas estórias da carochinha... Em vez disso, a maioria dos seguidores se alegrou, e a data do casamento se tornou uma célebre data de aniversário para o movimento...

Pai Divino” convence a todos  que manteria sua abstinência sexual, e que Ritchings na verdade era a reencarnação de Penninah... A reencarnação não era parte da doutrina do “Pai Divino”, sendo este um caso excepcional – dizia ele -, “em função da divindade do casal”... E todos engoliram isso!!! O seu retorno, “o retorno de Penninah reencarnada”, era APENAS “um milagre”...

Quanto mais a economia crescia e a educação melhorava, menos “Pai Divino” faturava!!!

“O Pai Divino”, ou apenas “Deus” [sic], nasceu George Baker (1876-1965), e foi contemporâneo servindo de insPIRAÇÃO e pomo de rivalidade para outros charlatões e psicóticos como “Father Grace” ou “Pai da Graça”, Drew Ali, entre outros... Estão são os precurssores de todo sorte de crendices sincréticas cristológicas que amargamos em nossos dias... Acompanhem o ‘show de horrores’:
“A salvação é concedida apenas pelo Pai da Graça. O Pai da Graça concedeu um período de férias a Deus, e já que ELE está de férias, então, não se preocupe com ele. Se você pecar contra Deus, o Pai da Graça pode salvá-lo, mas se você pecar contra o Pai da Graça, Deus não poderá salvá-lo.” – Pai da Graça
“Grace” foi a epítome do narcisismo cristológico em seu tempo, afirmando disse ter ressucitado pessoas, inclusive sua irmã, vendia serviços de curandeirismoe  milagres em geral... Mas o verdadeiro e único ‘milagre’ comprovado foi a multiplicação dos dígitos em sua conta bancária... Grace – ao lado de Divine - seria o precursor do negócio sórdido e milionário da fé, oferecendo uma linha completa de produtos “ungidos” por ele mesmo, desde higiene pessoal - sabão, pasta de dentes, talco -, artigos de papelaria – caneta, borracha, resmas de papel -, alimentos - chá, café, biscoito e rosquinhas -, estética - cremes faciais, pentes e escovas de cabelo, tesouras - e, claro, a ‘Revista da Graça’, responsável pela apologia de sua seita e devaneios, e poderoso instrumento de propaganda para os seus produtos, além de arrecadar rios de dinheiro para a sua “Casa de Oração”...

Grace apostou em ternos coloridos, cores e botões brilhantes, e a exibição de jóias caras, com unhas pintadas com as cores da bandeira norteamericana... Sapatos com saltos elevadíssimos, cabelos na altura dos ombros, com o mesmo comprimento dos “cabelos de Jesus” [sic]... Segundo a pesquisadora Marie W.Dallum, Grace foi o protótipo daquilo que hoje entendemos como o “pregador celebridade” - protagonizados no Brasil pelos estelionatários Edir Macedo, Silas Malafaia, RR Soares, David Miranda, Marcus Feliciano, Vandemiro Santiago, e o casal Hernandes, entre outros... Tais picaretas também amealharam fortuna no Brasil, como destaca a revista Forbes:
“Religião sempre foi um negócio lucrativo.” (Revista Forbes; 2013)
A revista fez um ranking com os picaretas mais ricos do Brasil, no ramo dos produtos e serviços religiosos... No topo da lista está o bispo Edir Macedo (Igreja Universal do Reino de Deus), líder absoluto entre os mega-estelionatários da fé, com uma fortuna estimada em R$ 2 bilhões... Em seguida vem Valdemiro Santiago (Igreja Mundial do Poder de Deus), o ‘aprendiz de feiticeiro’ de Macedo, com R$ 400 milhões... Silas Malafaia (Assembléia de Deus Vitória em Cristo) acompanha “o homem do chapéu” de perto com uma fortuna estimada em R$ 300 milhões - e que sobe a cada dia, enquanto este destila todo o seu preconceito hipócrita contra o DIREITO AO AFETO, sendo o homofóbico mais ativo no ‘mundo de deus’ [sic]... RR Soares (Igreja Internacional da Graça de Deus) vem logo abaixo com R$ 250 milhões, e o casal estelionatário, Estevan Hernandes Filho e a “bispa” Sônia (Igreja Renascer), vem na ‘lanterninha milionária’ com R$ 120 milhões...

