Pesquisar este blog

terça-feira, 4 de novembro de 2014

Íntegro, até o fim...

  • Glorinha Silva Continuo sem entender pessoas que cogitam a possibilidade de um regime ditatorial, a África está cheia deles, é onde vive o povo mais sofrido, mais pobre, mais doente, mais sem pespectiva do planeta. Pessoas como o Duken precisam aprender a linguagem do plural, do coletivo, ou seja, substituir o "eu penso, eu acho, eu prefiro" por "o que é melhor para a maioria, qual sistema de produção, qual regime político beneficiarão a maioria com melhor qualidade de vida", "nós merecemos o melhor, o que for bom para a maioria será para mim tb".
    1 h · Curtir
  • Ribeiro Reginaldo PQP! Poha Glorinha que dificuldade vcs tem para entender, LEIAM COM ATENÇÃO" Ninguem quer volta da ditadura, regime Militar. Intervenção Militar não é golpe, não é os Militares se apossarem do poder. Se bem que quando os Militares deram o contra golpe, foi o povo que saiu as ruas pedindo.
  • Glorinha Silva Duken, nem tudo que está escrito deve ser tomado como verdade, temos a história oficial e a crítica, cabe a cada um procurar os autores confiáveis, aqueles que não estão a serviço da elite, mas a serviço da história verdadeira e da ciência.
  • Glorinha Silva Ribeiro, quem não está sendo claro são vcs que não entendem que não existe intervenção militar sem tomada de poder.
    56 min · Curtir · 1
  • Ribeiro Reginaldo Glorinha, " aqueles que não estão a serviço da elite, mas a serviço da história verdadeira e da ciência." Tu acha que a verdadeira história só pode ser contada por que não faz parte da elite branca? Eu te pergunto Glorinha: Quem é a elite branca para vc?
  • Carlos Leger Sherman Palmer Este papo de intervenção militar é tão ridículo quanto é usar esta demonização para assegurar o fascismo vigente... O maniqueísmo serve ao cinismo... Esta é a falsa dicotomia dos fascismos de direita e esquerda, quando esquecem-se TODOS de que estamos falando em fascismo do mesmo jeito; não importando os métodos para se perpetuar no poder, se pela compra dos votos ou pelas armas...
    Evidentemente existem outros caminhos, que assegurem a DECÊNCIA e o ESTADO DE DIREITO CONSTITUCIONAL...
    Carlos Sherman
    15 min · Editado · Curtir
  • Ribeiro Reginaldo Carlos Leger Sherman Palmer, acho mais ridículo sermos afanados e escravizados pelo governo, que não oferece segurança pública, saúde e educação, ridículo somos nós que vemos o aparelhamento do estado e ficamos de braços cruzados. Ridículos somos nos que nos calamos diante de tantos escândalos financeiros. Ridículos e nefastos são investimentos e o perdão de ´dividas em Países de ditadores. Qual seria então a solução para se ter um país melhor?
  • Ribeiro Reginaldo O congresso está corrompido, o que fazer?
    Alberto Youssef já revelou à PF e ao MPF que pelo menos 28 membros do Congresso recebiam propinas mensais de R$ 100 mil a R$ 150 mil.
  • Carlos Leger Sherman Palmer Ribeiro Reginaldo, queremos, você e eu, decência, honestidade, dignidade, certo? Mas não concordo que devemos conquistar isso com armas... Confio nas instituições, e sei que estamos debilitados... Precisamos esgotar os caminhos constitucionais, mesmo que este regime fascista tenha corrompido o legislativo e o judiciário... Temos a Polícia Federal, o TCU, o Ministério Público, a Procuradoria, e não será assim tão simples para o PT calar a todos, e calar ao país... Temos Hélio Bicudo e Chico Oliveira, fundadores eméritos do PT, denunciando o fascismo...
  • Ribeiro Reginaldo As instituições estão podres e corrompidas. " Mas não concordo que devemos conquistar isso com armas" Tu não concorda mas está amparada na constituição, e deuma maneira ou outra a constituição deve ser cumprida. Sei que uma intervenção não é peidar dormindo. Muita gente vai morrer, mas a constituição deve e será cumprida de qualquer jeito, até porque um país que cumpre sua própia constituição não é reconhecida internacionalmente, é uma Nação se moral.
