Pesquisar este blog

quinta-feira, 28 de agosto de 2014

Mais sobre Marxismo e a 'Nova Ordem': SER POPULAR NO FACEBOOK...


Lênin, o semi-deus embalsamado, e o eterno funeral comunista... 

Mais uma publicação propagada por um 'inocente útil' que deseja ocupar certo espaço na mídia do Facebook, sem dispor de qualquer noção sobre o que está veiculando... Escreveram:

"Instruí-vos, porque precisamos da vossa inteligência. Agitai-vos, porque precisamos do vosso entusiasmo. Organizai-vos, porque carecemos de toda a vossa força".(Palavra de ordem da revista L'Ordine Nuovo, que teve Gramsci entre seus fundadores)

Antonio Gramsci não se instruiu o suficiente, e refiro-me à CIÊNCIA, à nobre arte de tornar-se ciente pela PROVA... Não se instruiu, minimamente sobre a Genética Comportamental, Teoria Evolucionária e Neurociência - que endereçam a realidade... Também não estudou a Antropologia, a Sociobiologia, a Climatologia, ou a Etologia...  Este era o estado latente de ignorância de seu tempo, no final do 'ideológico' século XIX - e não o culpo...  

Mas GRAMSCI TAMBÉM INTUIU DE FORMA ERRADA E FRANCAMENTE CONTRADITÓRIA... Não fosse tão ignorante sobre a própria ignorância, não teria dito tanta besteira, e desperdiçado tanto tempo... Gramsci foi o grande artífice, dentro do projeto litúrgico do marxismo, da mensagem de 'organização' e hegemonia do comunismo; nas palavras do inesquecível Tony Judt:

"Gramsci foi suficientemente inteligente para ver que precisava ser institucionalmente organizado. Daí a ideia de hegemonia de Gramsci: com efeito, os intelectuais do partido têm que reproduzir de maneira consciente a hierarquia da Igreja [...]"

E existe também uma mensagem escatológica em Gramsci... A ideia da "Salvação Final", e o falacioso retorno do homem à sua natureza 'pura' e por isso mesmo 'superior'... O patrimônio seria o divisor de águas, uma espécie de 'queda do paraíso' ou 'pecado original'... Gramsci, a exemplo de Lênin, traz slogans motivadores, populistas, com promessas de salvação, repletas de razões pelas quais alguém deva se sacrificar pela 'eterna luta de classe' - motor do mundo, segundo o proselitismo piegas e 'deinstruído' do marxismo... 

Marx, movido por desmedida ambição, apostou em suas ideias, jogou para a galera, interessado em deixar seu busto na História - a exemplo de Freud; e de certa forma, foram ambos, bem sucedidos, sem considerar o rastro de destruição e asseverada 'desordem' que deixaram...

Gramsci comprou pacote, e fez parte de uma intelectualidade - Korsch, Lukács, Goldmann - que procurava acomodar a 'ideologia' do comunismo com a praxis soviética e maoista... Uma tarefa hercúlea, que envolvia entre outras coisa, um distanciamento radical da realidade na leitura do emergente século XX... Assim como a recém ressuscitada Rosa de Luxemburgo e o próprio Trotsky, este grupo 'dissidente', mas que participou da construção do Frankenstein leninista, que culminou com a potência stalinista, gozava agora do apoio e simpatia pública, posando de bons moços do comunismo, agora dedicados a denunciar os exageros fascistas da grande potência imperialista - a URSS... 

"Contar-se-ão nos dedos da mão, os comunistas que chegaram à Revolução pelo estudo do marxismo. Convertem-se primeiro e só depois leem as Escrituras - quando leem [grifo meu]." - Albert Camus ('L´homme révolté'/'O Homem Revoltado'; 1951)

Este grupo também idolatrava 'seletivamente' a memória do 'jovem Marx', o salvador; e seu cânone sagrado estava limitado aos escritos até 1845, o 'jovem testamento', com destaque para os 'Manuscritos-econômico-filosóficos' (1844)... A exemplo do cristianismo, que trata de expurgar certas mensagens indesejáveis, e apartar-se do problemático 'Antigo Testamento', o grupo intelectual de Gramsci estabelecia o que seria ou não apócrifo, baseado em conveniências deveras sofismáticas... Como ser livre, pensante, esclarecido, e apostar na estorinha da carochinha marxista ou da 'esquerda-salvação'?

"O desejo de salvar a humanidade é quase sempre um disfarce para o - verdadeiro [grifo meu] - desejo de controlá-la." - Mencken 

De forma que 'o nosso herói' [sic] "agitou" as bandeiras de sua crendice endossando causas igualmente messiânicas de ritos góticos e grotescos, apoiando a "palavra de ordem" de um tipo de fascismo contra outro tipo do mesmo 'saco' - totalitário e ... Um pouco mais do mesmo, na eterna luta do poder pelo poder... Nada de "nuovo", e nada a ser apreciado por pessoas realmente instruídas, LÚCIDAS, e interessadas na Realidade - mesmo que apenas um lampejo...

"Estudai e conhecei, pois precisamos da vossa inteligência, liberdade e lucidez; precisamos também de vosso entusiasmo, consequente, consciente e responsável... Não podemos seguir em meio à tantos mal-entendidos; organizemo-nos para ajudar àqueles que carecem de recursos inatos - ou de instrução específica -, contribuindo com força de vossa mobilização voluntária em servir aos demais... Assim sendo, poderemos melhorar gradativa e continuamente as chances de uma vida saudável para outros irmãos de nossa espécie, humanos que vivem e viverão depois de nós..." - Carlos Sherman (Recomendações do Blog ProÉtica)

O 'faz-de-conta' do comunismo sempre resumiu ambição desmedida, tirania,  cinismo, e um prato feito de distúrbios neuropsicológicos... Não podemos repetir este hino, ressuscitar tais bandeiras, ou marchar esta procissão...

Carlos Sherman 

Nenhum comentário:

Postar um comentário