Macedo, seguidor dos passos de “Grace” e “Divine”, além de ser o pastor mais rico do Brasil, possui templos em outros países e até nos Estados, costuma voar em seu jato bimotor particular modelo Bombardier Global Express XRS, cujo custo foi estimado em R$ 90 milhões... Macedo promete curar de tudo, de câncer a artrite reumatoide, mas não foi capaz de resolver um defeito de má formação em suas mãos, e muito menos de curar sua calvíce... Com mais de 10 milhões de livros vendidos, muitos deles afrontando outras crenças cristãs, o espiritismo, a Igreja Católica, e, sobretudo, religiões de origem africana, este charlatão megalomaníaco está no pário em vendagem de abobrinhas mentirosas como Paulo Coelho, Osho, Augusto Cury e Chico Xavier...

Macedo é dono da ‘Rede Record de Televisão’, a segunda maior emissora do Brasil, do canal de notícias ‘Record News’, além do jornal “Folha Universal”, com uma circulação de 2,5 milhões de exemplares por mês... Santiago, é ex-“pastor” do bando de Macedo, após desentendimento com o capo, fundou o seu próprio negócio, e já conta com mais de 900 mil ‘clientes’, em mais de 4.000 ‘antros’ ou ‘lavanderias cerebrais’...

Em 2011, Malafaia, cuja fortuna é estimada em ‘apenas’ [sic] R$ 300 milhões, lançou uma campanha a fim de arrecadar R$ 1 bilhão para criar sua própria emissora de televisão “global”, capaz de propagar o seu lixo tóxico e criminoso para 137 países... Os ignorantes devotos contribuíram com até R$ 1.000 em troca de um livro escrito pelo facínora... Malafaia ainda não ‘chegou lá’ [sic], FELIZMENTE...

Já o “cantor, compositor e televangelista” Romildo Ribeiro Soares é o mais multimídia dentre os brasileiros que capitalizam no CRIMINOSO NEGÓCIO DA FÉ; e não é por acaso que a sua “igreja” se chama “da Graça”: Grace está no sangue destes bandidos... Este picareta também foi treinado por Macedo, e por enquanto se contenta apenas com o titulo de “missionário”, cruzando os céus à bordo de sua aeronave particular modelo King Air 350, que custa ‘apenas’ R$ 10 milhões, enquanto os seus frágeis e indefesos devotos rastejam até os ‘antros’ de seu vil comércio de almas...

Os ‘Bonnie e Clyde’ da máfia religiosa brasileira, o “apóstolo” Estevam e sua ‘cúmplice’, a “bispa” Sônia, possuem mais de mil ‘antros’ no Brasil e no exterior, com uma preferência especial por evangelizar as costas ensolaradas e bem remuneradas da Flórida, nos Estados Unidos... O casal de ‘pombinhos de deus’ foi manchete internacional em 2007, quando foram presos em Miami sob a acusação de lavagem de dinheiro, evasão de divisas, e sonegação de impostos... Os mesmos crimes que colocaram outro famoso mafioso atrás das grades: Al Capone...

O detalhe mais sórdido no episódio é que, na ocasião da prisão, enquanto embarcavam para o Brasil, parte do dinheiro de toda esta roubalheira, cerca de R$ 100.000,00, estava escondido – juntamente com a “palavra de deus” - na “bíblia sagrada”... Isso demonstra o respeito que tais facínoras depõe sobre os princípios que dizem defender... Não é por acaso que, dizem seus concorrentes, o “deus” dos Hernandes derrubou um de seus templos matando 09 pessoas... O problema é que os Hernandes não estavam entre os mortos!!!