  • Carlos Leger Sherman Palmer Amigo, felizmente a História vista em perspectiva é uma rampa ascendente, mas que sobe ziguezagueando... O custo por estes altos e baixos recai sobre as gerações... E a vida é curta... Se dispusermos dos meios equivocados, o custo será muito maior... Não seja usado pela propaganda maniqueísta, podemos lutar por um futuro melhor sem armas, e a realidade assim o permite... Confio nisso, e espero não estar equivocado... Aliás, nem você e nem eu possuímos uma bola de cristal histórica... Trabalhemos pelo que for bom, justo, e correto HOJE... Se você se sente bem com discursos militaristas, devo objetar... Vamos levar mais tempo, mas façamos pela via democrática... Será melhor historicamente... Mais adiante na História, se minhas reflexões de mostrarem vãs, não sou um homem passivo, e reformularei minhas ações... Hoje, estou seguro de que devo defender o desprezo por este regime fascista, e lutando constitucionalmente para que a LEI seja cumprida... Devemos pressionar as instituições e não os GATILHOS... Não pretendo me parecer minimamente com os criminosos covardes que denuncio, como CHE, FIDEL, NEWTON CRUZ, HITLER, LENIN, STALIN, MUSSOLINI, SALAZAR, PINOCHET, FRANCO, etc...
    16 min · Curtir · 1
  • Carlos Leger Sherman Palmer Não entre nesse jogo maniqueísta de afirmar que só existem dois lados, ambos autoritários... Este é o jogo deles... O velho truque de INCUTIR O MEDO PARA VENDER A SALVAÇÃO...
  • Carlos Leger Sherman Palmer Glorinha, não defendo intervenção militar de nenhuma ordem, mas o fascismo não se constrói apenas com armas...
  • Carlos Leger Sherman Palmer Glorinha, o sentido de "coletivo" tem sido deturpado pela História, de Platão a Marx, passando por Hegel... Trata-se de uma farsa historicista... O uso do efeito rebanho... Não existe problema algum com a diversidade e as 'liberdades individuais'... Pensar com liberdade não implica, de forma alguma, e depor contra o bem estar dos demais... Este discurso é fascista, populista, fundamentado por Platão, e utilizado nefastamente por autoritários ensandecidos como Lenin...
  • Carlos Leger Sherman Palmer E agora por Lula... Estudem a História, deixem de repetir mantras do século XIX, o idealismo alemão foi uma reação à chegada atrasada dos Impérios Alemão e Russo à festa dos estados modernos europeus, e uma resposta messiânica ao orfanato teísta, um legado de Lucrécio, Meslier e Nietzsche...
  • Carlos Leger Sherman Palmer ACORDEM, suspendam seus juízos, estudem antes de entoar cânticos e falar em "controle dos bens de produção pelas elites"... Isso é visceralmente RIDÍCULO, falso, vitimológico, maniqueísta, intencionalista, animista, ritualista, tabuísta, e - pasmem você - PROFUNDAMENTE CONSERVADOR...
  • Carlos Leger Sherman Palmer Estudem Sagan, Hitchens, Russell, Pinker, Gazzaniga, Tony Judt, Popper, Onfray, urgentemente... Atualizem-se... Sabemos muito sobre o comportamento humano, hoje dispomos da Neurociência, da Psicologia Social e Evolutiva... Não podemos seguir em crenças teológicas, sociológicas, psicológicas, no terceiro milênio, onde podemos ESPERAR E 'SABER COMO', SEM A NECESSIDADE DE SEGUIR EM TRINCHEIRAS DO SOLIPSISMO, OU DO 'SABER QUE'...
  • Carlos Leger Sherman Palmer A assimetria dos hemisférios cerebrais, entre outras vicissitudes neuropsicológicas e evolutivas, dirigem 'individualmente' a nossa adesão emocional à bandeiras diversas... Mas, se pudemos contornar com conhecimento e regras o impulso inato ao sectarismo - 'nós e eles' -, ao sexismo, também podemos controlar nosso impulso ao CINISMO CORPORATIVO.... E insisto, Glorinha e Ribeiro Reginaldo, não me preocupo tanto com os fanáticos petistas, ou com o rebanho assustado, me preocupo dom vocês, humanos de bem, que por algum motivo neuropsicológico, são capazes de valer-se do cinismo apenas para ganhar o debate... Defender o militarismo é tão terrível quanto defender o fascismo abjeto vigente, com teses do idealismo alemão....
  • Carlos Leger Sherman Palmer

Um comentário:

  1. Estou lendo Senso Comum do Paine, para incrementar conhecimentos de formas e ações de governo, embora entenda que biblicamente que basicamente devemos esperar somente duas coisas de um governo civil: a "espada", castigo ao que faz o mal (assassina, rouba, por exemplo) e "louvor" ao que promove e faz o bem. Esse, louvor, entendo que seja a valorização do cidadão de bem que trabalha e come honestamente com o "suor do seu rosto", na promoção do bem estar deste cidadão na estrutura e composição do país/estado, respeitando o livre mercado, a propriedade privada, fazendo uso honesto do imposto de valores éticos, arrecadados, mas sempre na estrutura. Nunca em assistencialismo. Pastas sociais são dever da igreja, nunca do governo civil.

    ResponderExcluir