Pesquisar este blog

quarta-feira, 7 de maio de 2014

Sobre deuses e correntes



Oração??? Para qual deus??? Para este que permitiu tamanho sofrimento??? Não dá para culpar o 'livre-arbítrio', e muito menos repetir a cretina ladainha de que este bebê paga por eventuais pecados cometidos pelos seus pais... Então qual é a lógica da oração??? Se pode curar, porque não evitou a enfermidade??? Absurdo!!!

E o Facebook não doa dinheiro a ninguém, tal corrente é desonesta como todas as demais... A única verdadeira corrente que opera aqui é a da crendice, com seus grilhões e ferrolhos bem apertados, suprimindo a lucidez e a saudável reflexão...

Triste destino dos acéfalos em Cristo!!!

P.S.:

Uma tal Mônica Marinho decidiu objetar:

O que esse bebê tem e chamado fetus in fetu. Ocorre na divisão celulur dos gêmeos identicos! Não existe causas cientificamente comprovadas e Deus não tem nada a ver com isso!


Ao que repliquei:

Mônica Marinho, você está sumariamente enganada, afinal está sim cientificamente comprovado que as causas são genéticas... Este é um fato, e contra o qual não existem opiniões... Quem defende com argumentos de ocasião aquilo que diz praticar por princípio, não acredita de fato nem nos argumentos e nem nos princípios... Estou afirmando que se deus não está envolvido em impedir tamanho sofrimento, o que fará deste ponto em diante??? E estou afirmando o que também está comprovado cientificamente, que crenças decorrem de operações neurofisiológicas, assim como qualquer tipo de pensamento, pertinente ou não... Estou afirmando que deuses são criações humanas... Estou afirmando que por meio de explicações naturais, sem ajuda dos deuses, diminuímos em 40 vezes a mortalidade infantil, e estamos às portas de triplicar a expectativa de vida humana... E estou afirmando ainda, que é por meio desta mesma ciência médica secular, que este bebê, a despeito de deuses e crendices da idade do ferro, terá alguma chance de viver sem sofrimento... Não importa o quanto possam uns, outros, muitos, fantasiar sobre deuses e capengar com a lucidez....



Carlos Sherman

Nenhum comentário:

Postar um comentário