Uns sonham em ser médicos, outros advogados, engenheiros, policiais... E muitos sonham em traficar drogas, assaltar bancos, ou vender religião... Existem cursos para a formação dos picaretas conhecidos como “pastores”... Muitos “pastores” brasileiros conseguiram passaportes diplomáticos, a exemplo do que ocorre com “padres católicos”, e isso em um ‘supostamente’ país laico... Alguns, especialmente os mais ricos, são cortejados por políticos em época de eleições, afinal o rebanho é enorme,  CATIVO, e muito bem controlado...

O milionário negócio das igrejas está enquadrado como ‘instituições sem fins lucrativos’... Isso ofende a dignidade humana e, em especial, a dignidade de nosso povo... A Forbes ressalta ainda o ávido crescimento dos evangélicos no Brasil, saltando de 15,4% para 22,2% em participação apenas na última década; isso, em detrimento dos católicos romanos, que ainda somam 64,6% da população, o que corresponde a cerca 123 milhões de brasileiros... Basicamente constatamos um fenômeno de polarização, com católicos migrando ora para o pólo instruído, livre e ‘descrente’, ora para o pólo dominado pelos estelionatários da fé... Isso por que o circo católico perdeu a graça - ou a ‘GRACE’...

O “rebanho” é alvo fácil para mensagens sedutoras como as de Divine: “Acentue o Positivo”... Evidentemente Divine não foi original, afinal este tipo de mensagem embala milhares de doutrinas ditas “espirituais” orientais, mas sobretudo pode ser encontrada em sua versão ‘realista’ no pensamento secular humanista... Mas, o que as mensagens de Divine, Grace, Osho, o brasileiro Prem Baba, entre outros picaretas e gurus da auto-ajuda e da doutrina da prosperidade pretendem realmente dizer é:
“Pensem positivo, mas comprem o meu livro, assistam à minha palestra, e paguem o dízimo – e tudo dará certo pra mim!”... Este é o negócio!!!
Trata-se de uma obviedade, o benefício terapêutico de acentuar os aspectos positivos da vida, mas tal mensagem pode ser tornar um importante instrumento de escravidão, além de um perigo de fato... A vida é ‘sim’ maravilhosa, mas existem personalidades variadas e certas pessoas, por motivos meramente bioquímicos e neurofisiológicos, não poderão desfrutar desta percepção, e precisarão de ajuda médica para vencer tais vieses depressivos... Na mão de pastores e gurus, tais ‘pacientes’ neuropsicológicos padecerão não apenas de profunda frustração, mas serão assaltados sem piedade...

O objetivo da prosperidade deve ser medido por cada um, e alcançar estes objetivos dependerá de empenho, mas também de oportunidades... As oportunidades são aleatórias, embora possamos lutar para construí-las... A mensagem de positividade extremamente sedutora e praticamente inatacável de tais gurus garante que estelionatários impiedosos continuem a atacar... Políticas governamentais e judiciais precisam regulamentar a liberdade de culto, separando crentes de estelionatários...

A CRENÇA É SEMPRE UM TERRITÓRIO INSANO E/OU DESONESTO, NÃO IMPORTA A FANTASIA DOS DEUSES, SE AMBIENTADOS NA IDADE DO FERRO OU NO TERCEIRO MILÊNIO...

Como uma instituição de caráter ‘não lucrativa’ pode ter um dono??? Como ele pode faturar ‘pessoalmente’ milhões e milhões em LUCROS??? Como pode viver em absoluto luxo e riqueza, com aviões particulares, mansões, etc.??? O que é isso???

Grace acentua ainda, em sua mensagem enganosa, que “deus” elegeu líderes, e entre Abraão, Moises e Noé - e agora era a sua vez... Isso também é o que pensa o mega-picareta Eike Bastita, em flagrante queda-livre financeira.... A Forbes publicou que Eike chegou a ser o 7º homem mais rico do mundo, com uma fortuna estimada em US$ 30 bilhões... Ele passou do oitavo para o sétimo lugar de 2012... Mas o ‘Império X’ do devoto e cristão Eike Batista ruiria em pouco tempo, e a fortuna de Eike caiu 500 vezes em pouco mais de um ano, chegando a ‘míseros’ USD 70 milhões, na lanterna dos demagogos e proselitistas brasileiros...

Em um episódio de humor negro e ignorância sem par, o arrogante, ambicioso e inescrupuloso Eike Batista, incorpora os ensinamentos de Grace sobre a “liderança cristã” - e que ainda continuam em alta em nossos dias, em lixos da auto-ajuda verborrágica como ‘Liderança na Bíblia de Moíses e Mateus’, ‘O Monge e o Executivo’ e ‘Jesus, o Maior Líder que Já Existiu’... Só faltava essa!!! Batista assina o prefácio e dá a sua ‘benção’ ao livro “As 25 Leis Bíblicas do Sucesso - Como Usar a Sabedoria da Bíblia para Transformar sua Carreira e seus Negócios” de Rubens Teixeira e William Douglas:
“Este livro é uma alternativa e um exemplo para ajudar mais e mais pessoas a evoluir e a crescer.” – Eike Batista
Evoluir e crescer??? Bastita é famoso por engrupir as pessoas ‘captando muito dinheiro com NADA em troca’, o que se coaduna imediatamente com o negócio religioso: faturar alto, para entregar no post mortem, ou no pós vida, o equivalente a NADA!!! No melhor estilo Eike Batista, e com ares magnânimos e de superioridade inequívoca, ele sentencia:
“A Bíblia é o melhor manual sobre o sucesso já escrito até hoje. Ao contrário do que se imagina, ela não trata apenas de religião, mas também de valores fundamentais para se construir uma base sólida para a vida profissional.” – Eike Batista
‘Sim’, sucesso TOTAL [sic], mas não para quem está na montante da corrente... Mas vamos aos FATOS:

A ‘fábula da criação’ mal começa e o primeiro espécime humano se revolta contra a própria condição de SUBMISSÃO À PRÓPRIA IGNORÂNCIA, E OPTA POR PENSAR... Sendo assim, é ameaçado sumariamente de morte pelo ‘presidente' do empreendimento, que também é seu pai... Mas este LÍDER cruel e injusto não cumpre sua ameaça de demissão ‘capital’, tornando-se também um péssimo exemplo de coerência... Belo exemplo de administração e liderança!!! Depois projeto é colocado abaixo por ele mesmo, mesmo dispondo da eternidade para sua elaboração... Este é um marco da incompetência!!! Tempo infinito de projeto, com o aborto do mesmo ainda nas preliminares... Então o ‘presidente-projetista-autoritário’ literalmente ‘afunda’ o ‘mundo’, o seu ‘projeto’, até o talo... Matando toda a criação, e todo o seu contingente, menos uma família, e um patético par de cada uma das espécies, com o objetivo de começar um novo empreendimento... E porque recomeçar com a salamandra, o ornitorrinco, ou o tigre da Tasmânia – este último, assim como mais de 90% das espécies animais que habitaram este planeta, já extinto??? Como ficamos com o Dinossauros, a ‘arquinha’, e a cronologia da vida na Terra??? Por que mais tipos de besouros do que qualquer outra espécie???

‘Sim’, a bíblia não é somente um 'sólido exemplo administrativo', ela também salvaguarda 'valores fundamentais' [sic]... Será??? Que tal exemplos como o apedrejamento de filhos rebeldes, o sentenciamento de leprosos como imundos, e de deficientes físicos como indesejáveis, além da condenação de adúlteros e  homossexuais à morte??? Doenças, segundo os estatutos do empreendimento bíblico, são possessões demoníacas - todas elas... Administração baseada em evidências - ou não???

A poligamia e a venda de filhas também merece o nosso respeito, assim como a escravatura [sic]??? Estas são decisões economicamente – e eticamente - SUSTENTÁVEIS???

O incesto, frequentemente encorajado é exercido desde o início, afinal Adão e Eva só tiveram filhos do sexo masculino por muito tempo: Caim e Abel... Sendo que um matou o outro, o que protagoniza a sociedade mais violenta do planeta em todos os tempos... 04 pessoas da mesma família e um irmão mata o outro!?! ‘Que deus nos acuda’!!! Belos exemplos familiares [sic]...

DEUS, o líder dos líderes, tem 04 tartarugas para cuidar e uma mata a outra!!!

Ou seja, descendemos de um assassino do próprio irmão que comeu a mãe... Isso não é só patético, é doentio e terrível... E a tentativa de transformar tal sandice em guia de auto-ajuda, com a benção de um picareta, é mais do que insólito, é IMORAL...

A bíblia ofende a dignidade humana, e este livro em especial ofende a inteligência humana... A inspiração bíblica, e desta obra vergonhosa e cínica, depende diretamente do grau de ignorância de quem lê... Gosto muito e em particular, do ‘sucesso’ bíblico na administração de ‘recursos humanos’ e na gestão de ‘valores fundamentais’; exemplificado com uma passagem bíblica: quando um ‘homem de deus’ e membro da ‘gerência’ é objeto de chacota por parte de um  grupo de ‘crianças’ - que o chamam de ‘calvo’ [vulgo careca] -, o próprio ‘deus’ decide dar uma ‘liçãozinha administrativa’ na garotada, mostrando toda a sua ‘capacidade gerencial’, e seu zelo por um dos valores mais fundamentais que existem, O DIREITO À VIDA... Para educar a moçada, e de quebra mostra como as coisas funcionam em seu ‘empreendimento’ ou ‘reino celestial’, ele intervem de forma ‘sobrenatural’, e por mágica duas ‘ursas’ saem da floresta para dar cabo destas crianças mal educadas e indisciplinadas, ‘despedaçando-as’... Ou seja, ‘42 crianças são despedaçadas’ por chamar um homem de ‘careca’... Muito equilibrado da parte do ‘senhor patrão’ e ‘gestor’... ‘Lindo exemplo’ [sic], e triste destino dos acéfalos em Cristo...

E assim caminha a humanidade, mas não por muito tempo... A descrença e, consequentemente, o verdadeiro sucesso andam par e passo... A prosperidade coincide com o elevado grau de instrução, mais solidariedade, menos violência, maior expectativa de vida, menor mortalidade infantil, e consequentemente mais e mais descrença... Confiram, todas as pesquisas, sem exceção, apontam na mesma direção, com destaque para estudo do Instituto Gallup em 2009:

Quanto mais descrente um país, mais próspero ele é... Eike Batista julga esperteza por prosperidade, e para provar tal tese só mesmo a mal fadada, cruel e desonesta ‘bíblia’... Renda per capita e religiosidade, prosperidade e crendice, são relações inversamente proporcionais...

O “Pai da Graça” nasceu com um nome menos glamuroso; Marcelino Manuel da Graça (1884-1960) viveu em grande estilo - por um tempo -, colecionou carros de luxo e obras de arte milionárias, vivia em mansões - como a mansão de 25 quartos em Havana, Cuba; ou o fabuloso ‘ap’ no ‘The Eldorado’, uma das duas torres do icônico complexo de apartamentos com vista para o Central Park, no luxuosíssimo Upper West Side de Manhattan, New York; um enorme palácio com 85 quartos no histórico Berkeley Square, área nobre de Los Angeles -, e estava sempre acompanhado por guarda-costas – afinal o seu ‘deus’ estava “de férias”... A prosperidade do ‘afrodescendente’ Grace foi o estopim para que uma legião de seguidores se ajoelhassem para encher ainda mais os seus cofres... Todos queriam faturar alto como Grace!!!

O “Pai da Graça” também utilizou de sua dita prosperidade imobiliária divina para arrebatar as propriedades de seus rivais pastorais, expulsando – por exemplo - o próprio “Pai Divino” de sua sede – o “International Peace Mission Movement Harlem” –, e dando o troco no rival que já havia aplicado o mesmo golpe antes... O “Profeta Jones” também perderia sua propriedade de 54 quartos no Arden Park, East Boston, assim como o edifício sede e ‘catedral’ de sua “Igreja Universal do Triunfo, Domínio de Deus” para o próprio sócio: o “Pai da Graça”... O lamaçal é incomensurável em profundidade e extensão, e o mal cheiro vive até os nossos dias, e mesmo em nosso país...

Timothy de Drew (1886-1929) foi adotado por uma tribo de Cherokees, sendo filho de um marroquino muçulmano... Ali fundou o seu “Templo da Ciência Moura”, alegando ter recebido “ensinamentos secretos” de um “sumo sacerdote de magia egípcia”, tendo recebido “seções perdidas” do Corão... Este “texto sagrado” veio a ser conhecido como “O Santo Corão do Templo da Ciência Moura da América”, ou “Corão do Sétimo Círculo” - por causa de sua capa com um ‘7’ vermelho cercado por um círculo azul... E assim caminha a humanidade ‘de crença em crença’... Drew incorporou ao seu ‘pseudo-Corão’ parte do imaginário onírico de seitas como a ‘Rosacruz’‘A ti eu me submeto’ e ‘O Evangelho Aquariano de Jesus, o Cristo’, publicado em 1908 pelo esotérico pregador de Ohio, Levi Dowling...

Em ‘O Evangelho Aquariano’, Dowling descreve com ‘farta e insana’ imaginação, além de total liberdade literária, supostas “viagens de Jesus na Índia , Egito e Palestina”... Drew e seus seguidores usaram este material para reclamar uma origem asiática para amensagem ‘crística’: “Jesus e seus seguidores eram asiáticos [...]”... É mole ou quer mais?!? Para sincretizar ainda mais a viagem, Drew considerava a si mesmo como uma espécie de reencarnação de Jesus, Buda, Maomé entres outros...

O fenômeno não é novo, muitas pessoas doutrinadas ao nascer pela mensagem crística, quando adultas, e diante de outras afinidades culturais e crendices, tratam de sincretizar tais crenças com a doutrina cristológica, expurgando o que não interessa, e sincretizando o que consideram ser ‘os melhores momentos’... É isso que Joseph Smith busca com a suposta passagem de “Cristo pela América” no elucubrado ‘Livro de Mórmon’ - um Cristo ‘panamericanizado’!!!

Drew vai ainda mais longe em sua ‘salada de crenças’, associando sua VGM [Viagem Geral na Maionese] ao termo antagônico ‘Ciência’, justificando como:
“[...] uma variada rede de espiritualidades alternativas que incide sobre o poder do indivíduo para provocar a transformação pessoal através do conhecimento místico do divino que existe dentro de nós.” (Nance; ‘Mystery of the Moorish Science Temple: Southern Blacks and American Alternative Spirituality in 1920s Chicago’; 2009)
Drew dispara para todos os lados e precisa acertar em alguma coisa... Drew também usou de sua “santidade” e eloquência para pregar o “orgulho e a superioridade racial” de “negros” e “pardos” sobre “brancos”... O “Honorável” Drew Ali, “O Profeta”, ordenou que seus fiéis seguissem ditames muçulmanos como “orar voltados para Meca”, “observância da sexta-feira como o seu dia santo”, e chamar a ‘deus’ de “Allah”... Os mouros-americanos não estão obrigados a seguir o Islã completamente, podendo orar cinco vezes por dia e viajar a Meca apenas se desejarem... Porém, muitos de seus hinos e cantos são adaptados da cristandade... Em 1925, Drew Ali se meteu em encrencas, angariou desafetos, e mudou-se para Chicago em 1925, alegando ser...
“[...] mais próximo do Islã [acreditando que Chigado seria] uma nova Meca na América.” – Drew Ali
Em 1929, em função de um desfalque, Drew – o Grão-Sheik - rompeu com Claude Green- Bey, então gerente de negócios do “Templo No. 1” da “Ciência Moura da América”... Claude, então, se ‘auto-ungiu’ Grão- Sheik, levando consigo um bom número de crentes... Em 15 de Março do mesmo ano, Green-Bey foi esfaqueado até a morte dentro de um dos templos da ‘Ciência Moura’ em Chicago... Drew foi evidentemente acusado pelo assassinato de Green-Bey, mas não foi indiciado, em função de suas fortes relações políticas...

Logo após a detenção, e após ser libertado, Drew Ali morreu aos 43 anos em sua casa em Chicago em 20 de julho de 1929... Embora as circunstâncias exatas de sua morte sejam ainda um mistério, o atestado de óbito indicou que o “Honorável” Drew Ali morreu de uma mundana “tuberculose”... Tudo é possível neste antro de sordidez sem limites... O fato é que ‘o deus multifacetado de Ali’ nada pôde diante de seja lá o que for que o tenha vitimado tão cedo... Sua sucessão foi um “deus nos acuda”, e marcada por trapaças, sequestros e homicídios, dentro da cúpula da própria comunidade, de olho no espólio de Drew...

Quando da morte de Divine, Grace, o “honorável” Drew Ali e o “profeta” Jones, lutariam pelo espólio e controle do rebanho do falecido ‘deus’... “Deus” morreu de causas naturais aos 89 anos, o que não é tão espetacular assim para um ‘deus’... Minha avó e bisavó viveram mais do que Divine, e não me consta que tenham recebido algum título celestial [sic]... 

Divine também se aproximou do Socialismo e do Partido Comunista nos Estados Unidos, o que somente reforça a tese da salada sincrética das religiões, e o incesto com a política... Alguns membros do partido notaram a contradição, mas o dinheiro de Divine sempre falava mais alto, e tais ‘camaradas’ foram expulsos do partido... No capítulo ‘pseudo-socialismo-comunismo’, e no espólio deste picareta, envolvido em escândalos sexuais, preso como lunático, e estelionatário, o genocida e suicida Jim Jones, líder do movimento “apostólico socialista”, seria o herdeiro natural... Mas não tão pronto... A “Mãe Divina”, a “herdeira branca” do patrimônio do “deus divino” e suas “ovelhas negras”, entraria na disputa pelo lucrativo negócio... Jim Jones era um inimigo dentro de casa... A “Mãe Divina” “excomungou” Jim Jones, que procurava a todo custo assumir o posto de Divine:
“[...] Jones e seus seguidores afrontam e debocham de Deus [seu falecido maridão] mau utilizando o Poder do Universo [...]” – Mãe Divina
A partir do ponto de vista da “Mãe Divina”, Jones e seus seguidores foram “destruídos por deus” – seu marido onipresente e onipotente -, sendo este o “merecido castigo” na tragédia nas Guianas... Uma nota de “triunfalismo sórdido”, do tipo “eu bem que avisei”, mas a realidade nos dizia que Jim Jones avia amealhado um expressivo grupo de fiéis e deixado a seita... Mas agora Jim Jones estava fora de combate...

Jim Jones sincretizou a ‘crença cristã’ com a ‘crença marxista’ no decorrer de sua errante pregação mística, criando o seu próprio “Socialismo Apostólico Cristão” - e eu que pensava já ter visto de tudo!!! Inpirado na Bíblia, mais precisamente nos ‘Atos dos Apóstolos [4:34-35]’, e no aforismo ‘marxianista’ – nada contra os marcianos [sic] - “De cada qual, segundo sua capacidade; a cada qual, segundo suas necessidades” (Karl Marx; ‘Crítica ao Programa de Gotha’; 1875), Jones uniu o inútil ao desagradável e deu no que deu!!!
O que temos aqui:

(1) boas estórias, embora estapafúrdias o bastante para que invoquemos Tertuliano: “credo quia absurdum” [“creio porque é absurdo”]... Como Harry Potter... Para tal sandice sugerimos a Neurociência, muito Estudo e Hume...
(2) bons contadores de estórias, dominadores, carismáticos, hipnóticos, e narcisistas – apenas a ele foi dada a revelação...
(3) o ato de fé, a certeza de uma plateia crédula, e que dispensa provas, e na verdade as execra...
(4) finalmente incutimos o medo para vender a salvação... Somos os escolhidos... O rebanho nã poderia ser uma figura mais apropriada para descrever o fenômeno...

Applewhite, a exemplo de Orígenes de Alexandria (185-253), promoveu a própria castração acreditando, em seu delírio, que seres evoluídos não possuíam sexualidade... Santo Agostinho (354-430) sofre influência direta de Orígenes, um dos teólogos mais influentes do Cristianismo no século III... Santo Agostinho foi outro Doctor – uma espécie de pós-doutorado teológico - dentro do império da fé católica; na verdade Agostinho de Hipona foi muito mais do que isso... Ele salvou a cristandade de suas contradições, criando novas contradições [sic], devidamente acobertadas por sua capacidade argumentativa e sofismática...

Mas como Applewhite e estes “doutores da Igreja” sabiam de tudo isso??? Com que autoridade postularam tais conceitos “pecaminosos”, e de onde inventaram tais estórias sórdidas sobre punição e culpa??? Simples - e muito conveniente -, conforme  nos confessaria o próprio Agostinho:
“A revelação divina, e não a razão, é a fonte de toda verdade.” – Santo Agostinho
Será??? Eu afirmo que não!!! A Igreja tratava a autoridade de seus “doutores”, como a expressão de “Deus em pessoa”... “Santo” Inácio de Loyola (1491-1556), o fundador da multinacional mais poderosa da época, a “Companhia de Jesus”, nos dá uma pista de como as coisas funcionavam por lá:
“Sacrificamos o Intelecto a Deus.” – Santo Inácio de Loyola
“Acredito que o branco que eu vejo é negro, se a hierarquia da igreja assim o tiver determinado.” – Santo Inácio de Loyola
Esclarecedor, doentio e corporativo... E muito pouco comprometido com a verdade... Eu não compraria um carro usado de Inácio de Loyola... Aquino, outro homem “santo” e ‘mono-livro’, também nos indicaria que tudo provinha deste único “livro”:
“Sou um homem de um só livro.” – São Tomás de Aquino
Cerceado pela carolice doentia de sua mãe, Santa Mônica, Agostinho lutou obstinadamente contra o que chamou de “pecados da carne”, embora só o tenha feito, depois de desfrutar de bons bocados:
“Da mihi castitatem et continentiam, sed noli modo [concede-me castidade e continência, mas não ainda].” – Santo Agostinho
Muito engenhoso!!! E cito apenas para demonstrar que espécie de homens comandava “espiritualmente” a humanidade... Mas Orígenes, a exemplo de Applewhite, estavam definitivamente em um nível acima - em termos de loucura... Orígenes castrou a si mesmo aos 18 anos de idade, e foi inspirado – adivinhem – por uma palestra de ‘Cristo’ sobre “eunucos”:
“Porque há eunucos que assim nasceram do ventre da mãe; e há eunucos que foram castrados pelos homens; e há eunucos que se castraram a si mesmos, por causa do reino dos céus. Quem pode receber isto, receba-o.” - Mateus [19:12]
Muito sintomático, não acham??? Não menosprezem a força da palavra!!! Conta a História que Orígenes se arrependeu do feito, mas não havia como reparar o dano – e ainda não existia a Tailândia... Fica patente a classe de homens que, independente da erudição, filosofava em nome das religiões... Trata-se de um processo antigo e doentio, o desespero em evitar a realidade, envolvendo também o narcisismo e muita paranoia, e sobretudo um completo desconhecimento sobre a natureza que nos cerca e da qual fazemos parte...

No caso de Applewhite, em seu portal da ignorância, todo a sandice é deflagrada após um infarto, e com a ajuda de severos problemas neurais decorrentes de sequelas advindas de uma profunda APOXIA...

Carlos Sherman 
[excerto de 'Paranoia - Deuses, ETs, Cerealistas e Piramidiotas']

Nenhum comentário:

Postar um comentário